• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Thèse de Doctorat
DOI
10.11606/T.18.2011.tde-15032011-140613
Document
Auteur
Nom complet
Denise Tieme Okumura
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Carlos, 2011
Directeur
Jury
Rocha, Odete (Président)
Espindola, Evaldo Luiz Gaeta
Pompeo, Marcelo Luiz Martins
Tavares, Lúcia Helena Sipaúba
Vieira, Eny Maria
Titre en portugais
Estudos ecotoxicológicos com as espécies Argyrodiaptomus furcatus e Notodiaptomus iheringi (Copepoda, Calanoida)
Mots-clés en portugais
Biodiversidade
Ciclo de vida
Copepoda Calanoida
Ecotoxicologia
Organismos-teste
Poluição aquática
Zooplâncton
Resumé en portugais
Os Copepoda constituem a maior classe de pequenos crustáceos, com mais de 8.500 espécies descritas. Dentre as cinco ordens de Copepoda de vida livre, as espécies pertencentes à ordem Calanoida apresentam um forte endemismo, com uma restrita distribuição geográfica. Além disso, os Copepoda Calanoida são particularmente sensíveis a contaminantes contidos na coluna de água devido ao seu hábito planctônico. No presente trabalho foram realizados estudos ecotoxicológicos com duas espécies de Copepoda Calanoida, particularmente com as espécies Argyrodiaptomus furcatus Sars, 1901 e Notodiaptomus iheringi Wright, 1935. Estas espécies foram comparadas com relação à sensibilidade e desempenho como organismos-teste na avaliação da qualidade da água em ecossistemas de água doce. Foram testadas e adaptadas metodologias de cultivo em laboratório, e foram estudados os principais aspectos da biologia destes em condições ambientais controladas. Além disso, foram analisados aspectos referentes à dinâmica populacional. A sensibilidade das duas espécies de Calanoida às substâncias de referência sódio, potássio e zinco na forma de cloreto ('NA'CL', 'K'CL' e 'ZN'CL IND.2', respectivamente), ao dicromato de potássio ('K IND.2'CR IND.2'O IND.7') e ao sulfato de alumínio ('AL IND.2'('SO IND.4')IND.3'), aos surfactantes dodecilsulfato de sódio ('C IND.12'H IND.25'NA'O IND.4'S') e ácido dodecil benzenosulfonato de sódio ('CH IND.3'('CH IND.2')IND.11'C IND.6'H IND.4'S'O IND.3'NA'), foram avaliadas. Além disso, avaliou-se a toxicidade aguda de diferentes amostras ambientais e das toxinas da cianobactéria Microcystis aeruginosa após tratamento por irradiação. Os resultados dos testes ecotoxicológicos foram expressos em concentração efetiva (CE(I)50). Para o cálculo estatístico da CE50 foi utilizado o programa Trimmed Spearman-Karber. Os resultados relativos ao ciclo de vida mostraram que N. iheringi tem um menor tempo de desenvolvimento do que A. furcatus, com tempos de duração do desenvolvimento do ovo determinados pelos métodos indireto e direto. Verificou-se que a espécie de N. iheringi, de menor tamanho, apresentou tempo de desenvolvimento pós-embrionário menor do que a espécie de maior tamanho, A. furcatus. As taxas intrínsecas de crescimento populacional foram mais elevadas para a espécie A. furcatus do que para N. iheringi. Pelos resultados obtidos observou-se que N. iheringi além de atingir tamanhos menores, possui um desenvolvimento mais rápido e ciclo de vida mais curto. Em relação à sensibilidade destes Copepoda Calanoida às substâncias tóxicas observou-se que em relação aos sais, estas duas espécies foram mais sensíveis ao cloreto de potássio ('K'CL'). Em relação aos metais, o grau de toxicidade aos Copepoda decresceu na sequência zinco > cromo > alumínio. Já com em relação aos surfactantes, a espécie N. iheringi foi mais sensível do que A. furcatus, e a toxicidade diminui à medida que o estágio de desenvolvimento dos indivíduos se torna mais avançado. Os náuplios são mais sensíveis à maioria das substâncias de referência testadas (sais, surfactantes, cromo e zinco) do que os estágios de desenvolvimento mais avançados. A espécie N. iheringi é mais sensível aos diversos agentes tóxicos do que a espécie A. furcatus, no entanto, N. iheringi foi mais resistente às cianotoxinas do que A. furcatus. Os resultados apresentados corroboram a idéia de que os calanoides A. furcatus e N. iheringi apresentam elevada sensibilidade a uma variedade de substâncias tóxicas de referência, o que torna viável sua utilização como organismos-teste em ensaios ecotoxicológicos. Estes estudos podem proporcionar maior entendimento sobre a estrutura das comunidades aquáticas e das alterações na dinâmica das populações, no sentido de se poder verificar como as espécies respondem às alterações na qualidade da água e o porquê das modificações na estrutura das comunidades, permitindo, dessa forma, ações de manejo e de conservação visando a preservação da biodiversidade das águas doces.
Titre en anglais
Ecotoxicological studies with the species Argyrodiaptomus furcatus and Notodiaptomus iheringi (Copepoda, Calanoida)
Mots-clés en anglais
Biodiversity
Copepoda Calanoida
Ecotoxicology
Life cycle
Test-organism
Water pollution
Zooplankton
Resumé en anglais
Copepods constitute the largest class of small crustaceans, with more than 8,500 described species. Among the five orders of free-living copepods, the species belonging to the order Calanoida show strong endemism, with a restricted geographic distribution. Additionally, they are particularly sensitive to contaminants in the water column due to their planktonic habit. In the present study ecotoxicological studies with two species of Calanoida copepods were performed, particularly with the species Argyrodiaptomus furcatus Sars, 1901 and Notodiaptomus iheringi Wright, 1935. These species were compared for sensitivity and performance as test organisms in assessing water quality in freshwater ecosystems. Methods of cultivation in the laboratory were tested and adapted, and the main aspects of these species biology were studied under controlled temperature and photoperiod. In addition, aspects related to population dynamics were also analyzed. The sensitivity of the calanoids to a number of reference substances as: sodium, potassium and zinc in the form of chlorides ('NA'CL', 'K'CL' and 'ZN'CL IND.2', respectively), potassium dichromate ('K IND.2'CR IND.2'O IND.7') and aluminum sulfate ('AL IND.2'('SO IND.4')IND.3'), and to the surfactant sodium dodecyl sulfate ('C IND.12'H IND.25'NA'O IND.4'S') and sodium dodecyl benzenesulphonate ('CH IND.3'('CH IND.2')IND.11'C IND.6'H IND.4'SO IND.3'NA') were evaluated. Also the toxicity of environmental samples and of the cyanobacteria Microcystis aeruginosa toxin after irradiation treatment was tested. The results of ecotoxicity tests were expressed as effective concentrations (EC(I)50). The statistical calculation of the EC50 was carried out by the Trimmed Spearman-Karber program. The results regarding the copepods life cycle showed that N. iheringi has a shorter development time and duration of egg development, by both indirect and direct methods, than A. furcatus. It was found that small sized N. iheringi, had a post-embryonic development faster than the larger species, A. furcatus. The intrinsic rates of population increase were higher for the species A. furcatus than for N. iheringi. The results indicated that N. iheringi besides reaching smaller sizes, has a faster development and shorter life cycle. Regarding the sensitivity of these two species to toxic substances it was observed that in relation to the salts the calanoids were more sensitive to the potassium chloride ('K'CL'). Compared to metals, toxicity to copepods followed the sequence zinc> chromium> aluminum. However, regarding surfactants the species N. iheringi was more sensitive than A. furcatus, and toxicity decreased with the advance in developmental stages. The nauplii were more sensitive to most of the reference substances tested (salts, surfactants, chromium and zinc) than the more advanced developmental stages. The species N. iheringi was more sensitive to various toxic agents than A. furcatus, but N. iheringi was more resistant to the cyanotoxins than A. furcatus. The results support the hypothesis that the calanoid copepods A. furcatus and N. iheringi have high sensitivity to a variety of toxic reference substances, what makes them feasible to be used as test organisms in ecotoxicological tests. The study performed may provide further understanding about the structure of aquatic communities and changes in population dynamics, contributing for the understanding of how species respond to changes in water quality by changes in community structure, subsidizing management actions aiming the conservation of freshwater biodiversity.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2011-03-30
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
Centro de Informática de São Carlos
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2022. Tous droits réservés.