• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2013.tde-11062013-191852
Documento
Autor
Nome completo
Gisele Brides Prieto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2013
Orientador
Banca examinadora
Carlo, Marysia Mara Rodrigues do Prado de (Presidente)
Engel, Edgard Eduard
Lima, Regina Aparecida Garcia de
Título em português
Qualidade de vida de pacientes submetidos à ressecção de tumores musculoesqueléticos.
Palavras-chave em português
amputação
funcionalidade
neoplasias ósseas
Qualidade de vida
salvamento de membro
Resumo em português
Este estudo avalia a qualidade de vida de sujeitos acometidos por tumores musculoesqueléticos de membros inferiores, submetidos a cirurgias de ressecção, com salvamento de membro ou amputação. A casuística foi composta por 56 sujeitos, avaliados no período de 14 meses (agosto de 2011 a setembro de 2012), que foram divididos em três grupos: 1- 12 amputados; 2- 16 em pós-operatório de salvamento do membro (colocação de endoprótese ou reconstrução biológica); 3- sujeitos saudáveis (sem diagnóstico de câncer), selecionados entre a população em geral, de forma pareada com os outros grupos, segundo sexo, idade, escolaridade e condição socioeconômica. Além do Critério de Classificação Econômica Brasil (2010), foram aplicados dois protocolos de avaliação, um de qualidade de vida (Medical Outcomes Study 36 - Item Short-Form Health Survey - SF-36) e o outro de capacidade funcional (Toronto Extremity Salvage Score - TESS), ambos adaptados culturalmente e validados no Brasil. Os dados foram estatisticamente analisados, conforme preconizado por cada protocolo. Os resultados indicaram que ambos os tipos de abordagem cirúrgica (amputação ou reconstrução) produziram prejuízos na capacidade funcional e na qualidade de vida dos sujeitos acometidos por tumores musculoesqueléticos, quando comparados à população saudável. Diferentemente do que apontaram outros trabalhos internacionais com casuística semelhante, os sujeitos submetidos a amputações apresentaram resultados melhores relacionados à sua capacidade funcional e à qualidade de vida, na maioria dos domínios do SF36 e com relevância estatística (p=0,001) no escore final do TESS, do que aqueles submetidos a técnicas de salvamento de membro. Por fim, é importante analisar a percepção dos sujeitos sobre sua funcionalidade e qualidade de vida, de modo a encontrar caminhos mais adequados no processo de reabilitação desta população.
Título em inglês
Quality of life of patients undergoing resection of musculoskeletal tumors.
Palavras-chave em inglês
amputation
bone neoplasm
extremity salvage.
functionality
Quality of life
Resumo em inglês
This study appraises the quality of life of individuals with musculoskeletal tumors in lower extremities, undergoing resection surgeries with extremity salvage or amputation. The casuistry was composed by 56 subjects assessed in the course of 14 months (from August, 2001 to September, 2012), who were divided into 3 groups: 1- 12 amputated; 2- 16 in postsurgical extremity salvage (endoprosthesis implant or biological reconstruction); 3- healthy subjects (without cancer diagnosis), selected from the whole population, paired off with other groups, according to sex, age, schooling and socioeconomic status. Besides the Critério de Classificação Econômica Brasil (2010), two assessment protocols were applied, one about quality of life (Medical Outcomes Study 36 - Item Short-Form Health Survey - SF-36), and the other one about functional capacity (Toronto Extremity Salvage Score - TESS), both culturally adapted and validated in Brazil. The data were statistically analyzed according to what each protocol proclaims. The results revealed that both surgical approach types (amputation or reconstruction) caused harm to the functional capacity and to the quality of life of the subjects suffering from musculoskeletal tumors, when compared to the healthy population. Unlike what other international papers with similar casuistry have shown, the subjects undergoing amputation presented better results related to their functional capacity and quality of life, in the majority of the domains of SF36, with statistical relevance (p=0.001), than those submitted to the techniques of extremity salvage. Finally, it is important to analyze the subjects' perception on their functionality and quality of life in order to discover the most suitable ways in the process of rehabilitating this population.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
GiseleBridesPrieto.pdf (565.09 Kbytes)
Data de Publicação
2013-06-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.