• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.22.2016.tde-06052016-165200
Documento
Autor
Nombre completo
Cibele Dias Cucick
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2016
Director
Tribunal
Castro, Fabiana Faleiros Santana (Presidente)
Rabeh, Soraia Assad Nasbine
Schoeller, Soraia Dornelles
Título en portugués
Desenvolvimento de video educativo para a aprendizagem do autocateterismo vesical intermitente
Palabras clave en portugués
Bexiga neurogênica
Mídia educativa
Prática baseada em evidências
Reabilitação
Resumen en portugués
A bexiga neurogênica é uma disfunção vesical decorrente principalmente da lesão medular. O cateterismo vesical intermitente é o tratamento mais indicado na atualidade, deve ser realizado de 4 a 6 vezes ao dia, durante toda a vida, visando a proteção do trato urinário superior e a aquisição da continência urinária. Na reabilitação desses indivíduos, a autocateterização vesical é um desafio enfrentado na busca pela autonomia, privacidade, inserção social e participação. Os vídeos educativos são utilizados para o aprendizado do autocateterismo em vários países, por serem de fácil utilização e acesso via internet. Apesar disso, não existem vídeos realizados para o contexto brasileiro, levando em consideração os cateteres urinários e a técnica utilizada no Brasil. Este estudo teve como objetivo desenvolver e validar um vídeo educativo para a realização do autocateterismo vesical intermitente limpo. Trata-se de um estudo quantitativo, desenvolvido em duas fases: 1ª fase com a avaliação de vídeos educativos públicos direcionados para a aprendizagem do autocateterismo vesical intermitente com a técnica limpa; e 2ª Fase, com o desenvolvimento e validação de um vídeo educativo voltado para aprendizagem do autocateterismo. O levantamento dos vídeos utilizou um site de compartilhamento de vídeos utilizando o descritor "autocateterismo". Os vídeos foram avaliados por três juízes da área de saúde. O processo de desenvolvimento e validação do roteiro do vídeo educativo utilizou questionários previamente ratificados. Participaram dessas etapas, respectivamente, 18 e 17 juízes experts em reabilitação e/ou no ensino em saúde. O levantamento mostrou que apenas 3,5% (172) do total de vídeos disponíveis no site pesquisado eram voltados para o aprendizado do autocateterismo no contexto brasileiro. Seis vídeos eram específicos para o autocateterismo, dos quais quatro tinham informações desatualizadas ou incorretas, apenas dois atingiram a pontuação aceitável. Na validação do roteiro observou-se um predomínio de participantes do sexo feminino (94,44%), com idade de 30 a 60 anos, dos quais 72,22% possuíam mestrado e 50% atuavam há mais de cinco anos na área de reabilitação. O roteiro foi considerado validado com 96,29% das respostas dos juízes "concordo" ou "concordo totalmente" nas questões referentes ao quesito objetivo, 91,09% para quesito conteúdo, 98,12% em relação ao quesito relevância, 75% quanto ao quesito ambiente, 71,11% no quesito linguagem verbal e 92,70% referente à inclusão de tópicos. A produção do vídeo contou com uso de tecnologia 3D e apoio de uma equipe técnica especializada. No que se refere à validação do conteúdo do vídeo educativo, o conteúdo do vídeo foi considerado validado com 100% dos juízes que responderam "concordo" ou "concordo totalmente" nas questões referentes à funcionalidade, 86,27% referentes à usabilidade, 97,06% no quesito eficiência, 100% para técnica audiovisual, 94,11% quanto ao ambiente e 97,05% procedimento. O vídeo educativo foi avaliado positivamente tanto pela qualidade das informações quanto pela didática do ensino, mostrando a relevância da validação de materiais educativos. A expectativa é disseminar o vídeo educativo em diferentes centros de reabilitação e Universidades, visando propagar e tornar o conhecimento sobre a temática mais acessível à sociedade e aos profissionais de saúde, em especial os de reabilitação. Além de incentivar e embasar metodologicamente o desenvolvimento de outros vídeos educativos na área da saúde
Título en inglés
Development of an educational video on how to learn intermittent self-catheterization
Palabras clave en inglés
Educational media
Evidence-Based on Practice
Neurogenic bladder
Rehabilitation
Resumen en inglés
The neurogenic bladder is a vesical dysfunction mainly due to spinal cord injury. Clean intermittent catheterization is currently the best treatment and it should be performed 4-6 times a day, during the entire lifetime, in order to protect the upper urinary tract and the acquisition of urinary continence. The rehabilitation of the affected people, by the use of self-catheterization is a challenge, which has to be faced to maintain autonomy, privacy, social inclusion and participation. Educational videos on self-catheterization are used in several countries because of its handling and wide accessibility via Internet. However, there are no videos concerning Brazilian context, considering the urinary catheters and catheterization techniques used in Brazil. This study aimed to develop and validate an educational video on how to perform intermittent self- catheterization in Brazilian context. It is a quantitative study, divided in two phases: The 1st phase including the evaluation of existing public educational videos with the aim to learn the intermittent self-catheterization using a clean technique and the 2nd phase with the development and validation of an educational video with the objective to learn the self-catheterization. Educational videos have been gathered searching the keyword "self- catheterization" on a video- sharing Website. Three judges of the healthcare area evaluated the videos. The development and validation process of the storyboard of the educational video used previously evaluated questionnaires. In these phases, respectively, 18 and 17 judges, who are experts in rehabilitation and/or health education took part. The first evaluation showed that only 3.5% of all videos available (172) on the website had learning self-catheterization as content in Brazilian context. Six videos were specific about self-catheterization, of which four had outdated or incorrect information and only two achieved an acceptable score. In the evaluation of the storyboard participated mainly female specialists (94.44%), aged between 30 and 60 years, of which 72.22% had a master's degree and 50% worked for more than five years in the area of rehabilitation. The judges rated the storyboard with 96.29% of the responses being "agree" or "fully agree" regarding the purpose of the video, 91.09% regarding the content, 98.12% in relation to the relevance, 75% regarding the ambience, 71 11% regarding the verbal language and 92.70% in relation to the query inclusion of topics. The production of the video used 3D technology and was supported by a specialized technical team. With regard to the validation of educational video, the video content was considered validated with 100% of the judges responded "agree" or "fully agree" on issues related to functionality, 86.27% for usability, 97.06% in the query efficiency, 100% on the visual technique, 94.11% to the environment query and 97.05% for the procedure. Regarding the educational video validation, it was considered validated with 100% of respondents "agree" or "strongly agree" on issues related to functionality, 86.27% respondents to the query usability, 97.06% related to efficiency, 100% in the visual technique, 94.11% to the environment and 97.05% for the procedure. Both, the quality of information and the teaching didactic of the educational video was evaluated positively, showing the importance of validation of educational materials. The ambition is to spread the educational video in different rehabilitation centers and universities, in order to share the knowledge and make it accessible to the society and the health professionals, especially those working the area of rehabilitation. In addition, the goal is to encourage and consolidate the methodological development of other educational videos in the healthcare area
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
CIBELEDIASCUCICK.pdf (5.14 Mbytes)
Fecha de Publicación
2016-05-19
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.