• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.21.2017.tde-22022017-173756
Documento
Autor
Nome completo
Ivo Vieira da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Montes, Isabel Montoya (Presidente)
Mahiques, Michel Michaelovitch de
Souza, Luiz Antonio Pereira de
Título em português
Caracterização da cunha sedimentar da Ilha de São Sebastião, São Paulo
Palavras-chave em português
cunha progradante infralitoral
cunha sedimentar
depósito de lama
sismoestratigrafia
Resumo em português
A Ilha de São Sebastião, localizada no Embaiamento de São Paulo, representa a fronteira entre a plataforma ao sul, coberta predominantemente por sedimentos lamosos derivados da pluma de água do Rio da Prata, e a plataforma ao norte, onde a distribuição de sedimentos provém de múltiplas fontes e com granulometria variável. O ressurgimento gerado pelas dinâmicas de massas de água, através do avanço e retração da Água Central do Atlântico Sul, aporta quantidade considerável de sedimentos para a plataforma interna, que então são transportados devido aos regimes oceanográficos atuantes, com correntes que alternam sazonalmente e que fluem em resposta à direção dominante dos ventos. A interação entre estes sedimentos e a complexa fisiografia da costa da Ilha de São Sebastião possibilita a deposição de um depósito sedimentar em forma de cunha de escala quilométrica, identificado pela primeira vez durante o cruzeiro oceanográfico NAP-Geosedex, em 2013, a bordo do NOc. Alpha Crucis. A análise de dados sísmicos coletados com quatro tipos de fontes diferentes ao longo de três cruzeiros oceanográficos, aliada a resultados ainda não publicados de datação e taxa de sedimentação de um testemunho sedimentar de 4 m de comprimento, permitiram a proposição de um modelo genético e evolutivo para a cunha sedimentar. Ademais, propõe-se a inserção da cunha no contexto global de depósitos progradantes de sedimentos fluviais da plataforma interna, segundo as nomenclaturas Cunha Progradante Infralitoral (Infralitoral Prograding Wedge - IPW) e Depocentros Lamosos (Mud Depocenters- MDCs). O depósito é formado por uma unidade inferior transgressiva (TST- Unidade U1) subjacente a um depósito característico de nível de mar alto (TSNA), formado, por sua vez, por três unidades (U2, U3 e U4), que exibem padrões progradantes e agradacionais. De acordo com a análise do testemunho, as idades da base das unidades superiores U3 e U4 datam de 1484 e 422 anos, respectivamente, sendo estimada uma idade de 6520 anos para o início da deposição do TSNA, o que ocorreu ao final da subida do nível do mar após o Último Máximo Glacial. As características de idade e de estrutura interna da cunha sedimentar possibilitam concluir que se trata de um depósito misto, com características tanto de IPWs como de MDCs.
Título em inglês
Characterization of the sedimentary wedge off Sao Sebastiao Island, Sao Paulo
Palavras-chave em inglês
infralittoral prograding wedge
mud depocenter
sedimentary wedge
seismic stratigraphy
Resumo em inglês
The Sao Sebastião Island, located in the Bight of São Paulo, is the boundary between the continental shelf to the south, covered by muddy sediments mainly derived from the La Plata River's water plume, and the shelf to the north, where the sediment distribution comes from multiple sources and is variable in grain size. The upwelling generated by the water masses dynamics through the advance and retreat of the South Atlantic Central Water, carries considerable amount of sediment to the inner shelf, which are then transported due to active oceanographic regimes, with seasonally alternating current that flows in response to the prevailing wind direction. The interaction between these sediments and the complex physiography of the coast of São Sebastião Island enables the deposition of a sedimentary deposit in the form of a kilometric scale wedge, first identified during the oceanographic cruise NAP-Geosedex in 2013, aboard the R/V Alpha Crucis. The analysis of seismic data collected from four different sources over three oceanographic cruises, combined with results of dating and sedimentation rate of a 4 m long core, allowed the proposition of a genetic and evolutionary model for the sedimentary wedge. Furthermore, it is proposed the wedge insertion in the global context of progradational deposits of river sediments in the inner shelf, according to the terms Infralittoral Prograding Wedge (IPW) and Mud Depocenters (MDCs). The deposit is composed by a lower transgressive unit (TST - Unit U1) underlying a characteristic deposit of highstand sea level (HST), which comprises three units (U2, U3 and U4). These HST units exhibit a progradational and agradational patterns. According to the sediment core analysis, the ages of the base of the two topmost units U3 and U4 dating from 1484 and 422 years B.P., respectively. The estimated age of the onset of deposition of the HST is 6520 years B.P., which occurred at the end of the sea level rise after the Last Glacial Maximum transgression. The age and the internal structure of the sedimentary wedge allow the conclusion that it is a mixed deposit, which has characteristics of both IPWs and MDCs.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-02-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.