• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2017.tde-04012017-161909
Documento
Autor
Nome completo
Raquel Silveira Jesuino e Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2016
Orientador
Banca examinadora
Tumas, Vitor (Presidente)
Marques Júnior, Wilson
Rieder, Carlos Roberto de Mello
Título em português
Análise genética em uma amostra de pacientes brasileiros portadores de doença de Parkinson: estudo de mutações no gene LRRK2
Palavras-chave em português
Doença de Parkinson
Genética
LRRK2. Neurodegeneração
Resumo em português
Introdução: A Doença de Parkinson (DP) é a segunda doença neurodegenerativa mais comum. Os sintomas motores são decorrentes da morte de neurônios dopaminérgicos da Substância Nigra mesencefálica e por inclusões intracitoplasmáticas de ?-sinucleína, os corpúsculos de Lewy (CL). A doença pode ser o resultado de fatores ambientais agindo sobre um indivíduo geneticamente susceptível. O objetivo desse estudo foi verificar a frequência de mutações no gene PARK8/LRRK2 em uma amostra de pacientes brasileiros portadores de DP e descrever as principais correlações clínicas encontradas nos pacientes com mutações. Metodologia: Estudo transversal baseado no protocolo padronizado pelo projeto LARGE-PD (Latin American Research Consortium on The Genetics of PD) aplicado em 282 pacientes com DP recrutados de ambulatórios especializados em Distúrbios do Movimento do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto/USP e do Hospital São Paulo/UNIFESP, entre os anos de 2007 e 2014. O material genético colhido foi enviado para Seattle, com análise genética realizada no laboratório do Dr. Cyrus Zabetian da Universidade de Washington. Resultados: Realizado pesquisa genética para o LRRK2 em 229 pacientes de 282 pacientes que preencheram o protocolo. Quatro (1,74%) pacientes foram positivos para a mutação. Nos casos de inicio precoce, a frequência foi de apenas um caso (2,43% - 1/41). Três pacientes tinham história familiar positiva para DP (3,7% - 3/81). A idade de inicio dos sintomas variou entre 38 e 55 anos. A mutação G2019S esteve presente em 1,31% (3/229). Foi encontrado também um caso de mutação para R1441C. Conclusões: O LRRK2 se mostrou um importante gene correlacionado a DP, tendo como principal mutação a G2019S. O início dos sintomas variou entre 38 e 55 anos, sempre unilateral, com boa resposta a Levodopa.
Título em inglês
Genetic analysis of a sample of Brazilian patients with Parkinson's disease: study of mutations in the LRRK2 gene
Palavras-chave em inglês
Genetics. LRRK2
Neurodegeneration
Parkinson's disease
Resumo em inglês
Introduction: Parkinson's disease (PD) is the second most common neurodegenerative disease. Motor symptoms are due to the death of dopaminergic neurons in the midbrain Substance Nigra and intracytoplasmic inclusions known as Lewy bodies (CL), rich in a protein called ?-synuclein. The disease can be the result of environmental factors acting on an individual genetically susceptible, multifactorial etiology. The aim of this study was to determine the frequency of mutations in the gene PARK8 / LRRK2 in a sample of brazilian patients with PD and describe the main clinical correlations in patients with mutations. Methodology: This is a crosssectional study based on a standardized protocol for LARGE-PD project (Latin American Research Consortium on The Genetics of PD) applied in 282 patients with PD recruited from specialized clinics in Movement Disorders seen at Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto/USP and Hospital São Paulo/UNIFESP, between the years 2007 and 2014. The genetic material was sent to Seattle, and genetic analysis was performed in the laboratory of Dr. Cyrus Zabetian at the University of Washington. Results: Realized genetic research for LRRK2 in 229 patients of 282 patients who met the LARGE-PD protocol. Observed four (1,74%) patients positive for the mutation. In cases of early-onset, the frequency was only one case (2,43% - 1/41). Three patients had a family history of PD (3,7% - 3/81). The age of onset of symptoms in patients with mutations varied between 38 and 55 years. A total of PD patients with the DNA analyzed, G2019S was present in 1,31% (3/229). It was also found one case to mutation R1441C. Conclusions: The LRRK2 had great influence gene correlated with PD, the main mutation G2019S. The onset of symptoms varied between 38 and 55 years, always one-sided, with good response to levodopa.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-03-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.