• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.21.2013.tde-26092013-175550
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Andrade Genistretti
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Vanin, Ana Maria Setubal Pires (Presidente)
Berardo, Maria Teresa Valerio
Leite, Fosca Pedini Pereira
Título em português
Composição e distribuição espacial de Tanaidacea (Crustacea, Peracarida) nas regiões recifais Sebastião Gomes e Parcel dos Abrolhos, Banco dos Abrolhos (Bahia, Brasil)
Palavras-chave em português
Banco dos Abrolhos
características sedimentares
complexo recifal
distribuição faunística
Ecologia de Tanaidacea
Resumo em português
O presente estudo foi realizado no maior complexo recifal do Atlântico Sul, o Banco dos Abrolhos, e visou investigar a estrutura das comunidades de Tanaidacea, pequenos crustáceos da infauna comuns em substratos inconsolidado. Dois recifes foram analisados Sebastião Gomes (SG), localizado no arco costeiro, e Parcel dos Abrolhos (PA), localizado no arco externo. As coletas foram realizadas em julho de 2007 com a utilização de pegadores van Veen com área amostral 0,07m² em SG e 0,03m² no PA. O desenho amostral foi diferente nos dois recifes, em SG as amostras foram coletadas em 4 transectos (L, O, N e S) no entorno do recife, e no PA foram coletas no entorno e em um único transecto na direção da costa. Apesar do menor esforço amostral realizado no PA (0,81m²) comparado com SG (5,04m²), os tanaidáceos foram mais abundantes e mais diversificados no PA. Foram coletados 221 exemplares de 11 espécies em SG, e 417 indivíduos de 24 espécies no PA. O distanciamento recifal influenciou no perfil granulométrico das estações de SG, havendo diminuição do tamanho do grão, da contribuição carbonática e da heterogeneidade sedimentar. Estas características provavelmente estão ligadas à diminuição da riqueza e aumento da abundância, devido a ocorrência de uma espécie dominante. O transecto Sul de SG não apresentou nenhum Tanaidacea devido à ressuspensão sedimentar na base recifal causada, provavelmente, pela entrada de frentes frias na região. As características sedimentares no PA não variaram com o distanciamento recifal, sendo o sedimento muito heterogêneo e com altas taxas de carbonato biodetrítico em todas as estações. A comunidade de Tanaidacea do PA mostrou não estar relacionada aos fatores sedimentares analisados.
Título em inglês
Composition and spatial distribution of Tanaidacea (Crustacea, Peracarida) in Sebastião Gomes and Parcel dos Abrolhos reef regions, Abrolhos Bank (Bahia, Brazil)
Palavras-chave em inglês
Abrolhos Bank
faunal distribution
reef complex
sedimentary characteristics.
Tanaidacea Ecology
Resumo em inglês
This study was conducted in the largest South Atlantic reef complex, the Abrolhos Bank, and aimed to investigate the Tanaidacea community structure, that are small infaunal crustaceans common in soft bottom. Two reefs were analyzed: Sebastião Gomes (SG), located in the inner arc of the reef complex, and Parcel dos Abrolhos (PA), located in the outer arc. In July 2007, samples were collected with van Veen grabs of 0.07 m² area in SG and 0.03 m² in PA. The samples were designed in four transects around SG, and a transect in PA. Despite lower sampling effort in PA (0.81 m²) than SG (5.04 m²), tanaids were more abundant and richer in PA. There were collected a total of 221 specimens belonging to 11 species in SG, and 417 individuals belonging to 24 species in PA. The distance from the reef influence the sediment granulometry around SG, decreasing grain size, rate of carbonates and sedimentary heterogeneity. The distance also decreased richness and increased the abundance of the dominant species. SG southern transect did not present tanaids probably due to sediment resuspension in the reef base caused by south cold fronts in winter. The PA sediment was unaffected by the distance from the reef and was very heterogeneous, with high rates of carbonates in all sample sites. The PA Tanaidacea community was not related to the sedimentary characteristics analyzed.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-09-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.