• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.23.2020.tde-26052021-114337
Documento
Autor
Nombre completo
Juliana Costa Veiga da Silva
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2020
Director
Tribunal
Rios, Luciana Fávaro Francisconi dos (Presidente)
Júnior, Ezequias Costa Rodrigues
Nahsan, Flávia Pardo Salata
Sobral, Maria Angela Pita
Título en portugués
Condicionamento com ácido fosfórico "tradicional" vs. autolimitante, por diferentes tempos, na resistência de união de um cimento resinoso fotopolimerizável convencional e de um dual autoadesivo ao esmalte bovino
Palabras clave en portugués
Ácido Fosfórico
Autoadesivo
Autolimitante
Cimentos Resinosos
Condicionamento Ácido Dentário
Esmalte Dentário
Propriedades Físicas e Químicas
Resistência de União
Resumen en portugués
O sucesso dos laminados e fragmentos cerâmicos depende de boa interação entre o substrato dentário e o sistema cimentante resinoso, e deste com a restauração, já que além das diminutas dimensões envolvidas, não se determina, via de regra, qualquer outra forma de retenção da peça. Daí a potencial importância do adequado condicionamento ácido do esmalte, não ou minimamente preparado, determinante da interface adesiva mais suscetível à descimentação. Avaliou-se, assim, a resistência de união (RU) de um cimento resinoso convencional vs. um autoadesivo ao esmalte bovino em função do condicionamento com ácidos (fosfórico) com diferentes atributos e por vários tempos. Fragmentos de esmalte bovino, incluídos em resina acrílica (cilindros de PVC 1/2"), foram planificados e submetidos a criação de smear layer padronizada (lixas de SiC #180 e 600/1 min). Foram, então, submetidos a condicionamento com diferentes ácidos (autolimitante - Ultraetch/UE; "tradicional" - Condicionador Dental Gel/CDG ); por vários tempos (15 s; 30 s; 60 s; 120 s), e à construção de microcilindros (1 mm de diâmetro) com um dos cimentos resinosos: RelyX Veener®/RXVen (aplicação prévia do adesivo Scotchbond Multipurpose) ou RelyX U200®/RX200. À parte, para cada cimento, considerou-se como controle/c o não condicionamento ácido do esmalte. Após 24 h, os três microcilindros por espécime, concernentes a este estudo, foram submetidos a teste de microcisalhamento (1 mm/min), avaliando-se o tipo de falha com microscópio digital (60X). Considerando-se como fatores experimentais o tipo de cimento (em dois níveis), o agente ácido para condicionamento do esmalte (em dois níveis), e o tempo pelo qual este permaneceu agindo (em quatro níveis), analisou-se estatisticamente os dados obtidos (MPa) por meio de Análise de Variância a 3 critérios e teste de Tukey. Para comparar cada um dos grupos experimentais, individualmente, com os controles, visto que a distribuição dos dados foi normal (Shapiro-Wilk, p = 0,137), mas não homogênea (Equal Variance Test, p < 0,050), empregou-se análise de Kruskal-Wallis e teste de Tukey. Em todos os casos adotou-se nível de significância de 5%. Independentemente do cimento utilizado e do tempo pelo qual foi aplicado, o condicionamento com o ácido tradicional sempre implicou maiores valores de RU que aquele com o ácido autolimitante. Também independentemente do ácido aplicado, e do tempo pelo qual este permaneceu agindo, o uso do cimento dual autoadesivo sempre acarretou maiores valores de RU que o fotopolimerizável convencional. A despeito, ainda, do cimento ou do ácido utilizados, o tempo pelo qual este último permaneceu agindo não exerceu influência significante sobre os resultados. Comparativamente ao não condicionamento, aquele com qualquer dos ácidos e por qualquer dos tempos sempre favoreceu a RU de ambos os cimentos ao esmalte. Ora, dentro das indicações de cada um dos cimentos, e tendo-se em mente que o autoadesivo, desde que associado a condicionamento ácido prévio, pode relacionar-se a melhor adesão ao esmalte, parece que não deve haver grande preocupação com o sobrecondicionamento desse substrato; pelo contrário, pode ser melhor optar por um ácido "tradicional", vs. um autolimitante, independentemente do tempo que se determinar para sua ação.
Título en inglés
"Traditional" vs. self-limiting phosphoric acid etching for different times on the bond strength of a conventional light-curing resin cement and a self-adhesive dual curing resin cement to bovine enamel
Palabras clave en inglés
Bond Strength
Dental Acid Etching
Dental Enamel
Phosphoric Acid
Physical and Chemical Properties
Resin Cements
Self limiting.,Self-adhesive
Resumen en inglés
The success of ceramic veneers and pieces depends on a good interaction between the dental substrate and the resin cementing system and its interaction with the restoration, since that, beyond the small dimensions involved, it is not determined, as a rule, any other form of retention of the piece. For this reason, it is important the proper acid etching of the enamel, non or minimally prepared, determining the adhesive interface most susceptible to debonding. Thus, bond strength (BS) of a conventional vs. self-adhesive resin cement to the bovine enamel was evaluated in relation to acid etching (phosphoric) with different attributes and for diverse times of application. Bovine enamel fragments, included in acrylic resin (0.5" PVC cylinders), were planned and subjected to standard smear layer creation (SiC #180 and #600/1 min sandpaper). They were then etched with different acids (EU: Ultraetch® / CDG: Dental Gel® Conditioner), for different times (0s - control / c; 15s; 30s; 60s; 120s), and to the construction of microcylinders (7 per tooth; 1 mm in diameter) with one of the resin cements: RV / RelyX Veener® (previous application of Scotchbond Multipurpose adhesive) or R200 / RelyX U200®. After 24h, they were submitted to a microshear test (1 mm/min), evaluating the type of failure with a digital microscope (40X). Regarding as experimental factors the type of cement (in two levels), the acid agent for enamel etching (in two levels) and its the time of action (in four levels), a statistical analysis of the data obtained was performed by means of a 3-way ANOVA analysis and a Tukey test. To compare each of the experimental groups individually and with control groups, Kruskal-Wallis and Tukey tests were used once the distribution was normal (Shapiro-Wilk, p = 0.137) but not homogenous (Equal Variance Test, p < 0.05). In all cases a significance level of 5% was adopted. Regardless of the cement used and its time of application, etching with traditional acid always revealed greater BS values than those with self-limiting acid. Additionally, regardless of the applied acid and of the time of its action, use of the dual self-adhesive always obtained higher values of BS than the light-curing conventional one. Regarding the cement or the acid used, the time of application of the light-curing conventional cement did not exert any significant influence over the results. Comparatively to the non-etching, the one with any of the acids and any of the application time always favored BS of both cements to enamel. At the moment, within the indications of each of the cements and having in mind that the self-adhesive cement can be related to a better adhesion to enamel, as long as associated to previous acid-etching, it seems that there should be no major concern about the over-etching of this substrate. On the contrary, it might be better to choose a conventional acid instead of a self-limiting, regardless of the time determined for its action.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2021-05-26
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.