• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.17.2021.tde-07022022-182001
Documento
Autor
Nome completo
Mônica Dolmen Guandolin
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2021
Orientador
Banca examinadora
Dallora, Maria Eulália Lessa do Valle (Presidente)
Brito, Christina May Moran de
Riberto, Marcelo
Título em português
Acompanhamento de uso de consultórios médicos ambulatoriais em relação ao tempo de disponibilidade em um hospital universitário
Palavras-chave em português
Administração de consultórios
Ambulatório hospitalar
Consultórios médicos
Gestão de recursos
Gestão hospitalar
Organização e administração hospitalar
Resumo em português
Diante das constantes mudanças no cenário da saúde faz-se necessária a utilização cada vez mais racional e efetiva dos recursos disponíveis. A manutenção dos espaços físicos de um hospital demanda alto custo e gerenciar a taxa de ocupação dos consultórios médicos é importante para auxiliar na tomada de decisões. Objetivo geral: Avaliar a utilização dos consultórios médicos dos ambulatórios do Centro de Reabilitação (CER) e HC Criança (HCC) no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCFMRP-USP) em relação ao tempo de disponibilidade. Objetivos específicos: 1) Propor metodologia para acompanhamento de uso dos consultórios médicos ambulatoriais do CER e HCC, com intervalos mínimos de utilização com base no tempo disponível. 2) Mapear o uso dos consultórios médicos ambulatoriais do CER e HCC, quanto ao tempo de disponibilidade e de utilização das salas. Metodologia: A abordagem quantitativa propõe a porcentagem de uso como indicador para acompanhamento dos consultórios médicos e intervalos mínimos de utilização das salas, baseados no tempo disponível para uso, no período de março a junho de 2018 e 2019. O estudo foi desenvolvido a partir da análise das variáveis: tempo de disponibilidade para uso dos consultórios e tempo de uso efetivo, separados por período (manhã e tarde) e dias da semana, incluindo ainda o número de atendimentos realizados. Resultados: Foram sugeridos parâmetros institucionais de porcentagem de tempo de uso dos consultórios, sendo uso entre 0 e 60%: Uso inadequado - Subutilizado, entre 60% e 100%: Uso adequado e acima de 100%: Uso inadequado - Superutilizado. Os consultórios das duas unidades foram classificados como subutilizados sendo: CER - 2018: 70% no período da manhã e 67% no período da tarde e 2019: 73% no período da manhã e 80% no período da tarde e HCC - 2018: 75% no período da manhã e 45% no período da tarde e 2019: 63% no período da manhã e 47% no período da tarde. Em relação à quantidade total de horas disponíveis para uso, os consultórios do CER têm um percentual de ociosidade superior a 50%, nos dois anos avaliados, tanto no período da manhã quanto da tarde e no HCC esse número é 40% também para ambos os anos e períodos. Conclusão: No CER, do total de 6 consultórios disponíveis, apenas 3 salas seriam suficientes para atender a demanda de pacientes agendados, e no HCC, do total de 41 consultórios médicos, 16 salas poderiam ser disponibilizadas para atender outras necessidades da unidade. Em relação ao tempo de duração das consultas, a série histórica obtida revelou que as consultas do CER têm duração média de 23 minutos e do HCC têm duração média de 30 minutos.
Título em inglês
Monitoring the use of outpatient medical offices in relation to the time of availability at a university hospital
Palavras-chave em inglês
Administration of offices
Doctor's offices
Hospital ambulatory
Hospital management
Hospital organization and administration
Resource management
Resumo em inglês
In view of the constant changes in the health scenario, it is necessary to make an increasingly rational and effective use of available resources. Maintaining the physical spaces of a hospital is costly and managing the occupancy rate of medical offices is important to help in decision making. General objective: To evaluate the use of medical offices in the outpatient clinics of the Rehabilitation Center (CER) and HC Criança (HCC) at the Hospital das Clínicas of the Faculty of Medicine of Ribeirão Preto, University of São Paulo (HCFMRP-USP) in relation to the time of availability. Specific objectives: 1) Propose a methodology for monitoring the use of CER and HCC outpatient medical offices, with minimum intervals of use based on available time. 2) Map the use of the CER and HCC outpatient medical offices, regarding the time of availability and use of the rooms. Methodology: The quantitative approach proposes the percentage of use as an indicator for monitoring physicians' offices and minimum intervals of use of the rooms, based on the time available for use, in the period from March to June 2018 and 2019. The study was developed from the analysis of variables: time of availability to use the offices and time of effective use, separated by period (morning and afternoon) and days of the week, including the number of consultations performed. Results: Institutional parameters of percentage of time of use of the offices were suggested, being use between 0 and 60%: Inappropriate use - Underutilized, between 60% and 100%: Adequate use and above 100%: Inappropriate use Overused. The offices of the two units were classified as underutilized: CER - 2018: 70% in the morning and 67% in the afternoon and 2019: 73% in the morning and 80% in the afternoon and HCC - 2018: 75 % in the morning and 45% in the afternoon and 2019: 63% in the morning and 47% in the afternoon. Regarding the total number of hours available for use, CER's offices have a percentage of idleness greater than 50%, in the two years evaluated, both in the morning and in the afternoon, and at HCC this number is 40% also for both years and periods. Conclusion: At CER, from the total of 6 available offices, only 3 rooms would be enough to meet the demand of scheduled patients, and at HCC, from the total of 41 physicians' offices, 16 rooms could be made available to meet other needs of the unit. Regarding the duration of consultations, the historical series obtained revealed that the CER consultations have an average duration of 23 minutes and the HCC consultations have an average duration of 30 minutes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-02-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.