• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.22.2013.tde-17012014-110238
Documento
Autor
Nombre completo
Liliana Batista Vieira
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2013
Director
Tribunal
Cassiani, Silvia Helena De Bortoli (Presidente)
Freitas, Osvaldo de
Nogueira, Maria Suely
Pereira, Leonardo Régis Leira
Silva, Ana Elisa Bauer de Camargo
Título en portugués
Avaliação da adesão à terapêutica medicamentosa de pacientes idosos hipertensos antes e após o desenvolvimento e uso de um Sistema Eletrônico de Uso Personalizado e Controlado de Medicamentos (SUPERMED)
Palabras clave en portugués
Adesão Medicamentosa
Hipertensão
Idosos
Organizador de medicamentos
Segurança
Resumen en portugués
Considerando que a hipertensão arterial sistêmica tem alta prevalência, baixas taxas de controle e que o risco de desenvolver a doença aumenta com a idade, este estudo teve como propósito avaliar a adesão à terapêutica medicamentosa de um grupo de pacientes idosos, hipertensos e atendidos em uma Unidade Básica de Saúde do interior do estado de São Paulo, antes e após o desenvolvimento e a utilização de um Sistema Eletrônico de Uso Personalizado e Controlado de Medicamentos (SUPERMED). Com metodologia do tipo de estudo quase experimental, prospectivo e comparativo, foram acompanhados 32 idosos hipertensos, que utilizavam pelo menos quatro medicamentos diferentes continuamente, em períodos diferentes: "antes da implantação do SUPERMED", no "dia da implantação" e "após a implantação do SUPERMED". Para o acompanhamento dos idosos, foram utilizados os seguintes recursos do SUPERMED: as caixas organizadoras de medicamentos, identificadas com o horário correto de utilização, os sachês de doses unitárias e um relógio com alarme. A adesão foi avaliada através do Teste de Morisky e Green, aplicado antes e após o uso do SUPERMED. Durante todo o acompanhamento dos idosos, realizou-se o controle da pressão arterial, da glicemia pós-prandial, do índice de massa corporal e da circunferência abdominal. O projeto foi provado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo e foi solicitado aos participantes da pesquisa o seu consentimento, mediante a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Todas as análises foram conduzidas com software estatístico e com o programa Microsoft Excel ®. A média da idade dos participantes do estudo foi de 71,4 anos (DP 5,6); o predomínio foi do sexo feminino (65,6%); 18,8% eram analfabetos; a média do diagnóstico de hipertensão foi de 19,4 (DP 10,1) anos e a média de medicamentos utilizados foi de 8,0 por idoso. Além da hipertensão, 75% dos idosos apresentavam diabetes melito, 75% dislipidemia e 59,4% obesidade. Após o uso do SUPERMED, a média dos valores da pressão arterial sistólica diminuiu em 21,6 mmHg (p<0,0001) e da pressão arterial diastólica em 4,7 mmHg (p<0,0001). Os resultados do Teste de Morisky e Green mostraram uma baixa adesão dos idosos antes da implantação do SUPERMED, onde 81,2% foram considerados como "menos aderentes". Após a implantação do SUPERMED, 96,9% foram considerados como "mais aderentes" (p<0,01). O uso do SUPERMED melhorou a adesão medicamentosa e diminuiu os valores da pressão arterial, proporcionando ao idoso uma segurança e uma satisfação no que diz respeito à organização e à utilização correta de seus medicamentos
Título en inglés
Evaluation of adherence to drug therapy in elderly hypertensive patients before and after the development and the use of an Electronic System of Personal and Controlled Use of Medication (SUPERMED)
Palabras clave en inglés
Drug organizer
Elderly
Hypertension
Medication adherence
Patient's safety
Resumen en inglés
Considering that the arterial systemic hypertension has a high prevalence, low control taxes and that the risk to develop the disease increases with the aging, the objective of this study was to evaluate the adherence to the drug therapy in a group of elderly patients who have hypertension and are taken care of in a Basic Health Care Unit, in the country of São Paulo state, before and after the development and the utilization of an Electronic System of Personal and Controlled Use of Medication (SUPERMED). The study was almost experimental, prospective and comparative. 32 hypertensive elders were monitored, who used continually at least four different medications, in different periods: "before the use of SUPERMED", at "the day that they started using it" and "after the use of SUPERMED". To monitor the elderlies, the following SUPERMED resources were used: organizing medications boxes, identified with the suitable use time, the single dose pill packs and an alarm clock. The adherence was evaluated by the Morisky and Green Test, applied before and after the use of SUPERMED. During all the monitoring, the arterial pressure and the postprandial glycemia were controlled from the body mass index and the waist circumference. The project was approved by the Ethics Committee in Research from the College of Nursing from the University of São Paulo at Ribeirão Preto and approval from the research participants was asked, followed by the signing of the Statement of Consent. All the analysis was conducted with a statistics software application and the Microsoft Excel program. The elders´ average age in the study was 71.4 years old (DP 5.6); the female gender had the prevalence (65.6%); 18.8% were illiterate; the diagnosis average of hypertension was 19.4% (DP 10.1) years and the average of drugs used per elder was 8. Besides the hypertension, 75% of the elders showed diabetes mellitus, dyslipidemia rate was 75% and 59.4% were obese. After the use of SUPERMED, the systolic arterial pressure values' average decreased in 21.6 mmHg (p<0.0001) and the diastolic arterial pressure in 4.7 mmHg (p<0.0001). The Morisky and Green Test results showed a low adherence before SUPERMED was implanted, where 81.2% of the elders were considered "less adherent". After it was implanted, 96.9% were considered "more adherent" (p<0.01). The use of SUPERMED improved the medication adherence and decreased the arterial pressure values, providing the elders with safety and satisfaction about the organization and the proper use of their medications
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2014-01-21
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.