• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Jaqueline Vaz Vanini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Lourenço, Silvia Vanessa (Presidente)
Antunes, Milena Monteiro de Souza
Camillo, Cláudia Malheiros Coutinho
Matos, Leandro Luongo de
Título em português
Estudo das proteínas da transição epitélio-mesênquima na invasão óssea do carcinoma epidermóide da cavidade oral
Palavras-chave em português
Carcinoma epidermóide
E-Caderina
Invasão óssea
Periostina
TGF?1
Transição epitélio-mesênquima
Vimentina. Twist
Resumo em português
O carcinoma epidermóide é a neoplasia mais comum da cavidade oral. Quando o tumor atinge o grau de invasão óssea, o prognóstico e a taxa de sobrevida pioram muito, e, além do tratamento ser mais agressivo, o que resulta em prejuízos socioeconômicos ao paciente e ao sistema de saúde. Muitos mecanismos moleculares envolvidos na etiopatogenia desse estágio da doença ainda não foram totalmente esclarecidos, mas já se sabe que um dos processos centrais na evolução do tumor - invasão de tecidos adjacentes e metástases - é a alteração do espectro fenotípico de células epiteliais para mesenquimais, conhecido como processo de transição epitélio-mesênquima. Durante esse fenômeno, existe uma grande alteração na expressão das proteínas celulares, que podem ser utilizadas como biomarcadores para o diagnóstico e determinação do grau de agressividade do tumor em estágios ainda precoces, além de possibilitarem o desenvolvimento de novos fármacos mais específicos e eficientes. O objetivo desse estudo retrospectivo foi avaliar se o fenômeno de transição epitélio-mesênquima está presente no carcinoma epidermóide da mucosa oral com invasão óssea, por meio da análise da imunoexpressão das proteínas E-Caderina, Twist, Vimentina, TGF?1 e Periostina. A expressão das proteínas analisadas foi heterogênea, sendo que a E-caderina e o Twist apresentaram um alto índice de positividade. Foram encontradas associações entre a expressão positiva do Twist e o padrão de invasão óssea infiltrativo (p=0,041), sítio primário do tumor anatomicamente próximo ao osso (p=0,014) e expressão negativa de Periostina (p=0,031), sugerindo que esse fator de transcrição pode estar fortemente envolvido com a evolução da doença no tecido ósseo. Também foram encontradas associações entre a expressão da Vimentina e o tamanho do tumor. Os resultados obtidos sugerem que a transição-epitélio mesênquima pode estar presente em algum nível de seu espectro no processo de invasão do tecido ósseo pelo carcinoma epidermóide da mucosa oral.
Título em inglês
Study of epithelial-mesenchymal proteins in bone invasion of oral squamous cell carcinoma
Palavras-chave em inglês
Bone invasion
E-cadherin
Epithelial-mesenchymal transition
Periostin
Squamous cell carcinoma
TGF?1
Twist
Vimentin
Resumo em inglês
Squamous cell carcinoma is the most common cancer of the oral cavity. When the tumor invades the bone tissue, the prognostic and survival rate decreases a lot, and the treatment becomes more aggressive, with several damages to the patient and health system. Many of the molecular mechanisms of this process are not understood yet, but it's already known that one of central processes of tumor evolution - adjacent tissues invasion and metastasis - is a large spectrum of phenotypic changes in epithelial cells to mesenchymal, in a process named as epithelial-mesenchymal transition. During this phenomenon, there are a lot of changes in the cells protein expression, which can be used as biomarkers for diagnostic and determination of tumor aggressiveness in early stages, as also the possibility of developing new treatment drugs, more specific and efficient. The objective of this retrospective study is to evaluate if epithelial-mesenchymal transition is present in bone invasion of oral squamous cell carcinoma, by immunohistochemistry evaluation of E-cadherin, Twist, Vimentin, TGF?1 and Periostin expression. The proteins expression was very heterogeneous. E-cadherin and Twist showed high levels of positivity, and were found associations between Twist positive expression and infiltrative bone invasion pattern (p=0,041), primary tumor site close to bone (p=0,014) and Periostin negative expression (p=0,031), suggesting this transcription factor could be strongly involved in the disease evolution in bone tissue. There are also associations between Vimentin expression and tumor size. The results of this study suggests that epithelial-mesenchymal transition could be present in some level of its spectrum in bone invasion of oral squamous cell carcinoma.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-10-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.