• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.22.2020.tde-07072020-145319
Documento
Autor
Nome completo
Flavia Correa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Stabile, Angelita Maria (Presidente)
Menegueti, Mayra Gonçalves
Moreto, Viviana
Carnio, Evelin Capellari
Título em português
Presença de critérios diagnósticos de sepse na admissão e sua relação com as características clínicas e desfecho em pacientes diagnosticados com sepse
Palavras-chave em português
Choque séptico
Infecção
Unidades de terapia intensiva
Resumo em português
A sepse é definida como a resposta inflamatória desrregulada do hospedeiro àuma infecção, sendo considerada um problema de saúde pública mundialmente. Elapode ser classificada de acordo com o local da aquisição da infecção em adquirida na comunidade ou adquirida no hospital, cada uma com características distintas, no entanto, a definição para a sepse de origem comunitária é divergente na literatura e neste estudo optou-se por classificar os pacientes em dois grupos: pacientes sem critérios para o diagnóstico sepse no momento da admissão e pacientes com critérios para o diagnóstico de sepse no momento da admissão. O objetivo deste estudo foi caracterizar e analisar os contrastes nas hospitalizações entre pacientes sem e com critérios diagnósticos de sepse no momento da admissão em doishospitais de grande porte do interior do estado de São Paulo. Trata-se de estudo quantitativoque foi desenvolvido por meio da revisão dos prontuáriosde todos os pacientes com idade superior a 18 anos, diagnosticados com sepse e internados nas duas instituições, no período de janeiro a dezembro de 2018. Foram analisadas variáveis sociodemográficas e clínicas relacionadas à sepse. A população do estudo foi de 385 prontuários de pacientes, sendo que 326 não apresentavam critério e 59 (15,3%) apresentavam critério de sepse no momento da admissão. Observou-se predominância do sexo masculino e de pacientes com idade inferior a 60 anos, no entanto, não há associação do sexo ou da idade com a presença de critério de sepse no momento da admissão. Pacientes com critério de sepse na admissão apresentavam mais comprometimento dos parâmetros laboratoriais e clínicos do que os pacientes sem critério. O desfecho da internação (óbito ou alta hospitalar) não foi associado à presença de critério de sepse no momento da admissão, porém, o tempo de internação hospitalar foi menor nos pacientes com critério do que nos sem critério. Na análise conjunta da população do estudo, observou-se que a idade inferior a 60 anos e a internação para tratamento cirúrgico associaram-se à alta hospitalar. Assim, conclui-se que, em comparação com os pacientes sem critérios para o diagnóstico de sepse na admissão, os pacientes com critério apresentaram mais sinais de disfunção orgânica no momento da admissão emenor tempo de internação na terapia intensiva, além disso, a presença ou não de critérios para o diagnóstico de sepse no momento da admissão não está associada ao desfecho da internação
Título em inglês
Presence of sepsis criteria on admission and its relationship to clinical characteristics and outcomes in patients diagnosed with sepsis
Palavras-chave em inglês
Infection
Intensive care units
Septic shock
Resumo em inglês
Sepsis is defined as the host's deregulated inflammatory response to an infection and is considered a public health problem worldwide. It can be classified according to the place of acquisition of infection in community-acquired or hospital-acquired infection, each with distinct characteristics; however, the definition for community-based sepsis is divergent in the literature and in this study we opted for classify patients into two groups: patients without criteria for sepsis diagnosis at admission and patients with criteria for sepsis diagnosis at admission. The aim of this study was to characterize and analyze the contrasts in hospitalizations between patients without and with sepsis diagnostic criteria at the time of admission in two large hospitals in the interior of the state of São Paulo. This is a quantitative study that was developed by reviewing the medical records of all patients aged over 18 years, diagnosed with sepsis and hospitalized in both institutions, from January to December 2018. We analyzed sociodemographic and clinical variables related to sepsis. The study population was 385 patient records, of which 326 had no criteria and 59 (15.3%) had sepsis criteria at the time of admission. There was a predominance of males and patients younger than 60 years; however, there is no association of gender or age with the presence of sepsis criteria at the time of admission. Patients with sepsis criteria on admission had more impairment of laboratory and clinical parameters than patients without criteria. The outcome of hospitalization (death or hospital discharge) was not associated with the presence of sepsis criteria at admission; however, the length of hospital stay was shorter in patients with criteria than in those without criteria. In the joint analysis of the study population, it was observed that the age below 60 years and hospitalization for surgical treatment were associated with hospital discharge. Thus, it can be concluded that, compared to patients without criteria for the diagnosis of sepsis on admission, patients with criteria presented more signs of organ dysfunction upon admission and shorter Intensive Care Units stay, in addition to the presence or not of the criteria for diagnosis of sepsis at admission are not associated with the outcome of the hospitalization
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
FLAVIACORREA.pdf (1.13 Mbytes)
Data de Publicação
2020-07-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.