• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.17.2020.tde-20052020-091938
Documento
Autor
Nombre completo
Victor Goiris Calderaro
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2020
Director
Tribunal
Reis, Ana Cláudia Mirândola Barbosa (Presidente)
Guirro, Elaine Caldeira de Oliveira
Martinelli, Maria Cecília
Massuda, Eduardo Tanaka
Título en portugués
Avaliação eletrofisiológica (P300) e de percepção de fala em indivíduos com perda auditiva antes e após adaptação de AASI
Palabras clave en portugués
Audição
Auxiliares de audição
Perda auditiva
Potencial Evocado P300
Resumen en portugués
Introdução: A audição é um dos sentidos fundamentais para que o ser humano possa se comunicar. Sendo ela deficiente, uma das condutas apropriadas para minimizá-la, quando não é possível tratamento médico ou cirúrgico, é o uso de aparelho de amplificação sonora individual (AASI). Uma maneira efetiva de verificar se os aparelhos estão trazendo benefícios para o paciente é avalia-lo por meio de testes de percepção de fala, questionários e exames eletrofisiológicos Objetivo: Verificar as possíveis adaptações a nível funcional após a estimulação auditiva com uso de AASI em indivíduos com perda auditiva sensorioneural de grau moderado e severo. Material e métodos: Foram avaliados 24 indivíduos, de ambos os sexos, com média de idade de 58,9 anos (DP+- 15,0), com perda auditiva sensorioneural de grau moderado ou severo, os quais receberam AASI bilateral. Foram realizadas a avaliação comportamental e eletrofisiológica da audição e aplicação de questionário de auto percepção da deficiência auditiva. A primeira fase da coleta foi realizada no período da adaptação dos aparelhos, constituindo-se da avaliação com o teste Listas de Sentenças em Português e da avaliação eletrofisiológica (P300). A segunda fase após seis meses, constituindo-se das mesmas avaliações da fase um, acrescidas da aplicação do questionário Hearing Handicap for Inventory for Elderly (HHIE) or Adults (HHIA), semelhante à terceira fase, que ocorreu após 12 meses da adaptação. Resultados: O limiar auditivo médio em campo sonoro foi de 55,1 dB na fase 1, 36,1 dB na fase 2 e 36,9 dB na fase 3. A média de latência do P300 para os estímulos tone burst e fala foram, respectivamente, 348,85 e 326,08 ms na fase 1; 334,84 e 330,72 ms na fase 2 e 337,01 e 318,62 ms na fase 3, já a média de amplitude foram, respectivamente, 3,38 e 4,25 µV na fase 1; 4,12 e 4,26 µV na fase 2 e 4,35 e 3,70 µV na fase 3. Não houve diferença estatística de latência e amplitude entre as fases. As médias de acertos no teste de reconhecimento de sentenças no silêncio (F1 = 79%, F2 = 85,4% e F3 = 86,6%) mostram diferença estatística (p = 0,0003) com o uso de AASI quando comparadas as fases 1 e 2 e as fases 1 e 3. A aplicação do questionário HHIE ou HHIA apontou resultados favoráveis ao uso dos aparelhos auditivos, mostrando redução de restrição de participação do indivíduo. Conclusão: Não houve diferenças nas medidas de latência e amplitude da componente P3 nas três fases do estudo, evidenciou-se melhora das respostas dos indivíduos para os testes de percepção de fala nas três fases do estudo. Houve correlação da variável grau da perda auditiva com os resultados do teste de percepção de fala. Os escores do questionário de autoavaliação demonstraram redução da percepção de restrição de participação, após uso do AASI, tanto no âmbito emocional quanto no social.
Título en inglés
Electrophysiological assessment (P300) and speech perception in people with hearing loss before and after hearing aid fitting
Palabras clave en inglés
Hearing
Hearing aid
Hearing loss
P300 Evoked Potential
Resumen en inglés
Introduction: Hearing is one of the fundamental meanings for human beings to communicate. If it is deficient, one of the appropriate conducts to minimize it, when medical or surgical treatment is not possible, is the use of an individual hearing aid (hearing aid). An effective way to check if the devices are bringing benefits to the patient is to evaluate them through speech perception tests, questionnaires and electrophysiological exams Objective: To verify possible adaptations at the functional level after hearing stimulation with hearing aid use in individuals with moderate and severe sensorineural hearing loss. Material and methods: Twenty-four individuals of both sexes, with a mean age of 58.9 years (SD + -15.0), with moderate or severe sensorineural hearing loss, who received bilateral hearing aids, were evaluated. Behavioral and electrophysiological assessment of hearing and a self-perception questionnaire for hearing loss were performed. The first phase of the collection was carried out in the period of adaptation of the devices, consisting of the evaluation with the Portuguese Sentence List test and the electrophysiological evaluation (P300). The second phase after six months, consisting of the same assessments as in phase one, plus the application of the Hearing Handicap for Inventory for Elderly (HHIE) or Adults (HHIA) questionnaire, similar to the third phase, which occurred after 12 months of adaptation. Results: The mean auditory threshold in the sound field was 55.1 dB in phase 1, 36.1 dB in phase 2 and 36.9 dB in phase 3. The mean P300 latency for tone burst and speech stimuli were, 348.85 and 326.08 ms in phase 1, respectively; 334.84 and 330.72 ms in phase 2 and 337.01 and 318.62 ms in phase 3, whereas the mean amplitude was, respectively, 3.38 and 4.25 µV in phase 1; 4.12 and 4.26 µV in phase 2 and 4.35 and 3.70 µV in phase 3. There was no statistical difference in latency and amplitude between phases. The means of correct answers in the sentence recognition test in silence (F1 = 79%, F2 = 85.4% and F3 = 86.6%) show statistical difference (p = 0.0003) with the use of hearing aids when compared to phases 1 and 2 and phases 1 and 3. The application of the HHIE or HHIA questionnaire showed favorable results for the use of hearing aids, showing a reduction in the individual's participation restriction. Conclusion: There were no differences in the measures of latency and amplitude of the P3 component in the three phases of the study, there was an improvement in the responses of individuals to the speech perception tests in the three phases of the study. There was a correlation between the variable degree of hearing loss and the results of the speech perception test. The scores of the self-assessment questionnaire showed a reduction in the perception of participation restriction, after using the hearing aid, both emotionally and socially.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2020-07-10
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.