• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.22.2006.tde-05022007-161856
Documento
Autor
Nombre completo
Gisele de Sousa
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2006
Director
Tribunal
Zanetti, Maria Lucia (Presidente)
Ribeiro, Rosane Pilot Pessa
Santos, Manoel Antonio dos
Título en portugués
Uso de adoçantes e alimentos dietéticos por pessoas diabéticas
Palabras clave en portugués
adoçantes dietéticos
alimentos dietéticos
diabetes mellitus
Resumen en portugués
O impacto do diabetes mellitus como sério problema de saúde pública está no fato de que a maioria das complicações crônicas inerentes a doença é incapacitante para a realização das atividades diárias e produtivas, compromete a qualidade de vida e é onerosa para o sistema de saúde. A terapia nutricional é parte fundamental do cuidado do diabetes e tem como principal alvo manter a glicemia mais próxima possível do valor normal, balanceando dieta, medicamentos e exercício físico. É comum o uso de adoçantes dietéticos em substituição ao açúcar por pessoas com diabetes, pois possuem alto poder adoçante conferindo ao alimento pouca ou nenhuma caloria. O presente estudo tem como objetivo investigar o uso de adoçantes e alimentos dietéticos por pessoas diabéticas cadastradas em um Serviço de Medicina Preventiva ? SEMPRE do interior do Estado de São Paulo. Para tanto, os dados foram obtidos por meio de um questionário composto de variáveis sócio-demográficas, variáveis relacionadas à doença e referentes ao consumo de adoçantes e alimentos dietéticos. Os dados foram registrados em planilhas construídas no MS Excel e a análise estatística foi realizada através do programa SPSS. A coleta de dados ocorreu nos meses de novembro e dezembro de 2005. Participaram do estudo 65 pessoas diabéticas, sendo 57 (87,7%) do tipo 2 e 5 (7,7%) do tipo 1. Respondem aos objetivos específicos deste estudo os seguintes resultados: houve predomínio de usuários do sexo feminino, idosos, casados, com ensino superior completo e renda familiar elevada. O tempo de diagnóstico médio foi de 13,9 anos. Quanto ao conhecimento acerca da doença, as respostas mais freqüentes foram: diabetes como excesso de açúcar no sangue e defeito do pâncreas para produzir quantidade adequada de insulina. Constatou-se consumo maior de aspartame em relação a outros edulcorantes. O fator que mais influenciou os usuários na escolha do adoçante foi o sabor. Verificou-se que os diabéticos deste estudo controlam a quantidade de seu adoçante no momento do uso. O refrigerante dietético é o produto dietético mais consumido pelos entrevistados, seguido pela gelatina. Alguns fatores que interferem no uso de adoçantes e alimentos dietéticos para esta população são: informações incorretas a respeito de tais produtos, preferência pelo sabor doce e a desconfiança e custo elevado dos alimentos dietéticos industrializados. Conclui-se que são necessários maiores esclarecimentos às pessoas diabéticas quanto ao uso de adoçantes e alimentos dietéticos, através de informações nutricionais mais completas nos rótulos destes produtos e por intermédio da orientação por parte dos profissionais de saúde que acompanham essas pessoas.
Título en inglés
Use of sweeteners and diet food by diabetic people
Palabras clave en inglés
diabetes mellitus
diet food
diet sweeteners
Resumen en inglés
The diabetic mellitus impact as a serious problem to the public health is in fact that the disease major chronic complication is the incapability to realize daily and productive activity, compromise the life quality and is costly to the health-system. The nutritional therapy is a fundamental part of diabetic care and has as a main target to keep the glicemia closer as possible to the normal value, balancing diet, medicine and physical activity. It is common use diet sweeteners as a replacement for sugar by diabetic persons, since they have a high sweetening level giving the food little or no calorie. The present study has a aim to check the use of diet sweeteners and diet foods by diabetics registered in the Serviço de Medicina Preventiva (Preventative Medicine Service) ? SEMPRE, in the countryside of São Paulo State. In order to achieve this, data were obtained by means of a questionnaire consisting of socio-demographic variables, variables related to the disorder and referring to the consumption of diet sweeteners and food. The data was registered in MS Excel worksheets and the statistical analysis was performed using the SPSS software. The gathering of said data took place between November and December of the year of 2005. Sixty five diabetic patients took part in the study, 57 (87,7%) being of type 2 and 5 (7,7%) being of type 1. The following results respond to the specific goals of this study: there was a predominance of female users, elderly, married, with completed college education courses and high familiar income. The average time of diagnosis was 13,9 years. As far as knowledge about the disorder was concerned, the most frequent answers were diabetes as an excess of sugar in the blood; and the pancreas failing to produce the adequate amount of insulin. A higher consumption of aspartame was found, compared to other sweeteners. Users were most influenced by taste when choosing a sweetener. It was verified that the diabetics participating in this study control the amount of sweetener consumption when using it. The diet soft drink is the most consumed diet product, followed by jelly. Some factors that interfere with the use of sweeteners in this population are: incorrect information about such products, a preference to sweet tastes and the distrust and expensive cost of manufactured diet products. It is concluded that better clarification is necessary to diabetics when it comes to the use of diet sweeteners and food, by means of more throughout nutritional information on the labels of such products and through health professionals caring for these people.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
GiseledeSouza.pdf (1,001.23 Kbytes)
Fecha de Publicación
2007-03-05
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.