• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
https://doi.org/10.11606/D.22.2020.tde-06072020-134213
Document
Auteur
Nom complet
Bruna Carla Vernilho Liotti
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
Ribeirão Preto, 2020
Directeur
Jury
Miasso, Adriana Inocenti (Président)
Gonçalves, Angelica Martins de Souza
Pegoraro, Natália Priolli Jora
Santos, Manoel Antonio dos
Titre en portugais
Atitudes dos profissionais da atenção primária frente à assistência aos usuários de álcool
Mots-clés en portugais
Agentes comunitários da saúde
Atenção primária à saúde
Atitudes
Percepção
Transtornos relacionados ao uso de álcool
Treinamento
Resumé en portugais
O álcool é a substância mais usada por diversos grupos da população e o seu consumo abusivo pode levar a diversas consequências para a saúde física, mental e se estende à família e a problemas sociais o que configura um problema de saúde pública. Estratégias de identificação e intervenção para os problemas relacionados ao uso de álcool têm sido lentamente implementadas nos serviços da atenção primária à saúde, tendo em vista a amplitude e complexidade dos problemas e as barreiras que comprometem a oferta e a boa qualidade do cuidado. Entender o fenômeno do uso de álcool em sua multifatorialidade torna-se uma questão relevante para o manejo das barreiras e a oferta de abordagem apropriada. Entende-se como um componente crucial para proporcionar educação e treinamento a esses profissionais que atuam em cuidados aos usuários de álcool na atenção primária à saúde. O estudo teve por objetivo: a) avaliar conhecimentos teórico-práticos, percepções, sentimentos e atitudes de profissionais de saúde da atenção primária, sobre a assistência aos usuários com problemas relacionados ao uso de álcool; b) realizar um treinamento sobre esse tema e c) avaliar os conhecimentos, percepções, sentimentos e atitudes dos profissionais antes e após a aplicação do treinamento aos agentes comunitários da saúde. Método: trata-se de estudo quase-experimental, que envolve avaliação pré e pós-treinamento, e com abordagem quantitativa. O estudo foi realizado nas unidades de atenção primária em Pitangueiras, São Paulo, Brasil. Informações sociodemográficas e relacionadas a conhecimentos teórico-práticos sobre os problemas referentes ao uso de álcool na assistência aos usuários de álcool na atenção primária, a escala de Seaman & Manello: Nurse's Attitudes Toward Alcohol and Alcoholism Scale e o Short Alcohol and Alcohol Problems Perception Questionnaire foram utilizados. Na primeira etapa do estudo, foram entrevistados 89 profissionais de saúde da atenção primária. Posteriormente, participaram 31 agentes comunitários de saúde, que receberam treinamento sobre os problemas relacionados ao uso de álcool e foram avaliados antes e após o treinamento. Resultados: esses profissionais eram adultos jovens (33,8 anos), a maioria do sexo feminino, metade era casado, professava a religião católica e 64,5% possuía o ensino médio. Em relação às percepções sobre a assistência e sua importância, os agentes comunitários de saúde apresentaram melhores percepções sobre "como ajudar os usuários de álcool na atenção primária" - no pós-treinamento, no entanto, assinalaram que, mesmo com o treinamento, ainda apresentavam dificuldades em realizar tais cuidados junto a essa clientela. Obtiveram melhores níveis de conhecimento sobre sinais e sintomas do uso, abuso e dependência de álcool, houve mudança também em relação aos conhecimentos, habilidades específicas e necessárias para realizar assistência adequada aos usuários de álcool. Para um grupo de atitudes, foram relacionadas habilidades para ajudar os pacientes usuários de álcool e não foram observadas mudanças após a realização do treinamento. Conclusão: o treinamento é uma ferramenta que possibilita mudanças das práticas de saúde para a assistência integral ao paciente, que deve ser incorporado nas rotinas das unidades de saúde de forma contínua e permanente
Titre en anglais
Attitudes of primary care professionals towards assistance to alcohol users
Mots-clés en anglais
Alcohol-related disorders
Attitudes
Community health agents
Perception
Primary health care
Training
Resumé en anglais
Alcohol is the substance most used by various groups of the population, its abuse can lead to several diverse consequences for physical and mental health and extends to family and social problems which configured a public health problem. Identification and intervention strategies for alcohol-related problems have been slowly implemented in primary health care services, given the breadth and complexity of the problems and the barriers that compromise the provision and good quality of care. Understanding the phenomenon of alcohol use in its multifactorialities becomes a relevant issue for the management of barriers and offering an appropriate approach. It is understood as a crucial component to provide education and training to these professionals who work in the care of drug users. alcohol in primary health care. The study aims to: a) evaluate the theoretical and practical knowledge, perceptions, feelings and attitudes of primary care health professionals, about the assistance to users with problems related to alcohol use; b) conduct training on this topic; and c) evaluate the knowledge, perceptions, feelings and attitudes of professionals before and after the application of training to community health agents. Method: this is a quasi-experimental study, involving pre and post training evaluation, with a quantitative approach. The study was conducted in primary care units of a municipality in the interior of São Paulo: Pitangueiras. The data collection instrument contains: sociodemographic information, theoretical and practical information on problems related to alcohol use in assisting alcohol users in primary care, Seaman & Manello Scale: "Nurse's Attitudes Toward Alcohol and Alcoholism Scale" and Short Alcohol and Alcohol Problems Perception Questionnaire (SAAPPQ). In the first stage of the study, 89 primary care health professionals were interviewed. Participated in the training on problems related to alcohol use, 31 community health agent. Results: the final sample consisted of professionals with an average age of 33.8 years, most were female 83.9%, half were married, 54.8% professed the Catholic religion and 64.5% had high school. Regarding perceptions about care and its importance, community health agents presented better perceptions about "how to help alcohol users in primary care" - however, after training, they pointed out that even with training, they still had difficulties. in performing such care with this clientele, obtained better levels of knowledge about signs and symptoms of alcohol use, abuse and dependence. There was also a change in the knowledge, specific skills needed to provide appropriate assistance to alcohol users. There were no changes in CHA attitudes after training, skills-related attitudes to help alcohol users. Conclusion: it is concluded that the training provided enables changes in health practices for comprehensive patient care, but should be incorporated into the routines of health units on a continuous and permanent basis
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2020-07-09
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2021. Tous droits réservés.