• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.23.2010.tde-22032010-103948
Documento
Autor
Nome completo
Alexandre Perez Marques
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Cavalcanti, Marcelo de Gusmao Paraiso (Presidente)
Aguiar, Marcelo Freitas de
Paiva, João Batista de
Pereira, Marlene Fenyo Soeiro de Matos
Santos, Denise Takehana dos
Título em português
Comparação entre a tomografia computadorizada multislice e a tomografia computadorizada por feixe cônico para identificação de lesões osteolíticas simuladas na cabeça da mandíbula
Palavras-chave em português
Articulação temporomandibular
Lesões ósseas
Radiologia
Tomografia computadorizada
Resumo em português
A articulação temporomandibular (ATM) apresenta diversas limitações quando se obtém imagens pela radiologia convencional. A tomografia computadorizada é o exame mais indicado, pela alta especificidade e sensibilidade, para o diagnóstico, planejamento cirúrgico e tratamento das suas lesões ósseas. O objetivo deste trabalho consiste na comparação entre a tomografia computadorizada (TC) multislice e a tomografia computadorizada por feixe cônico (TCFC) para avaliação de lesões ósseas simuladas na cabeça da mandíbula. Foram utilizadas 30 cabeças de mandíbulas maceradas onde foram criadas lesões esféricas, com o auxílio de brocas cirúrgicas esféricas de uso odontológico com tamanhos variados (nº 1, 3, 6), em suas cinco porções (anterior, lateral, posterior, medial, superior). As lesões foram submetidas a TC multislice (64 canais) e a TCFC, sendo avaliadas em dois programas de pós-processamento por dois observadores independentemente, sendo um deles em duas ocasiões distintas. Foram utilizados também dois protocolos de análise para exame das imagens quanto à presença ou não de perfuração: reconstrução multiplanar (axial, coronal, sagital) e cortes sagitais e coronais ao longo eixo da cabeça mandibular. Posteriormente, os resultados brutos foram comparados com as lesões presentes na mandíbula macerada (Padrão-Ouro) avaliando a proporção de acertos de cada observador, o grau de especificidade e sensibilidade dos diferentes métodos da TC e da TCFC, e a comparação intra-observador e inter-observadores. O teste z foi utilizado como método estatístico. Os resultados demonstraram não haver diferenças estatisticamente significantes entre os métodos em relação às porcentagens de concordância e que todos estes são validados. Os protocolos para visibilização da região de cabeça da mandíbula foram estabelecidos no intuito de melhorar a identificação da presença de alterações de cada porção da cabeça da mandíbula. Houve maior dificuldade na avaliação de lesões simuladas de pequena dimensão (broca 1)
Título em inglês
Comparison between multislice computed tomography and cone beam computed tomography for assessment of simulated mandibular condyle lesions
Palavras-chave em inglês
Bone diseases
Computed tomography
Radiology
Temporomandibular joint
Resumo em inglês
There are many limitations for image acquisition using conventional radiography of the temporomandibular joint (TMJ) region. Computerized tomography (CT) scan is a better option due to its higher specificity and sensitivity for diagnosis, surgical planning and treatment of bone injuries. The purpose of this study is to compare multislice CT and cone beam computed tomography for evaluation of simulated mandibular condyle lesions. Spherical lesions were created in 30 dry mandibular condiyle with dentist drills (sizes 1, 3, and 6). Condyles were submitted by multislice (64 bits) CT and cone beam computed tomography (CBCT) using two independent software by 2 observants alone, one of them in 2 different occasions, using 2 protocols: axial, coronal and sagittal, and sagittal plus coronal slices for the mandibular condyle visualization. The raw data were compared with the dry mandible (gold standard) regarding the presence of injuries, evaluating the proportion of agreement, degree of specificity and sensitivity of the CT and CBCT and observant analysis. The z test were used as statistical methods. The results showed there are no statistically significant differences between the methods, and the whole methods are validity. It was observed the advantage of the association of axial, coronal and sagittal slices and sagittal plus coronal slices for detection of lesions in mandibular condyles. For some lesions localized in regions, protocols did not show statistically significant differences regarding the proportion of agreement. Protocols were created to improve the visualization of lesions in each region of the mandibular condyle. There was more difficult for assessment small size simulated lesions (# 1).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-03-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.