• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.17.2022.tde-21062022-142615
Documento
Autor
Nome completo
Breno Alves de Souza Vaz
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2022
Orientador
Banca examinadora
Garcia, Luis Vicente (Presidente)
Garcia, Flávio Luís
Pagnano, Rodrigo Gonçalves
Título em português
Análise do desempenho mecânico da fixação de fraturas do terço distal do rádio e acometimento da cortical dorsal medial com placas por via volar e dorsal
Palavras-chave em português
Fixação interna de fraturas
Fraturas do rádio
Impressão tridimensional
Parafusos ósseos
Resumo em português
As fraturas do terço distal do rádio representam 3% de todas as lesões do membro superior e diversos métodos para tratamento foram descritos. Dentre os métodos cirúrgicos, existe a possibilidade de fixação da fratura por via volar ou dorsal. Devido à maior familiaridade dos cirurgiões, a abordagem volar vem sendo amplamente aplicada, inclusive para as fraturas que apresentam desvio dorsal. O objetivo estabelecido neste estudo foi testar e comparar a estabilidade mecânica de fraturas criadas na face dorsal medial do terço distal do rádio de modelos ósseos sintéticos e fixadas por via volar e por via dorsal. Foram utilizados dez modelos de terço distal de rádios confeccionados em material sintético. Cinco destes foram fixados com placas volares bloqueadas e cinco por placas dorsais bloqueadas em fraturas criadas na região dorsal medial. Todos os modelos foram testados mecanicamente em compressão axial nas fases elástica e destrutiva. Foram analisadas a rigidez e a movimentação na fase elástica e força máxima de compressão na fase destrutiva. A análise comparativa entre as variáveis estudadas nas placas bloqueadas para o terço distal do rádio por via dorsal e volar apresentou resultados vantajosos às placas aplicadas por via dorsal em relação às por via volar nos quesitos força e energia. No entanto, as placas aplicadas por via volar demonstraram melhores resultados para as variáveis rigidez e deflexão. Do ponto de vista mecânico, as placas aplicadas por via dorsal apresentaram-se como suficientes e seguras em relação às placas aplicadas por via volar. Entretanto, não foi possível inferir superioridade da aplicação dorsal frente a cargas fisiológicas que atravessam o punho no período pós operatório.
Título em inglês
Analysis of the mechanical performance of fixation of fractures of the distal third of the radius and involvement of the medial dorsal cortex with volar and dorsal plates
Palavras-chave em inglês
Bone screws
Internal fracture fixation
Radius fractures
Three-dimensional printing
Resumo em inglês
Fractures of the distal third of the radius represent 3% of all upper limb injuries and several treatment methods have been described. Among the surgical methods, there is the possibility of fixing the fracture by volar or dorsal approach. Due to the greater familiarity of surgeons, the volar approach has been widely applied, including for fractures that present a dorsal deviation. The objective established in this study was to test and compare the mechanical stability of fractures created on the medial dorsal surface of the distal third of the radius of synthetic bone models and fixed by volar and dorsal approaches. Ten models of distal third of radiums made of synthetic material were used. Five of these were fixed with locked volar plates and five with locked dorsal plates in fractures created in the medial dorsal region. All models were mechanically tested in axial compression in the elastic and destructive phases. Stiffness and movement in the elastic phase and maximum compression force in the destructive phase were analyzed. The comparative analysis between the variables studied in the locking plates to the distal third of the radius via the dorsal and volar approaches showed advantageous results for the plates applied via the dorsal approach in relation to those via the volar approach in terms of force, deflection and energy. However, the plates applied by volar approach showed better results for the stifness variable. From a mechanical point of view, the plates applied via the dorsal approach showed to be sufficient and safe in relation to the plates applied via the volar approach. However, it was not possible to infer, in the postoperative period, superiority of the dorsal application in face of physiological loads that cross the wrist.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-06-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.