• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.22.2015.tde-08102015-195107
Documento
Autor
Nome completo
Neliane Aparecida Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Souza, Jacqueline de (Presidente)
Miasso, Adriana Inocenti
Santos, Manoel Antonio dos
Título em português
Relações de trabalho, apoio social e condições de saúde mental: um estudo sobre mulheres costureiras
Palavras-chave em português
Apoio social
Saúde mental
Substâncias psicoativas
Trabalho
Resumo em português
O trabalho é uma atividade que sempre fez parte da humanidade, sendo um importante fator para a qualidade de vida, contudo, pode também produzir sofrimentos e gerar adoecimentos, em especial quando as relações que se dão neste ambiente não oferecem o apoio necessário para o combate do estresse e desgastes do dia-a-dia. Esta pesquisa teve por objetivo investigar a influência das relações de trabalho e do apoio social na saúde mental de mulheres costureiras. Trata-se de um estudo transversal, descritivo e exploratório com combinação de abordagens quantitativas e qualitativas que foi realizado com 56 costureiras de quatro fábricas de costura do município de Formiga - MG. Os dados relacionados ao apoio social e condições de saúde mental foram obtidos através de três escalas psicométricas, a saber: Escala de percepção de Suporte Social no Trabalho (EPSST), SRQ - 20 (Self-Report Questionarie) e Teste de Triagem do Envolvimento com Álcool, Tabaco e Outras Substâncias (ASSIST). Os scores obtidos de cada escala foram submetidos aos testes estatísticos não paramétricos de Qui-quadrado (chi-square tests) e teste exato de fisher (fisher`s exact tests) juntamente com os dados sociodemográficas, com objetivo de verificar a associação entre as variáveis. Foi também realizado um grupo focal com o objetivo de averiguar a partir da percepção das costureiras se as relações de trabalho contribuem para o adoecimento mental dessas mulheres. Durante a realização do estudo, foram considerados, todos os aspectos éticos das diretrizes e normas propostos pela resolução 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde para as pesquisas envolvendo seres humanos, com aprovação do Comitê de Ética e Pesquisa da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Quanto aos resultados, houve predominância de trabalhadoras com baixa escolaridade, que se autodeclaravam brancas e que não possuíam companheiro. Baseando-se no score do SRQ -20 foi identificado que mais da metade das costureiras entrevistadas (53,6%) apresentaram sintomas indicativos de transtornos mentais comuns, sendo que a maioria destas, referiram não receber ou ter dúvidas sobre o apoio social no trabalho, porém, não foi identificado associação significante entre o score dessas variáveis. Houve uma baixa prevalência do uso de substâncias psicoativas entre as mulheres entrevistadas. Foi também possível identificar que a atividade de costureira apresenta muitas características de precarização e que essas trabalhadoras percebem suas relações de trabalho como apoiadoras e também identificam nestas relações situações estressantes que contribuem para o desgaste e sofrimento
Título em inglês
Labor relations, social support and mental health conditions: a study on seamstresses
Palavras-chave em inglês
Mental health
Psychoactive substances
Soccial support
Work
Resumo em inglês
Work is an activity that has always been part of humanity, being an important factor in one's quality of life, however, it can also produce suffering and generate illnesses, especially when the relationships that occur in working environment do not offer the necessary support to fight stress and distress from work routine. This research aimed to investigate the influence of labor relations and social support on the mental health of seamstresses. This is a cross-sectional descriptive study with combination of quantitative and qualitative approaches and was conducted with 56 seamstresses of four sewing factories from Formiga- MG. The data relating to social support and mental health conditions were obtained by applying three psychometric scales, namely: the perceived social support scala (EPSST), SRQ - 20 (Self- Report questionarie) and Alcohol, Smoking and Substance Involvement Screening Test (ASSIST). The scores obtained from each scale were submitted to nonparametric statistical tests Chi-square and Fisher's exact test with the sociodemographic data, in order to verify the association between those variables. A focus group has been conducted in order to ascertain wether labor relations contribute to mental illness of these women from their perception. During the study, all ethical guidelines and standards proposed by Resolution 466/2012 of the National Health Council for research involving human subjects have been considered, with the approval by the Ethics and Research Committee of the Ribeirão Preto School of Nursing University of São Paulo. Regarding the results, there was a predominance of female workers with low education, which self-declared white and had no husband or non-marital partner. Relying on the SRQ -20 score it has been identified that more than half of the interviewed seamstresses (53.6%) had indicative symptoms of common mental disorders, and most of them, said they did not receive or have doubts about the social support at work. Significant association between the scores of these two latter variables was not identified. There was a low prevalence of substance use among the interviewed women. It was also possible to identify that the sewing activity has many precarious features and that these workers perceive their labor relationships as supportive and also identify stressful situations in these relationships that contribute to the distress and suffering
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-11-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.