• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.2.2015.tde-16102015-160238
Documento
Autor
Nome completo
Bruno Shimizu
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Sa, Alvino Augusto de (Presidente)
Bechara, Ana Elisa Liberatore Silva
Endo, Paulo César
Salvador Netto, Alamiro Velludo
Tangerino, Davi de Paiva Costa
Título em português
O mal estar e a sociedade punitiva: ensaiando um modelo libertário em criminologia psicanalítica
Palavras-chave em português
Crime
Criminologia
Direito penal
Freud
Local do crime
Psicanálise
Sigmund
Resumo em português
A presente tese pretende elaborar um modelo libertário em criminologia psicanalítica, buscando uma articulação entre a criminologia psicanalítica e o paradigma criminológico da reação social. Assim, pretende-se construir uma criminologia psicanalítica que, em vez de questionar-se sobre o que leva a pessoa a cometer o crime, associando criminalidade e psicopatologia, coloque seu ferramental teórico a serviço da desconstrução e deslegitimação do sistema punitivo. Ademais, a tese aborda aspectos propriamente clínicos, traçando encaminhamentos para a constituição de uma clínica psicanalítica da vulnerabilidade, tendente a propiciar o fortalecimento do indivíduo perante o sistema punitivo. Para tanto, a tese realiza uma revisão bibliográfica sobre as obras de Sigmund Freud e seus discípulos imediatos, a fim de demonstrar que o modelo criminológico legitimante da punição não se coaduna com a psicanálise freudiana. A partir dessa constatação e da colocação dos desafios consubstanciados no advento do paradigma da reação social, a tese traça encaminhamentos para a instrumentalização da psicanálise em direção à crítica das práticas punitivas institucionais.
Título em inglês
The punitive society and its discontents: rehearsing a libertarian modelo f psychoanalytic criminology
Palavras-chave em inglês
Criminology
penal abolitionism
Penal system
Psychoanalysis
Sigmund Freud
Resumo em inglês
This thesis aims to develop a libertarian model in psychoanalytic criminology, seeking a link between the psychoanalytic criminology and the criminological paradigm of social reaction. Thus, the thesis aims to built a psychoanalytic criminology that, instead of questioning about what drives a person to commit the crime, linking crime and psychopathology, puts its theoretical tools in service of the deconstruction and the delegitimization of the punitive system. Moreover, the thesis addresses properly clinical subjects, tracing referrals to the constitution of a "psychoanalytic clinic of vulnerability", aimed at providing the empowerment of the individual before the punitive system. Therefore, the thesis makes a review on the works of Sigmund Freud and his immediate disciples, in order to demonstrate that the criminological model that legitimates punishment is inconsistent with Freudian psychoanalysis. Based on this findings and placing the challenges embodied in the advent of the paradigm of social reaction, the thesis traces referrals to the instrumentalization of psychoanalysis toward the critic of institutional punitive practices.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Liberação
2017-11-09
Data de Publicação
2015-11-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.