• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2010.tde-30112011-090315
Documento
Autor
Nome completo
Claudio Shigueki Suzuki
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2010
Orientador
Banca examinadora
Moraes, Suzana Alves de (Presidente)
Latorre, Maria do Rosario Dias de Oliveira
Mondini, Lenise
Sartorelli, Daniela Saes
Villa, Tereza Cristina Scatena
Título em português
Padrão de atividade física, comportamento sedentário e fatores associados na população adulta de Ribeirão Preto, SP-2006 - Projeto OBEDIARP
Palavras-chave em português
Atividade Física
Comportamento Sedentário
Epidemiologia
Estudos Transversais
Fatores Associados
Saúde Pública
Resumo em português
Objetivos: Identificar o padrão de atividade física (AF) e de tempo sentado (TS), bem como os fatores associados, na população de 30 anos e mais, residente no município de Ribeirão Preto-SP, Brasil, em 2006 e comparar dois critérios utilizados para a classificação do padrão de AF: International Physical Activity Questionnaire - (IPAQ) e American College of Sports Medicine/American Heart Association (ACSM/AHA). Métodos: Estudo epidemiológico transversal, de base populacional, com processo de amostragem desenvolvido em três estágios. A variabilidade introduzida na terceira fração de amostragem foi corrigida pela atribuição de pesos amostrais, que levaram em consideração a taxa de não resposta e o número de unidades elegíveis em cada domicílio, originando uma amostra ponderada de 2197 participantes. Para avaliar o padrão de AF e do TS, utilizou-se o Questionário IPAQ (versão curta). Para identificar fatores associados ao padrão de AF, aplicou-se o modelo de regressão de Poisson, obtendo-se razões de prevalência, por pontos e por intervalos com 95% de confiança, em modelos uni e multivariados. Para a identificação dos fatores associados ao TS foram construídos modelos de regressão linear múltipla, obtendo-se os coeficientes angulares (?) e respectivos intervalos, com 95% de confiança, em modelos uni e multivariados. Todas as estimativas foram calculadas levando-se em consideração o efeito do desenho amostral. Para a comparação entre os critérios do IPAQ e do ACSM/AHA, utilizou-se a estatística Kappa, estimada por pontos e por intervalos com 95% de confiança. Resultados: Na amostra do estudo, 62,5% dos homens e 67,9% das mulheres apresentaram "prática insuficiente" de AF. Diferentes variáveis permaneceram associadas à "prática insuficiente" (PI) nos modelos finais. No sexo masculino, permaneceram: "nº de horas de trabalho/dia", "nº de medicamentos consumidos nos últimos 15 dias" e "saúde auto-referida". No sexo feminino, permaneceram: "nível educacional" e "renda". Em relação ao tempo sentado, em quase todas as categorias das variáveis estudadas, os homens apresentaram valores médios de TS maiores que as mulheres, sendo que, para o conjunto dos homens, a média diária foi 306,2 minutos e, para as mulheres, 270,3 minutos. Na análise multivariada permaneceram associadas ao TS as seguintes variáveis: "sexo", "anos de escolaridade", "hábito de fumar", "gasto metabólico (Mets*min*semana-1)", "nº de horas de trabalho/dia" e "nº de antecedentes de obesidade". As prevalências de prática suficiente de AF foram, em geral, discretamente mais elevadas quando aplicados os critérios do ACSM/AHA, em relação ao do IPAQ. A estatística Kappa indicou acordo satisfatório entre estes critérios (Kappa?1), em ambos os sexos, sendo os coeficientes gerais kmasc=0,95 (IC95% 0,83-1,06) e kfem=0,93 (IC95% 0,85-1,01). Conclusões: Os critérios do IPAQ e do ACSM/AHA apresentaram praticamente a mesma capacidade de classificação dos participantes quanto aos níveis de AF. Os resultados indicaram prevalência de PI e média de TS elevadas na população. As associações encontradas reforçam a necessidade de implantação de Programas específicos de promoção da prática de AF e diminuição do TS, tendo em vista que diferentes conjuntos de fatores permaneceram associados a estes desfechos. Tais Programas podem contribuir para a adoção de um estilo de vida saudável, bem como para a prevenção de doenças crônico-degenerativas nesta população.
Título em inglês
Physical activity pattern, sedentary behavior and correlates in the adult population in Ribeirão Preto, SP-2006 - OBEDIARP Project
Palavras-chave em inglês
Associated Factors
Cross- Sectional Research
Epidemiology
Physical Activity
Public Health
Sedentary Behavior
Resumo em inglês
Objectives: Identify the physical activity (PA) and sitting time (ST) pattern, as well as correlates, in the population aged 30 years and older living in Ribeirão Preto-SP, Brazil, in 2006 and compare two criteria used to classify the PA pattern: International Physical Activity Questionnaire - (IPAQ) and American College of Sports Medicine/American Heart Association (ACSM/AHA). Methods: A cross-sectional population-based epidemiological research was carried out using three-stage sampling. The variability introduced in the third sampling fraction was corrected by attributing sampling weights, which considered the non-response rate and number of eligible units at each household, resulting in a weighted sample of 2197 participants. To assess the PA and ST pattern, the IPAQ questionnaire (short version) was used. To identify PA correlates, Poisson's regression model was applied to estimate prevalence ratios, by point and 95% confidence intervals, in crude and multivariate models. To identify ST correlates, multiple linear regression models were used to estimate angular coefficients (?) and their respective intervals, at a 95% confidence level, in crude and multivariate models. All estimates were calculated taking into account the sample design effect. To compare IPAQ and ACSM/AHA criteria, Kappa statistics were used, by point and 95% confidence intervals. Results: In the study sample, 62.5% of men and 67.9% of women showed "insufficient practice" of PA. Different variables remained associated with "insufficient practice" (IP) in the final models. Among men, remained associated: "number of work hours/day", "number of drugs consumed in last 15 days" and "self-related health". Among women, remained associated: "educational level" and "income". With regard to sitting time, in almost all categories of the research variables, men showed higher ST means than women, with a daily average of 306.2 minutes for men, and 270.3 minutes for women. In multivariate analysis, remained associated with ST: "gender", "years of education", "smoking", "metabolic waste (Mets*min*week-1)", "number of work hours/day" and "number of obesity antecedents". In general, prevalence rates for sufficient practice were slightly higher when applying ACSM/AHA criteria in comparison with IPAQ. Kappa statistics indicated satisfactory agreement between these criteria (Kappa?1), in both genders, with crude coefficients kmale=0.95 (CI95% 0.83-1.06) and kfem=0.93 (CI95% 0.85-1.01). Conclusions: The IPAQ and ACSM/AHA criteria showed practically the same ability to classify participants in terms of PA levels. The results indicated high IP prevalence and ST means in the population. The associations found reinforce the need to implement specific Programs of PA promotion and ST decrease, as different sets of factors remained associated with these outcomes. These Programs can contribute to the adoption of a healthy lifestyle and to the prevention of chronic-degenerative diseases in this population.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-04-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.