• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Nathassia Barbosa Frigo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Pillon, Sandra Cristina (Presidente)
Junqueira, Marcélle Aparecida de Barros
Pegoraro, Natália Priolli Jora
Santos, Manoel Antonio dos
Título em português
Comportamentos de saúde e uso de álcool em estudantes de enfermagem
Palavras-chave em português
Comportamento de saúde
Estilos de vida
Estudantes de enfermagem
Transtornos relacionados ao uso de álcool
Resumo em português
O uso de álcool implica severos comprometimentos nos comportamentos de saúde e estilo de vida entre estudantes universitários. No presente estudo, o objetivo foi avaliar as relações entre uso de bebidas alcoólicas e comportamentos de saúde de estudantes de enfermagem. Trata-se de estudo descritivo de abordagem quantitativa. A amostra foi composta de 356 estudantes de enfermagem de uma instituição pública do interior paulista. Foi utilizado um instrumento contendo características sociodemográficas, informações sobre o consumo da substância e relacionadas aos aspectos acadêmicos, o Teste de Identificação do Uso de Álcool e o Questionário sobre Comportamentos de Saúde. A amostra foi composta predominantemente de mulheres (298; 83,7%), jovens com média de idade de 21,5±3,5 anos, variando entre 17 e 49 anos, solteiras (331; 92,9%), católicas (190; 53,7%) e moravam com amigos (127; 35,6%). A prevalência de uso problemático de álcool foi de 29,4%. O uso problemático de álcool foi associado predominante a estudantes que apresentavam comportamentos de saúde mais precários. Estudantes que apresentavam comportamentos como frequentar festas (odds ratio ajustado 9,8; intervalo de confiança de 95% 2,672-36,643); dormir em sala de aula no dia após ter frequentado uma festa na noite anterior (odds ratio ajustado 2,3; intervalo de confiança de 95% 1,186-4,523); não evitar ambientes poluídos com fumaça de cigarro (odds ratio ajustado 3,3; intervalo de confiança de 1,714-6,582); não evitar mudar de parceiro sexual (odds ratio ajustado 3,9; intervalo de confiança de 95% 1,7678,900); dirigir, ou viajar de carro, não mantendo os limites de velocidade (odds ratio ajustado 3,3; intervalo de confiança de 95% 1,199-9,119) e consumir mais que duas doses de bebidas alcoólicas por dia (odds ratio ajustado 3,9; intervalo de confiança de 95% 1,957-7,090) apresentaram riscos potencialmente aumentados para o uso problemático de álcool na presente amostra. O uso de álcool em níveis problemáticos e a adoção de comportamentos de saúde precários têm sido temas de grande relevância para o estabelecimento de políticas de prevenção do uso de álcool e/ou outras drogas e a promoção de saúde e estilos de vida saudáveis no âmbito universitário, com vistas a minimizar ou prevenir os fatores de risco e suas possíveis consequências
Título em inglês
Health and alcohol use behaviors in nursing students
Palavras-chave em inglês
Alcohol-related disorders
Health behavior
Life styles
Nursing students
Resumo em inglês
Alcohol use implies severe harms in health behaviors and lifestyle among university students. In the present study, the objective was to evaluate the relationships between alcoholic beverage use and health behaviors of nursing students. This is a descriptive study with a quantitative approach. The sample consisted of 356 nursing students from a public institution in the interior of São Paulo. An instrument containing sociodemographic characteristics, information on substance consumption and related to academic aspects, the Alcohol Use Identification Test and the Health Behavior Questionnaire. The sample consisted predominantly of women (298, 83.7%), young people with an average age of 21.5 ± 3.5 years, ranging from 17 to 49 years old, single (331, 92.9%), catholic (190, 53.7%) and lived with friends (127, 35.6%). The prevalence of problematic alcohol use was 29.4%. The problematic use of alcohol was associated predominantly with students who presented more precarious health behaviors. Students presenting behavior as attending parties (adjusted odds ratio 9.8; 95% reliance interval: 2,672-36,643); sleeping in the classroom the day after attending a party the night before (adjusted odds ratio 2.3; 95% reliance interval 1,186-4,523); not to avoid environments polluted with cigarette smoke (adjusted odds ratio 3.3, reliance interval of 1,714-6,582); not to avoid changing sexual partner (adjusted odds ratio 3.9, 95% reliance interval 1,767-8,900); (adjusted odds ratio 3.3, 95% reliance interval 1,199-9,119), and to consume more than two doses of alcoholic beverages per day (adjusted odds ratio 3.9, range 95% reliance interval 1.957-7.090) presented potentially increased risks for problematic alcohol use in the present sample. The use of alcohol at problematic levels and the adoption of precarious health behaviors have been subjects of great relevance for the establishment of alcohol and / or other drug prevention policies and the promotion of health and healthy lifestyles at the university scope, with a view to minimizing or preventing risk factors and their possible consequences.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.