• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.2.2019.tde-06082020-233340
Documento
Autor
Nome completo
Beatriz Trezzi Vieira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Prudente, Eunice Aparecida de Jesus (Presidente)
Amaral Junior, Alberto do
Andrade, Maria Lúcia da Cunha Victório de Oliveira
Blotta, Vítor Souza Lima
Oliveira, Dennis de
Yoshida, Consuelo Yatsuda Moromizato
Título em português
Direito à moradia, esfera pública e imprensa: o MTST na Folha de São Paulo
Palavras-chave em português
Análise crítica do discurso
Direito à moradia
Direitos Humanos
Esfera pública
Imprensa
Jornalismo
MTST
Resumo em português
Este estudo teve por objetivo analisar a compreender como o direito à moradia e um de seus principais postulantes no Brasil, o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), foram representados nas páginas do jornal de maior circulação no país, a Folha de S. Paulo, a partir da colaboração do líder do movimento para o veículo. Para tanto, foi realizada uma análise quantitativa sobre o espaço dedicado a esse objeto nas páginas do jornal e uma análise qualitativa de seu conteúdo, pela metodologia da Análise Crítica do Discurso. A abordagem interdisciplinar proposta incluiu o aprofundamento contextual do objeto de pesquisa em seus aspectos jurídicos, comunicacionais, linguísticos, urbanísticos e sociológicos. Conclui-se que a inefetividade ou a não-efetividade do direito à moradia como um direito social é uma questão ideológica, que se expressa discursivamente em narrativas como a jornalística e a jurídica, atuando essas instituições, de maneira geral, para manter a ordem estabelecida, portanto de forma desigual e injusta. O avanço na conquista da concretização desse direito passa pela renovação de práticas discursivas presentes na esfera pública, como é o caso do jornalismo, por meio de uma mudança paradigmática radical que permita torná-las verdadeiramente emancipadora.
Título em inglês
The right to housing, public sphere and the press: MTST in Folha de S. Paulo
Palavras-chave em inglês
Critical Discourse Analysis
Human Rights
Journalism
MTST
Public Sphere
Right to Housing
The Press
Resumo em inglês
The purpose of this study was to analyze how the right to housing and one of its main postulants in Brazil, the Movement of Homeless Workers (MTST), were represented in the pages of the newspaper with the largest circulation in the country, Folha de S. Paulo, with the movement's leader with the vehicle. For this purpose, a quantitative analysis was performed on the space dedicated to this object in the pages of the newspaper and a qualitative analysis of its content, by the methodology of Critical Discourse Analysis. The proposed interdisciplinary approach included the contextual deepening of the research object in its juridical, communicational, linguistic, urbanistic and sociological aspects. It is concluded that the ineffectiveness or non-effectiveness of the right to housing, as a social right, is an ideological issue, which is expressed discursively in narratives such as journalism and law, acting in general, to maintain the therefore established in an unequal and unjust basis. The advance in the achievement of this right passes through the renewal of discursive practices present in the public sphere, as is the case of journalism, through a radical paradigmatic change that allows to make it truly emancipatory.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
345436_Tese_Parcial.pdf (842.86 Kbytes)
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2022-08-06
Data de Publicação
2020-08-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.