• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.21.2021.tde-24022022-183645
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Saraiva Filippos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Montone, Rosalinda Carmela (Presidente)
Leonel, Juliana
Monteiro, Danielle da Silveira
Silva, Luciana Medeiros
Título em português
Avaliação dos Poluentes Orgânicos Persistentes em fêmeas vivas adultas e da transferência maternal em três espécies de tartarugas-marinhas que desovam no Brasil: Caretta caretta, Chelonia mydas e Lepidochelys olivacea
Palavras-chave em português
Bifenilos policlorados
Células vermelhas
Éteres difenil polibromados
Isótopos estáveis
Ovo
Pesticidas organoclorados
Plasma
Tartaruga-cabeçuda
Tartaruga-oliva
Tartaruga-verde
Resumo em português
O presente trabalho avaliou a contaminação por Poluentes Orgânicos Persistentes (POPs) no plasma e ovos de fêmeas de Caretta caretta, Chelonia mydas, e Lepidochelys olivacea que desovam no Brasil e se alimentam ao longo do Atlântico Sudoeste. A partir de amostras pareadas dessas matrizes da mesma fêmea, a transferência maternal foi avaliada. Os POPs, como os Bifenilos Policlorados (PCBs), Pesticidas Organoclorados (POCs) e Éteres Difenil Polibromados (PBDEs), são lipofílicos, tem alta estabilidade, toxicidade e baixa degradabilidade. Eles permanecem no ambiente por longos períodos, bioacumulam-se nos organismos, como as tartarugas marinhas e biomagnificam-se na cadeia alimentar. Esses quelônios, que estão ameaçados de extinção, podem ser utilizados como indicadores ambientais do ambiente onde se alimentam e vivem. A utilização de sangue e/ou plasma para a avaliação de POPs permite o monitoramento de animais vivos, diferentemente do uso de carcaças. Como a alimentação é a principal rota de exposição aos POPs, isótopos estáveis de carbono (13C) e nitrogênio (15N) das células vermelhas do sangue foram utilizados para elucidar a ecologia trófica das espécies. Foram coletadas amostras de fêmeas de C. mydas (n=31) na Reserva Biológica do Atol das Rocas RN, de C. caretta (n=28) e L. olivacea (n=19) no litoral norte da Bahia. Um total de 51 PCBs, 15 POCs e 7 PBDEs foi analisado em um cromatógrafo a gás acoplado a espectrômetro de massas triplo quadruplo (GC/MS/MS). Os isótopos foram avaliados em um analisador elementar acoplado a espectrômetro de massa de razão isotópica (IRMS). C. caretta apresentou as maiores concentrações de POPs, seguida por L. olivacea e C. mydas. As maiores concentrações medianas em ng g-1 (massa úmida) ocorreram para o PCB, com os seguintes valores para os plasmas e ovos: 0,227 e 0,351 para C. mydas, 1,34 e 2,50 para C. caretta e 0,425 e 1,80 para L. olivacea. O HCH foi o principal pesticida para C. mydas e o DDT para as demais espécies. A ocorrência de variações inter e intraespecíficas dos POPs nos plasmas e ovos e das razões isotópicas nas células-vermelhas do sangue refletem a plasticidade das espécies no uso de habitat e recursos alimentares. A partir das concentrações das matrizes pareadas, obteve-se correlação significativa e positiva para PCB e seus principais congêneres e DDT para C. caretta e L. olivacea, e para o PCB 153 em C. mydas, comprovando a transferência maternal. Apesar dos POPs terem sido banidos e/ou restringidos, as tartarugas avaliadas ainda estão expostas a esses contaminantes. Os dados apresentados neste trabalho são inéditos para a contaminação das fêmeas e seus respectivos ovos, além de ser o primeiro a avaliar POPs em plasma e ovo de L. olivacea e amostras pareadas para C. caretta. Esse estudo contribuiu para o conhecimento da contaminação por POPs nas tartarugas marinhas da costa brasileira, para auxiliar em estudos e programas de monitoramentos futuros, bem como em estratégias de conservação das tartarugas marinhas.
Título em inglês
Evaluation of Persistent Organic Pollutants in live adult females and maternal transference in three sea turtle species that nest in Brazil: Caretta caretta, Chelonia mydas and Lepidochelys olivacea
Palavras-chave em inglês
Egg
Green turtle
Loggerhead
Olive ridley
Organochlorine pesticides
Plasma
Polybrominated diphenyl ethers
Polychlorinated biphenyls
Red blood cells
Stable isotope
Resumo em inglês
The present study evaluated the contamination by Persistent Organic Pollutants (POPs) in the plasma and eggs of females of Caretta caretta, Chelonia mydas and Lepidochelys olivacea that nest in Brazil and feed along the Southwest Atlantic Ocean. The maternal transference was evaluated using paired samples of both matrices from the same female. POPs, such as Polychlorinated Biphenyls (PCBs), Organochlorine Pesticides (OCs) and Polybrominated Diphenyl Ethers (PBDEs), are lipophilic, have high stability, toxicity, and low degradability. They remain in the environment for long periods, bioaccumulate in organisms, such as sea turtles, and biomagnify in the food chain. These chelonians, which are threatened species, can be used as environmental indicators of the region where they feed and live. Unlike carcasses, the use of blood or plasma to assess the POPs allows to monitor live animals. As the food is the main route of POPs exposure, stable isotope of carbon (13C) and nitrogen (15N) from red blood cells were used to elucidate the trophic ecology of the species. The female samples were collected in the Biological Reserve of Atol das Rocas - RN for C. mydas (n=31) and in the northern coast of Bahia for C. caretta (n=28) and L. olivacea (n=19). A total of 51 PCBs, 15 OCs and 7 PBDEs was analyzed in a gas chromatograph with triple quadrupole mass spectrometer (GC/MS/MS). The stable isotope was evaluated in an elemental analyzer coupled to an isotopic ratio mass spectrometer (IRMS). C. caretta showed the highest concentrations of POPs, followed by L. olivacea and C. mydas. The highest median concentrations in ng g-1 (wet mass) occurred for PCB, with the following values for plasmas and eggs: 0.227 and 0.351 for C. mydas, 1.34 and 2.50 for C. caretta and, 0.425 and 1.80 for L. olivacea. The main pesticide for C. mydas was HCH and DDT for the other species. Inter and intraspecific variations found for POPs in plasmas and eggs, and stable isotope ratio in red blood cell reflect the plasticity of species in the use of the habitat and in food resources. From the concentration of paired matrices, a significant and positive correlation was found between PCB and its main congeners and DDT for C. caretta and L. olivacea, and of PCB 153 for C. mydas, and that prove maternal transference. Although POPs have been banned and/or restricted, the evaluated sea turtles are still exposed to these contaminants. The data presented in this work are unpublished for the contamination of females and their eggs; in addition, it is the first report to assess POPs in the plasma and eggs of L. olivacea and in paired samples of C. caretta. This study contributed to the knowledge of POP contaminations in sea turtles from Brazilian coast, and it can support future studies and monitoring programs, as well as the conservation strategies for sea turtles.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-02-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.