• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.2.2019.tde-03072020-154439
Documento
Autor
Nome completo
Erica do Amaral Matos
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Shecaira, Sergio Salomão (Presidente)
Cacicedo, Patrick Lemos
Ifanger, Fernanda Carolina de Araujo
Salvador Netto, Alamiro Velludo
Título em português
Cárcere e trabalho: significações, contradições e ambivalências
Palavras-chave em português
Criminologia crítica
Execução penal
Sistema prisional
Sociologia do trabalho
Trabalho prisional
Resumo em português
A presente dissertação tem como problema investigado o instituto do trabalho prisional, introduzindo a hipótese de sua utilização como legitimação do discurso dominante, porém falacioso, da pena privativa de liberdade, qual seja, a ressocialização. Para tanto, os seguintes temas são analisados, através de uma abordagem interdisciplinar com o direito, a sociologia e a criminologia, essencialmente: (a) o trabalho livre nas suas diversas acepções na história, com especial atenção ao atual contexto, de forma a traçar um panorama geral da dinamicidade de sua valoração social, por meio de revisão bibliográfica sobre o tema; (b) a origem das instituições prisionais e suas funções declaradas e latentes, com enfoque à prevenção especial positiva, na qual o trabalho prisional se insere; (c) o instituto do trabalho prisional, através de uma descrição histórica, de análise das legislações internacionais e pátrias e da realidade prática; (d) o sistema prisional brasileiro, fazendo uso de dados estatísticos, e como o trabalho prisional se insere neste cenário. Como objetivo geral, pretendeu-se analisar de que modo a valoração positiva do trabalho é inserida na execução penal. O instituto em comento é encarado, majoritariamente, como positivo e inconteste e, quando alvo de críticas, essas se concentram, no mais das vezes, na realidade prática de falta de vagas e parca diversidade no oferecimento e, em alguns casos, na não efetivação dos direitos sociais do trabalhador preso. Pretendeu-se, assim, aprofundar e inovar o debate ao trazer a crítica social do trabalho para a execução criminal.
Título em inglês
Prison and labour: meanings, contradictions and ambivalences
Palavras-chave em inglês
Critical criminology
Penal execution
Prison labour
Prison system
Sociology of work
Resumo em inglês
The present research project has as a problem to be investigated the institute of prison labour, introducing the hypothesis of its use as legitimation of the dominant, but fallacious, be analysed through an interdisciplinary approach to law, sociology and criminology, essentially: (a) the free labour in its various meanings in history, with special attention to the current context, in order to general overview of the dynamicity of their social valuation, through a bibliographical review on the theme; (b) the origin of prisons and their declared and latent functions, with focus on positive special prevention, in which prisoners labour is included; (c) the prison labour institute, through a historical description, analysis of international and domestic laws and practical reality; (d) the Brazilian prison system, through statistical data, and how prison labour fits into this scenario. As a general objective, it is intended to analyse how the positive valuation of the labour is inserted in the criminal execution. The prison labour institute is seen, mostly, as positive and uncontested; when criticized, the focus is often on the practical reality of lack of jobs opportunities and lack of diversity in the offer and, in some cases, the non-fulfilment of the social rights of the arrested workers. It is intended, therefore, to improve the debate by bringing the social critique of labour to criminal execution.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2022-07-03
Data de Publicação
2020-07-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.