• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.17.2020.tde-25082020-091925
Documento
Autor
Nome completo
Rachel Fernanda Pecego Peruchi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2020
Orientador
Banca examinadora
Freitas, Maria Cristina Foss de (Presidente)
Dantas, Marcio
Lima, Nereida Kilza da Costa
Toledo, Giseli Cristina Galati
Título em português
Caracterização da sarcopenia em idosos não sedentários (EWGSOP)
Palavras-chave em português
Atividade física
Composição corporal
Estado nutricional
Idosos
Sarcopenia
Resumo em português
Introdução: Com o avanço da idade ocorrem mudanças fisiológicas que, dependendo de alguns fatores, podem agravar a perda de massa muscular em idosos comprometendo a funcionalidade orgânica podendo evoluir em um estado inflamatório associado à sarcopenia. Estudos têm evidenciado a importância da atividade física na terceira idade e que também este grupo deve ser monitorado com avaliações nutricionais para prevenções. Objetivo: Avaliar nutricionalmente idosos não sedentários quanto à presença de sarcopenia (EWGSOP) bem como verificar diferentes métodos de detecção (BIA, US e DC) de composição corporal e a classificação do estado nutricional, massa muscular, alimentação e identificação de riscos nutricionais (MAN). Métodos: Foram avaliados 70 idosos sendo, mulher n=58 e homem n=12. Os indivíduos foram avaliados quanto às características clínicas, antropométricas e de desempenho físico (força e teste TUG), além de perfil de adequação alimentar (kcal, macro e micronutrientes) e estado nutricional avaliado pela MAN e adequação da CP e do CB (massa muscular). A presença ou ausência de sarcopenia foi verificada conforme critérios do EWGSOP. As concordâncias entres os métodos de composição corporal, assim como a correlação entre as variáveis observadas foram analisadas através do teste intraclasse Portney e Watkins, e para verificar a concordância entre dois métodos com relação à variável qualitativa foi calculado o coeficiente Kappa. Também verificou - se a acurácia dos dados obtidos da BIA e US (sensibilidade, especificidade e vpp e vpn). Resultados: A média de idade dos participantes foi de 68,3 (±17,2) anos sendo 37,8% da amostra com SARCOPENIA. Foi verificado baixa correlação para atividade física (r < 0,20). A classificação do IMC na população estudada foi de sobrepeso (54,8%). A amostra apresentou bons índices de funcionalidade, teste TUG (média de 10,71s) e medidas adequadas para CP e CB, sendo que após análises, verificou-se relação quase perfeita da massa muscular com a panturrilha. Entre os métodos (BIA, US e DC) que verificaram MLG e MM houve correlações em quase perfeita entre os métodos, mas na correlação do IMM (US) e IME (BIA) houve apenas correlação leve. Pela alimentação, há correlação leve com a MM (macronutrientes) mas chama-se a atenção, na população estudada, o baixo consumo de cálcio e fibras. A avaliação da MAN para risco nutricional obteve uma média da somatória do questionário de 24,05 (IC 22,7 - 25,2), em que mais da metade da população estudada (61,4%) está sem risco e adequada. Conclusão: Apesar da sarcopenia ser um processo fisiológico, bons hábitos de alimentação, convívio social e exercícios podem preservar a saúde, como observado pelos testes realizados. Métodos sensíveis de detecção podem verificar desvios mais cedo a fim de condutas adequadas para intervenções.
Título em inglês
Characterization of sarcopenia in nonsedentary elderly (EWGSOP)
Palavras-chave em inglês
Body composition
Nutritional status
Physical activity
Sarcopenia
Seniors
Resumo em inglês
Introduction: With advancing age, physiological changes occur that, depending on some factors, can aggravate the loss of muscle mass in the elderly, compromising the organic functionality and can evolve into an inflammatory state associated with sarcopenia. Studies have shown the importance of physical activity in old age and that this group must be monitored with nutritional assessments for prevention. Objective: Nutritionally assess elderly nonsedentary individuals for the presence of sarcopenia (EWGSOP) as well as verify different methods of detection (BIA, US and CD) of body composition and the classification of nutritional status, muscle mass, food and identification of nutritional risks (MAN ). Methods: 70 elderly people were evaluated, being woman n = 58 and man n = 12. The individuals were evaluated for clinical, anthropometric and physical performance characteristics (strength and TUG test), in addition to the profile of food adequacy (kcal, macro and micronutrients) and nutritional status assessed by MNA and adequacy of CP and CB (muscle mass). The presence or absence of sarcopenia was verified according to EWGSOP criteria. The concordances between the body composition methods, as well as the correlation between the observed variables were analyzed using the Portney and Watkins intraclass test, and to verify the agreement between two methods regarding the qualitative variable, the Kappa coefficient was calculated. It was also verified the accuracy of the data obtained from BIA and US (sensitivity, specificity and vpp and vpn). Results: The average age of the participants was 68.3 (± 17.2) years, 37.8% of the sample with SARCOPENIA. There was a low correlation for physical activity (r <0.20). The BMI classification in the studied population was overweight (54.8%). The sample showed good indexes of functionality, TUG test (average of 10.71s) and adequate measures for CP and CB, and after analysis, there was an almost perfect relationship between muscle mass and calf. Among the methods (BIA, US and DC) that verified MLG and MM there were almost perfect correlations between the methods, but in the correlation between IMM (US) and IME (BIA) there was only a slight correlation. For food, there is a slight correlation with MM (macronutrients), but the low consumption of calcium and fibers is noteworthy in the population studied. The MAN assessment for nutritional risk obtained an average of the sum of the questionnaire of 24.05 (CI 22.7 - 25.2), in which more than half of the studied population (61.4%) is riskfree and adequate. Conclusion: Although sarcopenia is a physiological process, good eating habits, social interaction and exercise can preserve health, as observed by the tests performed. Sensitive detection methods can check for deviations earlier in order to conduct appropriate interventions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-10-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.