• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.23.2020.tde-30082021-094639
Documento
Autor
Nome completo
Sergio Xavier Villagomez Villafuerte
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Lascala, Cesar Angelo (Presidente)
Cara, Sueli Patricia Harumi Miyagi de
Deboni, Maria Cristina Zindel
Mazzilli, Luiz Eugênio Nigro
Título em português
Estudo retrospectivo das variações anatômicas do canal mandibular em imagens por tomografia computadorizada de feixe cônico
Palavras-chave em português
Mandíbula
Nervo Mandibular
Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico
Variação Anatômica
Resumo em português
As variações anatômicas são configurações morfológicas que alteram o padrão de normalidade de uma estrutura. No caso do canal mandibular, que percorre uma secção extensa, pode apresentar uma ou múltiplas variações anatômicas que resultam extremamente importantes de se conhecer para evitar lesões do nervo dentário inferior. O objetivo principal do presente trabalho é caracterizar, através de um levantamento tomográfico, as possíveis variações anatômicas do canal mandibular, analisando ambos os sexos, regiões e lados da mandíbula, reconhecendo esse dimorfismo anatômico ao determinar sua maior prevalência. Através da observação de 716 imagens tomográficas, realizando parasagitais por meio do software Imaging Studio 3.4 da Anne Solutions, analisamos a prevalência e as características das variações anatômicas do canal mandibular em uma população brasileira que visitou a empresa de ISO radiologia na cidade de São Paulo. A presença de variações anatômicas no canal mandibular foi de 57,1% (410), destes casos, o sexo masculino obteve 54% (221) e o sexo feminino 46% (189). O sexo masculino apresentou mais chance de ter uma variação anatômica no canal mandibular (p < 0,05). As variações anatômicas que apresentaram maior porcentagem de ocorrência foram o prolongamento anterior 49,2% (202) e a bifurcação acessória especificamente no corpo mandibular com 37,3% (153). As regiões da mandíbula com maior ocorrência de variações anatômicas foram o corpo mandibular com 59% (242), seguido pela região anterior 49,2% (202). O conhecimento das variações anatômicas é extremamente importante para evitar interpretações errôneas e lesões acidentais.
Título em inglês
Retrospective study of anatomical variations of the mandibular canal on tomographic images by Cone-Beam Computed Tomography (CBTC)
Palavras-chave em inglês
Anatomic Variation
Cone-Beam Computed Tomography
Mandible
Mandibular Nerve
Resumo em inglês
Anatomical variations are morphological configurations that change the normality pattern of a structure. In the case of the mandibular canal, which runs through an extensive section, it may present one or multiple anatomical variations that are extremely important to know in order to avoid lesions of the lower dental nerve. The main objective of this study is to characterize, through a tomographic survey, the possible anatomical variations of the mandibular canal analyzing both sexes, regions and sides of the mandible, recognizing this anatomical dimorphism by determining its higher prevalence. Through the observation of 716 tomographic images, performing parasagittal cuts using Anne Solutions' Imaging Studio 3.4 software, we analyzed the prevalence and characteristics of anatomical variations of the mandibular canal in a Brazilian population that attended the ISO radiology company in the city of São Paulo. The presence of anatomical variations in the mandibular canal was 57.1% (410); of these cases, the male gender obtained 54% (221) and the female gender 46% (189). Males are more likely to have an anatomical variation in the mandibular canal (p < 0.05). The anatomical variations with the highest percentage of occurrence were the anterior prolongation 49.2% (202) and the accessory bifurcation specifically in the mandibular body with 37.3% (153). The mandibular regions with the highest percentage of anatomical variations were the mandibular body with 59% (242), followed by the anterior region with 49.2% (202). Knowledge of anatomical variations is extremely important to avoid misinterpretations and accidental injuries.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-09-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.