• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.23.2012.tde-15012013-170146
Documento
Autor
Nome completo
Tatiane Alexandre de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Sobral, Maria Angela Pita (Presidente)
Nogueira, Fernando Neves
Scaramucci, Taís
Título em português
Comparação da ação de princípios ativos incorporados a um enxaguatório bucal na prevenção/controle da erosão dental
Palavras-chave em português
Ácido clorídrico
Dureza
Erosão dentária
Esmalte dental
Flúor
Fosfatos
Produtos para higiene pessoal
Resumo em português
O objetivo deste estudo foi comparar, in vitro, empregando diferentes métodos de análise, a ação de superfície de alguns enxaguatórios bucais experimentais para a prevenção/controle da erosão dental causada por ácido clorídrico incorporando-se diferentes princípios ativos. Um enxaguatório bucal experimental sem aditivos, um enxaguatório para erosão disponível comercialmente, Elmex Erosion® (AmF/NaF/SnCl2) (ELM), e um enxaguatórios acrescidos de 4 diferentes aditivos foram testados quanto a sua capacidade de proteção contra erosão em um modelo de erosão-remineralização, onde as variáveis resposta foram a alteração da micro e da nanodureza e as quantidades de cálcio e fosfato liberadas em solução, determinadas por espectrometria de emissão óptica. Os aditivos utilizados foram: Caseína (CAS 5 g/L), Hexametafosfato de sódio (HMP 0,2 g/L), Tetrafluoreto de titânio (TiF4 3,4g/L) e Fluoreto estanhoso (SnF2 8,7g/L). Espécimes de esmalte bovino foram incluídos em resina acrílica e polidos. Esses foram distribuídos nos grupos (n=8) e ciclados da seguinte forma: (1) Imersão em 20 ml de ácido clorídrico (HCl) a 0,01M pH = 2,4 por 10 s, (2) imersão em 20 ml de saliva artificial por 60 s, (3) imersão em 20 ml de solução teste por 30 s e (4) imersão em 20 ml de saliva artificial por 60 s. Este ciclo foi repetido por 3 vezes por um dia e as soluções utilizadas foram armazenadas para posterior avaliação. Para microdureza, os espécimes tratados com ELM e SnF2 apresentaram os maiores valores de dureza, os quais foram significantemente diferentes de TiF4, que apresentou o menor valor. O ELM, SnF2, CAS e HMP foram semelhantes estatisticamente ao C. Para nanodureza, o TiF4 apresentou menor valor médio de dureza e significantemente diferente do C. O SnF2, ELM, CAS e HMP apresentaram-se estatisticamente semelhantes ao C. Na análise de perda de cálcio da ciclagem final, ELM e HMP resultaram em menor perda de cálcio e estatisticamente diferentes do C. Na primeira imersão, todos os grupos testados, exceto a caseína, mostraram significantemente menor perda que o C e, na segunda, não foi constatada diferença estatística significante. Na análise de perda de fosfato da ciclagem final, ELM e TiF4 apresentaram as menores perdas de íons, sendo significantemente diferente do C. Na primeira e segunda imersões, somente ELM mostrou-se estatisticamente diferente do C. Conclui-se que o ELM, o HMP e o TiF4 protegeram a superfície de esmalte quanto a perda de íons porém os testes de dureza não detectaram essa proteção.
Título em inglês
Comparison of action of an oral rinse embedded with active principles to prevention/control of dental erosion
Palavras-chave em inglês
Dental enamel
Fluorine
Hardness
Hydrochloric acid
Personal hygiene products
Phosphates
Tooth erosion
Resumo em inglês
The objective of this study was to compare, in vitro, using different methods of analysis, the effect on surface of an experimental mouthrinse modified with different active ingredients for the prevention / control of dental erosion caused by hydrochloric acid. An experimental mouthrinse without additives, a commercially available mouthwash for erosion Elmex Erosion ® (AmF/NaF/SnCl2) (ELM) and four mouthrinses added 4 different additives were tested for their ability to protect against erosion in a model of erosion-remineralization, where the response variables were the change of micro-and nanohardness and the quantities of released calcium and phosphate in solution, determined by optic emission spectrometry. The additives used were: casein (CAS 5 g/L), sodium hexametaphosphate (HMP 0.2 g/L), titanium tetrafluoride (TiF4 3.4 g/L) and stannous fluoride (SnF2 8.7 g/L). Bovine enamel specimens were embedded in acrylic resin and polished. They were ramdomily distributed in groups (n=8) and submitted to the following cycle: (1) immersion in 20 ml of 0,01M hydrochloric acid (HCl), pH = 2.4 10 s, (2) immersion in 20 ml of saliva artificial for 60 s, (3) immersion in 20 ml of test solution for 30 seconds and (4) immersion in 20 ml of artificial saliva for 60 s. This cycle was repeated three times during the same day and the solutions were stored for later evaluation. For microhardness, the specimens treated with ELM and SnF2 showed the highest values of hardness, being significant different from TiF4 solution, which presented the lowest value. The ELM, SnF2, CAS and HMP were statistically similar to C. For nanohardness, the TiF4 had the lowest value of hardness, being significant different from C. The SnF2, ELM, CAS and HMP were statistically similar to C. In the calcium analysis after the last cycle, ELM and HMP resulted in less calcium loss, which was significantly different from C. After the first immersion, all groups tested, except casein, showed statistically lower calcium loss when compared to group C and there was no difference in statistical analysis of loss of phosphate in the second. In analysis of phosphate loss after the final cycle, ELM TiF4 showed the lowest losses being significant different from C. After the first and the second cycles, only ELM was statistically different from C. It can be concluded that the ELM, HMP and TiF4 protect the enamel surface against ions loss but the hardness tests could not detect this protection.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-02-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.