• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2017.tde-24012017-152245
Documento
Autor
Nome completo
Jéssica Magalhães Felipe Batista
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Teixeira, Carla Regina de Souza (Presidente)
Becker, Tânia Alves Canata
Zanetti, Maria Lucia
Título em português
Efeito de apoio telefônico no conhecimento e atividades de autocuidado de pessoas com diabetes mellitus tipo 2
Palavras-chave em português
Autocuidado
Conhecimento
Diabetes mellitus
Telefone
Resumo em português
Estudo quantitativo observacional, de intervenção do tipo antes e depois, com objetivo de analisar o efeito do apoio telefônico no conhecimento e atividades de autocuidado de pessoas com diabetes mellitus tipo 2. Foi realizado no Centro de Saúde Escola de uma cidade do interior paulista. A amostra foi constituída por 48 pessoas que participaram do programa Apoio telefônico para o monitoramento em Diabetes mellitus - ATEMDIMEL/EERP/USP, em 2013. Para avaliação, foi utilizado um questionário para avaliação das variáveis sociodemográficas, clínicas e antropométricas, e os instrumentos Diabetes Knowledge Questionnaire e Questionário de Atividades de Autocuidado com o Diabetes. Para análise, utilizou-se estatística descritiva, os testes Qui-Quadrado de Pearson e Exato de Fisher. A idade dos participantes variou de 47 a 87 anos, com predomínio do sexo feminino (52,1%). A maioria era casado (64,6%) e aposentados (60,4%). A média de anos de estudo foi de 7 anos. O tempo de diagnóstico foi de 11 a 20 anos (37,5%), sendo o tratamento medicamentoso com insulina o mais utilizado (97,9%). A hipertensão arterial foi a comorbidade predominante (75,0%). A maior parte apresentava obesidade grau I (41,7%) antes e após a intervenção. Pela circunferência abdominal, a maioria apresentou alto risco cardiovascular (83,3%) antes da intervenção e após houve aumento para 87,5% dos participantes. A maioria antes da intervenção apresentou hiperglicemia (54,2%), com HbA1c alterada (77,1%), LDL-C classificado com ótimo (64,6%) e HDL-C alterado (95,8%). Para os triglicerídeos e colesterol, a maior parte foi classificado como ótimo. Após a intervenção, a maioria apresentou glicemia de jejum dentro da normalidade (52,1%) e HbA1c também alterada (85,4%). Os níveis de LDL-C permaneceram classificados com ótimo (66,7%) e os de HDL-C alterados (95,8%). Triglicerídeos e colesterol total mantiveram a classificação como ótimo. A maioria das pessoas apresentaram conhecimento maior ou igual a 8 (87,4%) antes da intervenção e 83,3% após. Sobre o autocuidado, antes da intervenção, os itens que obtiveram seguimento em cinco ou mais dias na semana foram relacionados ao "consumo de doces", "avaliar o açúcar no sangue", "secar entre os dedos dos pés", "tomar os medicamentos do diabetes", "utilizar a insulina conforme o recomendado" e "tomar os comprimidos do diabetes". Após a intervenção, verificou-se que além destes, também houve seguimento em cinco ou mais dias da semana no que se refere a "seguir uma dieta saudável", "consumo de frutas e vegetais", "examinar os pés" e "examinar dentro dos sapatos". Os itens que apresentaram maiores escores antes e após a intervenção foram "uso dos medicamentos e insulina" e os menores escores à "prática de atividade física por 30 minutos" e realizar "exercício físico específico". O apoio telefônico mostrou- se como uma ferramenta importante para favorecer o cuidado à pessoa com DM, pois permite identificar as reais necessidades da população para a mudança de comportamento e adesão ao tratamento proposto. Esta investigação oferece subsídios para novos estudos de intervenção com amostras maiores e tempo prolongado com intuito de melhorar o acompanhamento longitudinal da pessoa com DM
Título em inglês
The effect of telephone coaching in the knowledge and self-care activities of people with type 2 diabetes mellitus
Palavras-chave em inglês
Diabetes mellitus
Knowledge
Self-care
Telephone
Resumo em inglês
Observational quantitative study, of the "before and after" type of intervention, that aims to verify the effects of telephone coaching in the knowledge and self-care activities of people with type 2 diabetes mellitus. It was performed at Centro de Saúde Escola - CSE Prof. Dr. Joel Domingos Machado. Forty-eight people participated in the intervention, which were part of the Telephone coaching for monitoring in Diabetes mellitus - ATEMDIMEL/EERP/USP, in the year of 2013. In the data collection, a questionnaire was used for the evaluation of socio-demographic, clinic and anthropometric variables, in addition to the instruments Diabetes Knowledge Questionnaire and Self-care Activities with Diabetes Questionnaire. For analysis, descriptive statistics were used, besides Pearson's Chi-Square test and Fisher's Exact test. It was identified that the participants' ages ranged from 47 to 87 years old, with female predominance (52,1%). The majority of the participants were married (64,6%) and retired (60,4%). The average of schooling years was 7 years. The time of diagnosis was of 11 to 20 years (37,5%), being the drug treatment with insulin the most common (97,9%). Arterial hypertension was the predominant comorbidity (75,0%). The majority of the people presented class 1 obesity (41,7%) before and after the intervention. Most part of the participants presented high cardiovascular risk (83,3%) before the intervention, with an increase after it (87,5%). Previously to the intervention, the majority of patients showed hyperglycemia (54,2%), with altered HbA1c (77,1%), LDL-C classified as great (64,6%) and altered HDL-C (95,8%). About triglycerides and cholesterol, most part remained in great rating. After the intervention, most people presented fasting glycaemia within the normal range (52,1%) and HbA1c also altered (85,4%). LDL-C levels remained classified as great (66,7%), and HDL-C levels, altered (95,8%). Triglycerides and total cholesterol maintained great as their classification. The evaluation of knowledge revealed that before the intervention, 87,4% of the participants showed adequate knowledge in relation to DM, with a discreet reduction after it (83,3%). In the self-care activities evaluation, it was verified that, previously to the intervention, the activities that were most joined were related to the assessment of blood sugar, drying between toes, drug and insulin usage. After the intervention, beyond that, were also identified with fine adherence such activities as following a healthy diet, fruits and/or vegetables intake and examining the feet. It was verified that telephone coaching can be a good tool to assist in the care of a person with DM. This investigation offers subsidies for new intervention studies with larger samples and extended time in order to improve the longitudinal tracking of a person with DM
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-02-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.