• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.17.2020.tde-17122019-144236
Documento
Autor
Nombre completo
Eduardo de Lima Boarati
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2019
Director
Tribunal
Oliveira, Anamaria Siriani de (Presidente)
Ervilha, Ulysses Fernandes
Ferreira, Arthur de Sá
Guirro, Rinaldo Roberto de Jesus
Título en portugués
Efeito agudo do estímulo vibratório com barra flexível na ativação dos músculos escapulares em indivíduos com e sem a síndrome da dor subacromial
Palabras clave en portugués
Eletromiografia
Ombro
Propriocepção
Resumen en portugués
Introdução: A Síndrome da Dor Subacromial (SDS) é o distúrbio mais comum do ombro, resultando em perda funcional e incapacidade. A estimulação vibratória através de plataformas vibratórias e vibradores locais é capaz de promover uma melhora no desempenho neuromuscular em indivíduos assintomáticos, entretanto não há evidências de que o estímulo vibratório provocado por uma barra flexível seja capaz de provocar tal melhora, tanto em indivíduos sem dor no ombro como em indivíduos com SDS. Objetivo: comparar intra e intergrupos o efeito agudo do estímulo vibratório com barra flexível e da fadiga subjetiva induzida por tal exercício na ativação dos músculos escapulares; na razão de ativação destes músculos, senso de posição articular (SPA) ativo do ombro e na força isométrica máxima dos abdutores do ombro em indivíduos com e sem a SDS. Método: 50 indivíduos com SDS e 50 indivíduos sem dor no ombro foram recrutados para este estudo. Foi realizado um exercício com barra flexível de curta duração para avaliar os efeitos do estímulo vibratório sobre a atividade eletromiográfica (EMG), SPA ativo do ombro e força de abdução do ombro, e o mesmo exercício foi realizado até o limite físico dos participantes para avaliar os efeitos da fadiga subjetiva. A atividade EMG das três porções do músculo trapézio e serrátil anterior foi avaliada por EMG de superfície durante a elevação e abaixamento dos braços. O SPA ativo do ombro foi avaliado pelo teste de reprodução angular assistido por ponteira laser. A dinamometria manual foi usada para avaliar a força isométrica de abdução do ombro. Resultados: Não foram encontradas diferenças significativas intragrupo na atividade EMG e na razão de ativação dos músculos avaliados, no SPA ativo do ombro e na força muscular dos abdutores do ombro (p>0,05), tanto após exercício com barra flexível, quanto após fadiga subjetiva e os tamanhos de efeito (TE) foram considerados pequenos (TE<0,5). Houve diferença significativa entregrupos na força muscular dos abdutores do ombro (p<0,01; TE>0,8) nas avaliação inicial, após exercício com barra flexível e após fadiga subjetiva, bem como para o SPAA do ombro (p=0,01; TE<0,5 ). Conclusão: O estímulo vibratório provocado pelo exercício com barra flexível não foi capaz de alterar a atividade EMG dos músculos escapulotorácicos, a razão de ativação dos músculos escapulares, o SPA ativo e nem a força dos músculos abdutores abdutores do ombro.
Título en inglés
Acute effect of the flexible bar stimulus on scapular muscles activation in individuals with and without subacromial pain syndrome.
Palabras clave en inglés
Electromyography
Proprioception
Shoulder
Resumen en inglés
Background: Subacromial Pain Syndrome (SAPS) is the most common shoulder disorder, resulting in functional loss and disability. Vibratory stimulation through vibratory platforms and local vibrators is able to induce an improvement in neuromuscular performance in asymptomatic subjects, however there is no evidence that vibratory stimulus provoked by flexible bar is able to induce such improvement, both in individuals without shoulder pain as in individuals with SAPS. Objective: To compare intra and intergroups the acute effect of the vibratory stimulus with flexible bar and subjective fatigue induced by such exercise on scapular muscles activation; on scapular muscles activity ratios, on shoulder active joint position sense (JPS) and maximal isometric force of the shoulder abductors in individuals with and without SAPS. Method: Fifty subjects with SAPS and 50 individuals without shoulder pain were recruited for this study. A short-term exercise was performed to assess the effects of the vibratory stimulus on electromyographic (EMG) activity, shoulder active JPS and isometric shoulder abduction force, and the same exercise was performed on a long-term basis in order to evaluate the effects of subjective fatigue. The activity of the three portions of the trapezius and anterior serratus muscle was assessed by surface EMG during arm raising and lowering. Shoulder active JPS was assessed by the angular reproduction test performed with laser pointer. Hand-held dynamometer was used to assess isometric shoulder abduction force. Results: No significant intragroup differences were found on EMG activity and in the activation ratio of the evaluated muscles, neither on shoulder active JPS, nor on muscular strength of the shoulder abductors (p> 0.05) after flexible bar exercise or after subjective fatigue and effect sizes (ES) were considered small (ES <0.5). There was significant difference between groups in shoulder abductor muscle strength (p <0.01; ES> 0.8) in the initial evaluation, after exercise with flexible bar and after subjective fatigue, as well as for shoulder active JPS (p = 0, 01, ES <0.5). Conclusion: The vibratory stimulus caused by flexible bar exercise was not able to affect the EMG activity of the scapular muscles and the activation ratios, neither the shoulder active JPS, nor the shoulder abductor muscle strength.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2020-04-28
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.