• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2019.tde-28012019-144608
Documento
Autor
Nome completo
Jucelí Andrade Paiva Morero
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Cardoso, Lucilene (Presidente)
Esper, Larissa Horta
Miasso, Adriana Inocenti
Pereira, Sandra de Souza
Título em português
Impacto do estresse precoce no agravo do transtorno afetivo bipolar em um Centro de Atenção Psicossocial
Palavras-chave em português
Depressão ; Estratégias de enfrentamento ; Estresse precoce ; Ideação suicida ; Mania ; Suporte social ; Transtorno bipolar
Resumo em português
O Estresse precoce pode ocasionar graves consequências na vida adulta. Entre pacientes com Transtorno Afetivo Bipolar sua ocorrência ainda carece de ser avaliada em estudos ampliados que contemplem sua complexidade de maneira mais abrangente, considerando fatores pessoais, ambientais e psicossociais. Com o objetivo de investigar e ampliar a compreensão da relação entre o Estresse precoce, sintomas do humor (depressão e mania), estratégias de enfrentamento e ideação suicida em pacientes com Transtorno Afetivo Bipolar em um serviço comunitário no interior de São Paulo, desenvolveu-se um estudo transversal, analítico, exploratório, de abordagem quantitativa, utilizando os instrumentos: entrevista clínica para confirmação diagnóstica, de acordo com os critérios do DSM-IV; questionário sociodemográfico, de condições clínicas e de saúde, Escala de Depressão de Hamilton (HAM-D); Escala de Mania (YOUNG); Escala de ideação suicida (BSI); Escala de modos de enfrentamento de problemas (EMEP) e Questionário sobre Traumas na Infância (CTQ). Utilizou-se estatística descritiva e analítica, realizando-se testes Qui-quadrado, com coeficiente de correlação de Pearson e regressão logística, considerando níveis de significância de 0,05. Obteve-se aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa e a amostra foi de conveniência não probabilística com 50 pacientes com TAB. Prevaleceram mulheres (66,0%), com idade média de 42,7 anos (dp +12,3), 56,0% possuíam ensino médio, 44,0% eram casados ou com companheiro fixo, 90,0% moravam com a família, 88,0% tinham religião, 60,0% estavam afastados ou desempregados, 74,0% viviam com renda mensal de até um salário mínimo, 48,0% tiveram tentativas de suicídio, 58,0% passaram por internações psiquiátricas prévias, 84,0% não praticavam atividade física e 56,0% possuíam comorbidades. A prevalência de Estresse precoce foi de 68,0%, não houve associação estatisticamente significativa entre Estresse precoce, sintomas do humor, estratégias de enfrentamento e ideação suicida entre pacientes com TAB em seguimento em um serviço comunitário. Possivelmente, tais resultados reflitam o impacto que as ações de apoio e suporte social oferecidas pelo CAPS e pela família tem proporcionado a estes pacientes. Os resultados deste estudo indicaram alta prevalência de Estresse precoce que, embora não associado com as demais variáveis, mostra-se relevante na vida destes pacientes. Estudos sobre o Estresse precoce e TAB, relação entre serviço/paciente/família e estratégias de enfrentamento no contexto comunitário podem indicar melhores formas de tratamento e implementação de políticas públicas que garantam melhor qualidade de vida a estes pacientes
Título em inglês
Impact of early stress on bipolar affective disorder in a Psychosocial Care Center
Palavras-chave em inglês
Bipolar disorder ; Coping strategies ; Depression ; Early stress ; Mania ; Social support ; Suicidal ideation
Resumo em inglês
Early stress can have serious consequences in adult life. Among patients with Bipolar Affective Disorder, its occurrence still needs to be evaluated in expanded studies that contemplate its complexity in a more comprehensive way, considering personal, environmental and psychosocial factors. With the objective of investigating and broadening the understanding of the relationship between early stress, mood symptoms (depression and mania), coping strategies and suicidal ideation in patients with Bipolar Affective Disorder in a community service in the interior of São Paulo, a cross-sectional, analytical, exploratory, quantitative approach using the instruments: clinical interview for diagnostic confirmation, according to DSM-IV criteria; sociodemographic questionnaire, clinical and health conditions, Hamilton Depression Scale (HAM-D); Mania Scale (YOUNG); Suicidal ideation scale (BSI); Scale of problem coping modes (EMEP) and Trauma Questionnaire in Childhood (CTQ). Descriptive and analytical statistics were used, with Chi-square tests, with Pearson correlation coefficient and logistic regression, considering levels of significance of 0.05. Approval was obtained from the Research Ethics Committee and the sample was of non-probabilistic convenience with 50 patients with BAD. Prevalence of women (66.0%), mean age 42.7 years (dp +12.3), 56.0% had a high school education, 44.0% were married or had a fixed partner, 90.0% lived with the family, 88.0% had religion, 60.0% were retired or unemployed, 74.0% lived with monthly income of up to one minimum wage, 48.0% had attempted suicide, 58.0% had psychiatric hospitalizations 84.0% did not practice physical activity and 56.0% had comorbidities. The prevalence of early stress was 68.0%; there was no statistically significant association between early stress, mood symptoms, coping strategies, and suicidal ideation among patients with BD at follow-up at a community service. These results may reflect the impact that the support and social support actions offered by the CAPS and the family have provided to these patients. The results of this study indicated a high prevalence of early stress that, although not associated with the other variables, is shown relevant in the life of these patients. Studies on early stress and BD, relationship between service / patient / family and coping strategies in the community context may indicate better ways of treatment and implementation of public policies that guarantee a better quality of life for these patients
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-02-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.