• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.22.2021.tde-07052021-144607
Documento
Autor
Nome completo
Jamila Souza Gonçalves
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2021
Orientador
Banca examinadora
Souza, Jacqueline de (Presidente)
Pegoraro, Natália Priolli Jora
Pereira, Marta Cristiane Alves
Santos, Manoel Antonio dos
Título em português
O efeito de uma estratégia de promoção da saúde mental no consumo de álcool de estudantes de enfermagem
Palavras-chave em português
Consumo de bebidas alcóolicas
Estudantes de enfermagem
Habilidades sociais
Saúde mental
Resumo em português
Estratégias que visam o desenvolvimento de comportamentos socialmente habilidosos têm sido foco de estudos, principalmente no que concerne à prevenção e diminuição do consumo de álcool. Além disso a saúde social tem sido descrita como de suma importância em relação aos diferentes desfechos de saúde. Assim, considerando a importância do papel do enfermeiro na implementação de ações psicossociais, bem como a necessidade de ampliação do repertório de estratégias de prevenção e promoção da saúde mental, o presente estudo teve como objetivos analisar a relação entre saúde social, desempenho acadêmico e consumo de álcool entre estudantes de graduação em enfermagem; além de propor uma estratégia de promoção da saúde mental baseada no treino de habilidades sociais para o enfrentamento dos desafios do cotidiano acadêmico e analisar o possível efeito da mesma na redução do consumo de álcool destes estudantes. Trata-se de um estudo experimental realizado com estudantes dos primeiros anos dos cursos de enfermagem de uma universidade pública do interior do estado de São Paulo. Participaram do estudo 121 estudantes. A coleta de dados foi realizada por meio de escalas psicométricas sobre os indicadores adotados (apoio social, autoeficácia, consumo de álcool) e uma questão fechada sobre a percepção de cada participante em relação ao seu desempenho acadêmico. Para análise dos dados, foram empreendidos testes estatísticos não paramétricos, utilizando-se o software SPSS, versão 25.0, e a análise de variância através do software R. Os resultados apontaram para a existência de uma relação direta entre os aspectos da saúde social adotados (apoio social e autoeficácia) e o desempenho acadêmico dos estudantes. Verificou-se que o consumo de álcool não se mostrou como um influenciador direto de tais medidas (apoio social, autoeficácia e desempenho acadêmico). Quanto à estratégia de promoção da saúde mental proposta, ambos os grupos (intervenção e controle) experienciaram uma redução progressiva no consumo de álcool, sendo tal ocorrência possivelmente justificada pelo fato dos estudantes terem participado de uma palestra no decorrer de uma das etapas do estudo. Diante disso, entende-se que uma estratégia focada somente na saúde social dos estudantes não necessariamente terá efeitos diretos, no curto prazo, na redução do consumo de álcool. Desse modo sugere-se tanto que tais efeitos sejam investigados no longo prazo em estudos futuros quanto que os dois tipos de abordagem sejam viabilizados aos estudantes, considerando a necessidade de tais resultados tanto no curto quanto no longo prazo. Isto é, depreende-se que estratégias que integrem tanto modalidades mais tradicionais e com foco direto no consumo de álcool quanto modalidades alternativas e com foco na saúde social têm mais potencial de propiciar efeitos no curto e longo prazo na redução do consumo do álcool entre estudantes de enfermagem.
Título em inglês
The effect of a mental health promotion strategy on nursing students' alcohol consumption
Palavras-chave em inglês
Consumption of alcoholic beverages
Mental health
Nursing students
Social skills
Resumo em inglês
Strategies aimed at the development of socially skilled behaviors have been the focus of studies mainly with regard to the prevention and reduction of alcohol consumption. In addition, social health has been described as of paramount importance in relation to different health outcomes. Thus, considering the importance of the nurse's role in the implementation of psychosocial actions as well as the need to expand the repertoire of prevention and promotion strategies for mental health, the present study aimed to analyze the relationship between social health, academic performance and consumption of alcohol among undergraduate nursing students; in addition to proposing a strategy for promoting mental health based on training social skills to face the challenges of academic life and analyzing its possible effect on reducing the alcohol consumption of these students. This is an experimental study carried out with students from the first years of nursing courses at a public university in the interior of the state of São Paulo. 121 students participated in the study. Data collection was performed using psychometric scales on the adopted indicators (social support, self-efficacy, alcohol consumption) and a closed question about the perception of each participant in relation to their academic performance. For data analysis, non-parametric statistical tests were carried out using SPSS software version 25.0 and analysis of variance using software R. The results showed the existence of a direct relationship between the social health aspects adopted (social support and self-efficacy) and the students' academic performance. It was found that alcohol consumption was not shown to be a direct influence on such measures (social support, self-efficacy and academic performance). As for the proposed mental health promotion strategy, both groups (intervention and control) experienced a progressive reduction in alcohol consumption, and this occurrence is possibly justified by the fact that the students participated in a lecture during one of the stages of the study. Therefore, it is understood that a strategy focused only on the social health of students will not necessarily have direct effects, in the short term, in reducing alcohol consumption. Thus, it is suggested that such effects should be investigated in the long term in future studies and that both types of approach should be made available to students considering the need for such results in both the short and long term. That is, it appears that strategies that integrate both more traditional modalities with a direct focus on alcohol consumption and alternative modalities and with a focus on social health have more potential to provide effects in the short and long term in reducing alcohol consumption among students of nursing.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-05-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.