• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.23.2021.tde-10112021-163110
Documento
Autor
Nome completo
Erika Michele dos Santos Araujo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Matos, Adriana Bona (Presidente)
Andrade, Alessandra Pereira de
Freitas, Anderson Zanardi de
Vidal, Cristina de Mattos Pimenta
Título em português
Caracterização de lesões de mancha branca naturais
Palavras-chave em português
Cárie dentária
Desmineralização
Esmalte dentário
Resumo em português
O objetivo deste estudo foi caracterizar e comparar o esmalte sadio humano e lesões de mancha branca (ICDAS 2) em diferentes aspectos. Dezessete espécimes foram caracterizados por meio fluorescência com o Diagnodent®, Fluorescência quantitativa induzida pela luz (QLF®), quanto aspectos ópticos pela Tomografia de Coerência Óptica (OCT), propriedades mecânicas com a Microdureza seccional e avaliação do conteúdo inorgânico e orgânico com a Espectroscopia Raman. A ANOVA e teste de Tukey, foram utilizados com 5% como nível de significância. O Diagnodent® identificou 75% das superfícies como hígidas, 7% cárie em esmalte, 10% lesão até junção esmalte-dentina e 7% cárie em dentina. Para o QLF®, a perda de conteúdo mineral Q (%mm2) foi de 15,37%mm2 e a diferença de fluorescência (F) foi de 11,68%. O aparelho OCT captou uma média de profundidade de lesões de 174,43 m, e um coeficiente de atenuação sem diferença significante (p>0,005). A microdureza demonstrou uma diferença significante (p<0,005) quando comparados os fatores: camada superficial e corpo do esmalte (hígido e lesão), porém não existe diferença significante (p>0,005), quando comparados esses dois sítios dentro do mesmo substrato. O espectro Raman demonstrou as 4 bandas vibracionais do fosfato (v1, v2, v3, v4) com maior intensidade no esmalte hígido, sendo o maior pico em 960,3 cm-1(v1). Em 1071 cm-1, a intensidade foi maior para o esmalte hígido, correspondendo a banda do fosfato (v3) e não o carbonato tipo B. O conteúdo orgânico foi visto em 1295 cm-1 e em 1450 cm-1, com maior intensidade nas lesões. A variabilidade de características dos substratos estudados interferiu diretamente na caracterização destes pelos métodos propostos.
Título em inglês
Characterization of natural white spot lesions
Palavras-chave em inglês
Demineralization
Dental caries
Dental enamel
Resumo em inglês
This study aimed to characterize and compare the sound enamel and white spot lesions (WSL) ICDAS 2 using different aspects. Seventeen teeth were characterized by fluorescence by DIAGNOdent® and Quantitative light-induced fluorescence (QLF®), optical characteristics using Optical coherence tomography (OCT), mechanical characteristics using Transversal Microhardness, and the inorganic and organic content were evaluated using the Raman Spectroscopy. The ANOVA and Tukeys test was used considering the level of significance of 5%. The DIAGNOdent® readings identified 75% of the surfaces as sound enamel, 7% as enamel caries, 10% as caries on the dentin-enamel junction, and 7% as dentin caries. The QLF readings showed the Q (F integrated by lesion area) of -15,37%mm2 and the fluorescence loss (F) -11,68%. The OCT showed the mean lesion depth of 174,43 m and the attenuation coefficient without significant difference between the substrates. The microhardness showed a significant difference (p<0.05) when compared: outer layer and body of the substrates (sound enamel and WSL), however, when the outer layer and the body of the same substrate are not significantly different (p>0.05). The Raman spectra showed 4 vibrational bands of phosphate (v1, v2, v3, v4), where the highest peak was in 960.3 cm-1(v1). The intensity of the peak 1071 cm-1 was higher for sound enamel, which demonstrates the phosphate band instead of the B-type carbonate. The spectra showed the organic composition at 1295cm-1 and 1450cm-1, with higher intensity for lesions. The variability of characteristics interfered directly with the characterization of the substrates by the methods performed.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-01-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.