• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
https://doi.org/10.11606/D.18.2021.tde-14122021-160117
Document
Author
Full name
Bruno José de Oliveira Sousa
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
São Carlos, 2021
Supervisor
Title in English
Stormwater best management practices (BMPs) in Brazil: citizen viewpoints, construction costs, and ecosystem services
Abstract in English
Stormwater Best Management Practices (BMPs) may be a way to reduce the impacts of climate and land use and land cover change. However, there is a lack of studies regarding their application considering citizen viewpoints, their construction costs, and the reduction of flood risk. Therefore, the objective of this study is to understand how people see the use of stormwater BMPs as a form of adaptation and evaluate construction costs and runoff reduction. The first part consisted of analyzing if public participation may improve the application of stormwater BMPs. This was done by creating an online survey to investigate Brazilian citizens' opinions about the use of stormwater BMPs and evaluating the data graphically and statistically concerning the participants' socioeconomic characteristics. Then, the second part was an evaluation of stormwater BMPs' construction costs and the attenuation of floods they may provide. The costs were accessed through the Brazilian National Research System of Construction Costs and Indices (SINAPI). Flood reduction, on the other hand, were analyzed in terms of runoff reduction and treatment of the impervious area. Most of the respondents supported public investment in stormwater BMPs and some socioeconomic characteristics influenced their perception. Furthermore, most of the respondents showed a willingness to apply these practices in lot scale, even if they found infrastructural techniques to be more efficient. Regarding the construction cost analysis, the values determined varied for the seven scenarios considered. The higher cost did not mean more reduction in runoff, and an infrastructure technique may be more expensive with the same efficiency as large-scale use of individual techniques. The data here provided may help the decision-making for the creation of plans to implement or incentive stormwater BMPs. In addition, it may serve as a framework for future studies.
Title in Portuguese
Técnicas compensatórias de drenagem no Brasil: dados cidadãos, custo de construção e serviços ecossistêmicos
Abstract in Portuguese
Técnicas compensatórias de drenagem podem são uma forma de reduzir os impactos das mudanças climáticas e de uso e ocupação do solo. No entanto, faltam estudos a aplicação de técnicas compensatórias de drenagem (TCs) considerando dados cidadãos, custos de construção e a recuperação de serviços ecossistêmicos por essas técnicas. Portanto, o objetivo deste estudo é compreender os pontos de vista da população em relação às técnicas compensatórias de drenagem como uma forma de adaptação além de avaliar os custos de construção e os serviços ecossistêmicos recuperados por essas práticas. A primeira parte do estudo consistiu em analisar como a participação pública pode melhorar a aplicação de técnicas compensatórias de drenagem. Isso foi feito criando uma pesquisa online para investigar as opiniões dos cidadãos brasileiros sobre o uso de TCs. Primeiro, dados foram avaliados de forma gráfica e análise estatística em relação às características socioeconômicas dos participantes. Em seguida, uma análise dos custos de construção das TCs escolhidas seguido da avaliação dos serviços ecossistêmicos que eles podem fornecer. Os custos foram computados usando o Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção (SINAPI). Já os serviços ecossistêmicos foram analisados em termos de redução do escoamento e do tratamento de áreas impermeáveis. A maioria dos entrevistados apoiou o investimento público em BMPs de águas pluviais e algumas características socioeconômicas influenciaram sua percepção. Além disso, a maioria dos respondentes demonstrou disposição em aplicar essas práticas em escala de lote, mesmo que as técnicas de infraestrutura foram consideradas mais eficientes. Em relação à análise do custo de construção, os valores apurados variaram para os sete cenários assumidos que incluíam trincheiras de infiltração, pavimento permeável e coleta de água da chuva em diferentes proporções. Os resultados mostraram que custo mais alto não significa a recuperação de mais serviços ecossistêmicos, e uma técnica de infraestrutura pode ser mais cara com a mesma ou menos eficiência do que o uso em larga escala de técnicas individuais. Os dados aqui fornecidos podem auxiliar na tomada de decisão para a criação de planos de implantação ou incentivo de TCs e servir de base para estudos futuros.
 
Publishing Date
2021-12-16
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2022. All rights reserved.