• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2010.tde-16112010-111054
Documento
Autor
Nome completo
Tânia Alves Canata Becker
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2010
Orientador
Banca examinadora
Teixeira, Carla Regina de Souza (Presidente)
Torquato, Maria Teresa da Costa Gonçalves
Zanetti, Maria Lucia
Título em português
O acompanhamento por telefone como estratégia de intervenção de enfermagem no processo de aplicação de insulina no domicílio
Palavras-chave em português
Diabetes Mellitus
Enfermagem
Telefone
Resumo em português
Trata-se de um estudo observacional, longitudinal, comparativo do tipo antes e depois com abordagem quantitativa que teve como objetivo analisar a competência da pessoa com diabetes mellitus para realizar o processo de aplicação de insulina, antes e após o acompanhamento por telefone. O estudo foi realizado em um centro de saúde escola do interior paulista. Participaram do estudo 26 pessoas com diabetes mellitus cadastradas no programa de automonitorização da glicemia capilar no domicílio. A coleta de dados ocorreu em três fases, de janeiro a fevereiro de 2010, no período de 30 dias para cada pessoa, através de entrevista semiestruturada, norteadas pelo instrumento de coleta de dados e o manual de intervenção. Na primeira fase era realizado o primeiro contato telefônico para a obtenção do consentimento do sujeito em participar do estudo, e em seguida, a aplicação do instrumento de coleta de dados para a avaliação da competência inicial. Na segunda fase era realizada a abordagem educativa em duas ligações telefônicas e na terceira fase foi realizada a avaliação da competência final. Na análise dos dados utilizou-se o software Statistical Analysis System SAS® 9.0, utilizando a PROC GLM, onde foi proposto a metodologia de análise da variância, com distribuição normal com média 0 e variância constante e o Teste de McNemar. O nível de significância estatístico adotado foi de 5% (p<0,05). Das 26 (100%) pessoas entrevistadas, 80,7% eram do sexo feminino, 69,2% casadas, 23% tinham até o primeiro grau incompleto, 34,6% do lar e 65,3% encontravam-se na faixa etária entre 50 a 59 anos. Em relação às variáveis clínicas: 12(46,15%) pessoas apresentaram tempo de diagnóstico entre 11 a 20 anos e 11(42,30%) tempo de uso de insulina <=5anos. Com relação às variáveis antropométricas, para o peso, altura e IMC, a média±dp foi de 78,81±16,17, 159,69±7,92 e 30,62±7,88. Em relação à análise da competência da pessoa com DM, 38(100%) questões eram referentes ao processo de aplicação de insulina. Dessas, o acompanhamento por telefone demonstrou-se eficiente em 30(78,9%) questões, pois em 19(50%) questões a intervenção foi estatisticamente significante (p<0,05), em 11(28,9%) não houve erros nas respostas das pessoas com diabetes mellitus na competência final e 7(18,4%) não eram passíveis de intervenção. Conclui-se que, o acompanhamento por telefone foi efetivo como estratégia de intervenção de enfermagem no processo de aplicação de insulina no domicílio. Nessa direção, apontamos a necessidade do uso mais abrangente dessa estratégia na atenção a pessoas com diabetes mellitus, bem como estudos futuros utilizando-se dessa ferramenta no acompanhamento de diversas condições crônicas.
Título em inglês
Telephone follow-up as a nursing intervention strategy in the process of home insulin application
Palavras-chave em inglês
Diabetes Mellitus
Nursing
Telephone
Resumo em inglês
This observational, longitudinal, quantitative, comparative, before and after study aimed to analyze the competence of people with diabetes mellitus (DM) to carry out the process of insulin application, before and after telephone follow-up. The study was carried out at a School Health Center in the interior of the state of São Paulo. Participants were 26 patients with diabetes mellitus registered in the Capillary Glucose Self-Monitoring Program at home. Data collection occurred at three stages, between January and February 2010, in a period of 30 days for each participant, through semi-structured interview, guided by data collection instrument and intervention guidebook. At the first stage, the first telephone contact was made with subjects to obtain their consent to participate in the study, as well as application of the data collection instrument for initial competency assessment. At the second stage, educational approach was done through two telephone calls and at the third stage final competency assessment was done. The software Statistical Analysis System SAS® 9.0, with PROC GLM, was used for analysis of variance, with normal distribution with average 0 and constant variation, and McNemar's Test. The level of statistical significance adopted was 5% (p<0.05). Of the 26 (100%) interviewed participants, 80.7% were female, 69.2% married, 23% had incomplete primary education, 34.6% were housewives and 65.3% were aged 50 to 59 years. As to the clinical variables: 12 (46.15%) participants presented time of diagnosis between 11 and 20 years and 11 (42.30%) time of use of insulin <=5 years. As to the anthropometric variables, averages ± standard deviation for weight, height and BMI (Body Mass Index) were 78.81±16.17, 159.69±7.92 and 30.62±7.88, respectively. Regarding the analysis of competency of people with DM, 38 (100%) questions addressed the process of insulin application. Of those, telephone follow-up was verified to be efficient in 30 (78.9%) questions, once in 19 (50%) questions the intervention was statistically significant (p<0.05), in 11 (28.9%) there were no mistakes in answers of people with diabetes mellitus in the final competency and 7 (18.4%) were not subject to intervention. It is concluded that telephone follow-up was effective as a nursing intervention strategy in the process of home insulin application. Thus, the need of a wider use of this strategy in care to people with diabetes mellitus, as well as future studies using this tool in follow-up of several chronic conditions is evidenced.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-11-22
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • BECKER, T.A.C, TEIXEIRA, C.R.S, and ZANETTI, M.L. Nursing intervention in insulin administration: telephone follow-up. Acta Paulista de Enfermagem [online], 2012, vol. 25, n. 1, p. 67-73. [cited 2013-04-20]. Available from : <http://www.scielo.br/pdf/ape/v25nspe1/11.pdf>
  • LANDIM, Camila Aparecida Pinheiro, et al. O significado do ensino por telefone sobre a insulina para pessoas com diabetes mellitus. Revista Gaúcha de Enfermagem [online], 2011, vol. 32, n. 3, p. 554-560. [acesso 2011-10-19]. Disponível em : <http://seer.ufrgs.br/RevistaGauchadeEnfermagem/article/view/17447>
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.