• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.17.2021.tde-05112021-105734
Documento
Autor
Nombre completo
Henrique Afonso Santos Pereira
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2021
Director
Título en portugués
Perfil dos estagiários egressos da Unidade de Pesquisa Clínica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP
Resumen en portugués
Introdução - A pesquisa clínica como conhecemos hoje passou por muitas mudanças, desde técnicas até questões éticas no decorrer da história. Muitas atrocidades, abusos e pseudopesquisas foram realizadas visando apenas o benefício próprio e não o da sociedade. Contudo hoje ela conta com um sistema regulatório e ético bem estruturado e com normas e regulamentos bem definidos que norteiam pesquisadores e patrocinadores de pesquisas. A avaliação de egressos é uma ferramenta muito utilizada em instituições de ensino, e tem como objetivo de melhorar o curso e conhecer o mercado de trabalho, além disso, a avaliação de egressos deve ter uma função social, ou seja, deve melhorar a vida da sociedade, seja oferecendo melhores cursos, seja contribuindo com informações para que os profissionais, daquela área específica, possam se atualizar e desempenhar melhor suas atividades. A avaliação profissional é outra ferramenta, porém voltadas para empresas, que buscam conhecer melhor o empregado e a atividade realizada, podendo definir o perfil de profissional e as competências necessárias para cada vaga. Objetivo - Conhecer o perfil dos estagiários egressos da UPC de 2008 a 2019 e principalmente saber quantos estão inseridos no mercado de trabalho relacionado a pesquisa clínica. Obter informações sobre a aprendizagem do estágio e conhecer o crescimento profissional e acadêmico dos egressos e o perfil do empregador. Métodos - Foi desenvolvido um instrumento para obtenção dos dados, o qual foi validado por uma equipe de juízes independentes do projeto. Os egressos foram buscados no próprio banco de dados da UPC e foram selecionados apenas aqueles que fizeram o estágio entre 2008 a 2019, por pelo menos 6 meses e não foram desligados por motivos éticos ou técnicos. Resultados - A aderência dos estagiários egressos ao questionário foi de 88,5%, dos 52 nomes encontrados 46 responderam. Foi possível observar que 75,6% dos egressos são mulheres e apenas 24,3% são do sexo masculino. Houve crescimento acadêmico e profissional, já que dos 89,2% que estavam no curso superior, apenas 10,8% não concluíram o curso. O número de egressos pós-graduados subiu de 5,4% para 24,4%. Com relação à posição no mercado de trabalho, 97,3% estão empregados e destes 58,3% recebem salários acima dos R$ 4.000,00. Metade dos estagiários egressos estão hoje trabalhando com pesquisa clínica. Segundo os egressos, os principais pontos de melhoria do estágio são: a remuneração, organização do trabalho e distribuição das atividades. Observamos que os conhecimentos que os egressos mais dominam foram obtidos durante o estágio na UPC. Conclusão - O estágio da UPC, baseado no aprendizado em serviço, trouxe contribuições profissionais relevantes aos egressos, sendo uma abordagem eficaz em despertar o interesse e fixar profissionais na área de pesquisa clínica.
Título en inglés
Trainees profile from the Clinical Research Unit of Hospital das Clinicas, Faculty of Medicine of Ribeirão Preto - USP
Resumen en inglés
Introduction - Clinical research as we know it today has undergone many changes, from techniques to ethical debates, throughout history. Many atrocities, abuses and pseudoresearches were conducted aiming for personal gains, instead of the society itself. However clinical research today relies on a regulatory and ethical system with well-structured standards and regulations properly defined that guide researchers and research sponsors. The assessment of egressed students is a tool widely used by educational institutions, and aims to improve their programs and to get a glimpse of job market, not to mention its social role, that is, to improve life in society, either by offering better programs, or by providing information so that professionals of a specific area can refresh their knowledge and better execute their work. Professional assessment is another tool, but intended for companies which seek to understand better both the employee and the activity to be performed, enabling to define the professional profile and the skills required for each role. Objective - Get to know the profile of egressed interns who worked at UPC from 2008 to 2019 and mainly to find out how many are integrated in the job market related to clinical research. Gather information about internship learning and evaluate the professional and academic growth of egressed interns and the profile of employers. Methods - An instrument, validated by a team of independent judges unrelated to the project, was developed to collect the data. The egressed interns were selected from UPC's own database and only those who went through the internship between 2008-2019, with at least 6 months of duration, and were not dismissed for ethical or technical reasons were chosen. Results - The participation rate to the questionnaire was 88.5%: 46 of the 52 selected former interns responded to it. The findings showed that 75.6% of them are women and only 24.3% are men. There is evidence of academic and professional growth, since only 10.8% of the 89.2% college students did not graduate. The number of egressed interns with post-graduate degrees went from 5.4% to 24.4%. As for their status in the job market, 97.3% are currently employed, and 58.3% of these ones earn a salary higher than R$ 4,000.00 a month. Nowadays, half of the egressed interns are working with clinical research. According to them, the main points for improvement in internship are: wage, work organization and distribution of tasks. It was observed that the knowledge former interns mastered the most was obtained during their internship period at UPC. Conclusion - The UPC internship, guided by practical knowledge, made relevant professional contributions to the egressed interns, being an effective approach in arousing interest and retaining professionals in the clinical research area.
 
Fecha de Publicación
2021-11-23
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.