• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.17.2021.tde-11062021-074437
Documento
Autor
Nome completo
Lívia Dayane Sousa Azevedo
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2021
Orientador
Banca examinadora
Pessa, Rosane Pilot (Presidente)
Garcia, Rosa Wanda Diez
Appolinário, José Carlos
Pillon, Sandra Cristina
Título em português
Compulsão alimentar em mulheres: padrão do consumo de bebidas alcoólicas e qualidade da alimentação
Palavras-chave em português
Bulimia nervosa
Consumo de bebidas alcoólicas
Ingestão de alimentos
Transtorno da compulsão alimentar
Resumo em português
Introdução: A bulimia nervosa (BN) e o transtorno da compulsão alimentar (TCA) apresentam ocorrência simultânea com transtornos relacionados ao consumo de bebidas alcoólicas devido à semelhança entre a sintomatologia desses quadros como falta de autocontrole, impulsividade e aumento de comportamento autodestrutivo. A ingestão de bebidas alcoólicas afeta diretamente a alimentação pois quanto maior a quantidade de álcool consumido, menor a densidade e qualidade nutricional da dieta. Objetivo: Identificar o padrão do consumo de álcool e a qualidade da dieta em mulheres com compulsão alimentar. Método: Trata-se de um estudo de natureza descritiva, transversal, comparativa com abordagem quantitativa realizado com mulheres adultas com diagnóstico de BN ou TCA, em acompanhamento em quatro serviços especializados do estado de São Paulo. Foram coletados dados sociodemográficos, antropométricos (peso e altura para cálculo do índice de massa corporal-IMC; circunferência da cintura-CC), padrão do consumo de bebidas alcóolicas pelo teste de identificação de problemas relacionados ao uso de álcool (AUDIT), sintomas de compulsão alimentar pela Escala de Compulsão Alimentar Periódica (ECAP) e ingestão alimentar pelo Recordatório de 24 horas para cálculo do Índice da Qualidade da Dieta - Revisado. Os dados foram analisados de forma descritiva pelo programa SPSS versão 21.0. Para verificar a associação entre as variáveis categóricas, foram utilizados os testes Qui-Quadrado de Pearson ou teste exato de Fisher sendo que valores de p<0,05 foram considerados significativos. Resultados: Participaram do estudo 50 mulheres com compulsão alimentar, adultas jovens (35,0±12,0 anos), sem companheiro (n=34; 68%), empregadas (n=31; 60%) e com ensino médio completo (n=29; 58%). Elas apresentaram excesso de peso (IMC: 31,27± 9,70kg/m2) e risco cardiovascular muito elevado (CC: 91,50±20,5cm). Evidenciou-se que 29 participantes (38%) apresentaram consumo problemático de bebidas alcoólicas associado à menor qualidade da alimentação e baixo consumo de vegetais quando comparadas às mulheres que não fazem uso de bebidas alcoólicas. Conclusão: O consumo problemático de bebidas alcoólicas em mulheres com compulsão alimentar é preocupante visto que elas estão em tratamento de saúde mental e pode prejudicar a qualidade da alimentação. A detecção precoce e o tratamento do consumo de bebidas alcoólicas em pessoas com transtornos alimentares são estratégias de prevenção e reabilitação fundamentais para minimizar as consequências dessa prática favorecendo o prognóstico dessas graves doenças.
Título em inglês
Binge eating in women: a pattern in the consumption of alcoholic beverages and the quality of food
Palavras-chave em inglês
Binge eating disorder
Bulimia nervosa
Consumption of alcoholic beverages
Food ingestion
Resumo em inglês
Introduction: Bulimia nervosa (BN) and binge eating disorder (BED) present a comorbidity with alcool consumption disorders due to the similarity between the symptoms of these conditions such as lack of self-control, impulsiveness and increase in self-destructive behavior. The ingestion of alcoholic beverages directly affects the diet because the greater the amount of alcohol consumed, the lower the density and nutritional quality of the diet. Objective: To identify the pattern of alcohol consumption and the quality of diet in women with binge eating disorders. Method: This is a descriptive, cross-sectional, comparative study with a quantitative approach carried out with adult women with diagnoses of BN or BED, monitored in four specialized services in the state of São Paulo. Sociodemographic and anthropometric data was collected (weight and height to calculate the body mass index-BMI; waist circumference-WC), the alcoholic beverage consumption pattern through the Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT), food compulsion symptoms by the Binge Eating Scale (BES) and food intake by the 24-hour Diet Quality Index calculation - Revised. The data was analyzed in a descriptive way by the SPSS version 21.0 program. To verify the association between the categorical variables, the Pearson's Chi-square tests or Fisher's exact test were used and values of p<0.05 were considered significant. Results: The study was composed of 50 women with binge eating disorders, young adults (35.0±12.0 years), no partner (n=34; 68%), employed (n=31; 60%) and with complete high school (n=29; 58%). They were overweight (BMI: 31.27± 9.70kg/m2) and had very high cardiovascular risk (WC: 91.50±20.5cm). It was evident that 29 participants (38%) presented problematic consumption of alcoholic beverages associated with lower food quality and low vegetable consumption when compared to women who do not drink alcoholic beverages. Conclusion: The problematic consumption of alcoholic beverages in women with binge eating disorders is of concern since they are in mental health treatment and this may impair the quality of their diet. The early detection and treatment of alcoholic beverage consumption in people with eating disorders are fundamental prevention and rehabilitation strategies to minimize the consequences of this practice, favoring the prognosis of these serious diseases.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-06-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.