• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.2.2020.tde-06052021-213152
Documento
Autor
Nome completo
Felício Nogueira Costa
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Gomes Filho, Antonio Magalhães (Presidente)
Gimenes, Marta Cristina Cury Saad
Guinalz, Ricardo Donizete
Junqueira, Gustavo Octaviano Diniz
Título em português
Pena privativa de liberdade decorrente de colaboração premiada: aplicação e execução
Palavras-chave em português
Execução de sentença
Pena preventiva de liberdade
Processo penal
Resumo em português
A presente dissertação aborda a interação entre a colaboração premiada e a execução da pena do colaborador, com enfoque na pena privativa de liberdade. A abordagem se desenvolve pela análise histórica do instituto, culminando na promulgação da Lei 12.850/2013, marco no ordenamento brasileiro por delinear um regime negocial centrado na figura do acordo de colaboração premiada. São analisadas as denominadas três feições dos acordos de colaboração premiada: acordo para não oferecimento de denúncia, colaboração premiada atuante na sentença condenatória e a colaboração premiada posterior ao trânsito em julgado da sentença. Todos os benefícios da colaboração premiada previsto em lei são analisados de maneira individualizada no correr do trabalho, bem como os diversos institutos da execução penal, com apontamentos a acordos de colaboração premiada publicizados no âmbito da Operação Lava Jato. Tal conjunto de investigações é alvo de especial consideração por parte do autor, que analisa em profundidade o modelo de acordos de colaboração cristalizado na Orientação Conjunta nº 1/2018 do Ministério Público Federal. Tal modelo prega uma ampla expansão do âmbito de negociação entre as partes celebrantes do acordo de colaboração, fenômeno que seria contrário aos fundamentos do ordenamento brasileiro. Questiona-se a existência de um novo modelo de justiça penal no Brasil decorrente do emprego da colaboração premiada, de tal forma a delinear o que efetivamente há de inovador na Lei 12.850/2013, interpelação que se dá através da análise crítica sobre a expansão dos mecanismos de justiça criminal negocial no contexto nacional.
Título em inglês
Prison sentence arising from a state's evidence deal: admissibility and enforcement
Palavras-chave em inglês
Criminal Procedure
Prison Sentence
State's Evidence Deal
Resumo em inglês
This dissertation discusses the interaction between state's evidence deals in Brazil and the execution of the whistleblower's sentence, with focus on the imprisonment sentence. The approach is developed by a historical analysis of the state's evidence deal regulation leading to the enactment of the Law 12.850/2013, a milestone in the Brazilian legal system which outlined a bargaining regime focused on a written agreement. The so-called three features of the state's evidence deal are analyzed: a deal to not file criminal charges, state's evidence deal that affects the conviction and state's evidence deal after the court's decision becomes final and non-appealable. The dissertation analyzes all the state's evidence deal clauses provided for by law to soften the whistleblower's sentence, especially the ones included in agreements that are part of the Car Wash Operation (Operação Lava Jato). Such set of investigations is subject to special consideration by the author, who analyzes in depth the agreement model set forth in the Joint Guidance nº1/2018 of the Federal Prosecution Office. Such model provides for a broader-based bargain agreement contrary to the foundations of the Brazilian legal system. The author analyzes the existence of a new criminal justice model in Brazil arising from those agreements, in such a way as to outline what is indeed innovative in the Law 12.850/2013. This work offers a critical analysis of the expansion of the criminal justice bargain mechanism in the Brazilian legal framework.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2023-05-06
Data de Publicação
2021-07-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.