• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.17.2020.tde-23082020-150547
Documento
Autor
Nome completo
Nayara Rossi Dias Rosa Assunção
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2020
Orientador
Banca examinadora
Muglia, Valdair Francisco (Presidente)
Macedo, Tulio Augusto Alves
Tucci Junior, Silvio
Título em português
Avaliação da predição da lateralidade no hiperaldosteronismo primário pela tomografia computadorizada
Palavras-chave em português
Hiperaldosteronismo primário
Lateralidade
Tomografia computadorizada
Resumo em português
Introdução: Hiperaldosteronismo primário (HP) é um grupo de desordens em que a produção de aldosterona está inapropriadamente elevada, cursando com supressão de renina plasmática, hipocalemia e hipertensão arterial. O HP pode ser causado por um adenoma produtor de aldosterona ou hiperplasia idiopática bilateral, sendo estes os subtipos mais comuns. Após o diagnóstico clinicolaboratorial do HP, o paciente deverá realizar tomografia computadorizada (TC) e se necessário, cateterismo bilateral seletivo das veias adrenais (CSA) para classificar os subtipos. Objetivo: Avaliar a predição de lateralidade no hiperaldosteronismo primário, através dos resultados da tomografia computadorizada, bem como avaliar a concordância entre observadores com diferentes anos de experiência em diagnóstico por imagem. Materiais e Métodos: Estudo retrospectivo de pacientes com HP confirmados através de critérios clínicos e laboratoriais, que realizaram tomografia computadorizada anterior ao tratamento definitivo, entre os anos de 2007 e 2019. As imagens foram analisadas por dois médicos radiologistas, com concordância inter-observador para caracterização dos achados tomográficos, após utilização do teste de kappa de 0,77. Resultados: Do número total de pacientes avaliados 53, 15 (28,3%) foram excluídos da amostra por motivos que impediam confirmação da lateralidade, com 38 remanescentes (71,6%). Ao analisarmos a concordância entre a TC e a lateralização final, observamos que em 33/38 casos a TC foi concordante com a determinação da lateralização (86,6%), sendo 5 casos discordantes, (13,4%), já o cateterismo venoso, a concordância foi de 8 em 11 casos (72,7%) e 3 foram discordantes (27,3%).Conclusão: Os achados tomográficos das adrenais teve alto índice de concordância com a lateralidade final, demonstrada pela combinação dos padrões de referência, como cateterismo bilateral seletivo das veias adrenais, cirurgia e melhora clínica, afirmando sua importância na predição da lateralidade do hiperaldosteronismo primário.
Título em inglês
Evaluation of prediction of laterality in primary hyperaldosteronism by computed tomography
Palavras-chave em inglês
Computed tomography
Laterality
Primary hyperaldosteronism
Resumo em inglês
Introduction: Primary hyperaldosteronism (PH) is a group of disorders in which the production of aldosterone is inappropriately elevated, leading to suppression of plasma renin, hypokalemia and arterial hypertension. PH can be caused by an aldosterone-producing adenoma or bilateral idiopathic hyperplasia, these being the most common subtypes. After clinical and laboratory diagnosis of PH, the patient must undergo computed tomography (CT) and, if necessary, bilateral selective adrenal vein catheterization (CSA) to classify the subtypes. Objective: To evaluate the prediction of laterality in primary hyperaldosteronism, through the results of computed tomography, as well as to assess the agreement between observers with different years of experience in diagnostic imaging. Materials and Methods: Retrospective study of patients with PH confirmed by clinical and laboratory criteria, who underwent computed tomography prior to definitive treatment, between the years 2007 and 2019. The images were analyzed by two radiologists, with inter-observer agreement for characterization of tomographic findings, after using the 0.77 kappa test. Results: Of the total number of patients evaluated 53, 15 (28.3%) were excluded from the sample for reasons that prevented confirmation of laterality, with 38 remaining (71,6%). When analyzing the agreement between the CT and the final lateralization, we observed that in 33/38 cases, the CT was in agreement with the determination of the lateralization (86.6%), with 5 discordant cases (13.4%), as well as the catheterization the agreement was 8 in 11 cases (72.7%) and 3 were discordant (27.3%). Conclusion: The tomographic findings of the adrenals had a high level of agreement with the final laterality, demonstrated by the combination of reference, such as bilateral selective adrenal vein catheterization, surgery and clinical improvement, affirming its importance in predicting the laterality of primary hyperaldosteronism.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-10-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.