• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.22.2011.tde-19012012-103351
Documento
Autor
Nome completo
Adriana Maria da Silva Felix
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Gir, Elucir (Presidente)
Barbosa, Maria Clara Padoveze Fonseca
Canini, Silvia Rita Marin da Silva
Iquiapaza, Adriana Cristina de Oliveira
Tancredi, Mariza Vono
Título em português
Fatores individuais, laborais e organizacionais associados à adesão às precauções-padrão de profissionais de enfermagem em uma instituição privada
Palavras-chave em português
Equipe de enfermagem
Modelo Explicativo da Adesão às Precaução- Padrão
Precauções universais
Resumo em português
As Precauções- Padrão (PP) são medidas fundamentais para proteger pacientes e profissionais da área da saúde (PAS) da aquisição de microorganismos patogênicos. Entretanto, a adesão às PP é insatisfatória e vários motivos são descritos para essa baixa adesão. OBJETIVO: Analisar os fatores individuais, laborais e organizacionais associados com a adesão às PP de profissionais de enfermagem de uma instituição privada localizada na cidade de São Paulo. MÉTODO: Estudo transversal realizado com uma amostra de 291 profissionais de enfermagem, distribuídos proporcionalmente entre enfermeiros, técnicos e auxiliares que trabalhavam em setores críticos, semi-críticos e emergência. Os dados foram coletados no período de outubro de 2010 a janeiro de 2011. Para a coleta de dados, utilizou-se um instrumento com questões socio demográficas e escalas de Likert com 5 opções de respostas, segundo o referencial teórico Modelo Explicativo da Adesão às Precauções- Padrão. RESULTADO: 78,0% (226/291) dos profissionais de enfermagem responderam usar as PP na assistência a todos os pacientes. A análise multivariada mostrou que a adesão às PP foi associada a fatores individuais, expressa por profissionais mais jovens; fatores laborais, expressa por menor percepção de obstáculos e ter recebido treinamento; e fatores organizacionais, expressa por maior percepção de clima de segurança institucional. CONCLUSÕES: As intervenções planejadas para a melhoria da adesão às PP devem ser voltadas não somente para treinamentos em serviço, mas também para ações de redução de barreiras e melhoria do clima de segurança institucional.
Título em inglês
Individual, labor and organizational factors associated with adherence to standard precautions of nursing professionals in a private institution
Palavras-chave em inglês
Explicative Model of the Adherence to Standard Precautions
Nursing Team
Universal precautions
Resumo em inglês
Standard Precautions (SP) are key measures to protect patients and health professionals (HP) from the acquisition of pathogenic microorganisms. However, adherence to the SP is unsatisfactory and several reasons are described for this low adherence. OBJECTIVE: To analyze individual, organizational and labor factors associated with adherence to the SP of nursing professionals from a private institution located in the city of São Paulo. METHOD: Cross-sectional study carried out with a sample of 291 nursing professionals, proportionally distributed among nurses, nursing technicians and nursing auxiliaries who work in critical, semi-critical and emergency care areas. Data were collected between October 2010 and January 2011. For data collection an instrument with sociodemographic questions and Likert-type scales with 5 response options was used, according to the theoretical framework of the Explanatory Model of Adherence to Standard Precautions. RESULT: 78.0% (226/291) of the nursing professionals answered using the SP in the care to all patients. Multivariate analysis showed that adherence to SP was associated with individual factors, expressed by younger professionals; labor factors, expressed by lower perception of obstacles and having received training; and organizational factors, expressed by a greater perception of institutional safety climate. CONCLUSIONS: Interventions designed to improve the adherence to SP should target not only in-service training, but also actions to reduce barriers and improve the institutional safety climate.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-02-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.