• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.17.2021.tde-09092021-090117
Documento
Autor
Nombre completo
Nathalia Cristina de Souza Borges
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2021
Director
Tribunal
Guirro, Rinaldo Roberto de Jesus (Presidente)
Oliveira, Anamaria Siriani de
Ferraresi, Cleber
Sousa, Ligia de
Título en portugués
Fotobiomodulação com diodos emissores de luz (LED) no espectro vermelho e infravermelho na cicatrização de úlceras de pé diabético: um ensaio clínico randomizado controlado
Palabras clave en portugués
Cicatrização de feridas
Diabetes mellitus
Fotobiomodulação
Fototerapia
Pé diabético
Resumen en portugués
Este estudo teve como objetivo avaliar as respostas da aplicação da fotobiomodulação com diodos emissores de luz (LED) nos espectros vermelho e infravermelho em úlceras de pé diabético. Trata-se de um ensaio clínico randomizado controlado, que contou com a participação de 53 voluntários com diabetes, de ambos os gêneros, com idades entre 30 e 65 anos, que apresentaram úlceras plantares crônicas graus I ou II, não infectadas, no qual foram randomizados em quatro grupos: LED vermelho (G-LED V), LED infravermelho (G-LED IV), LED associado (G-LED A) e Controle (G-C). As intervenções com LED ocorreram diariamente, em domicílio, durante 12 semanas, sendo as avaliações de caracterização da amostra realizadas no 1º e 90° dia, e das variáveis índice de cicatrização da ferida, temperatura cutânea média, sensibilidade, ângulo de fase e dor na região da ferida, realizadas no momento pré-intervenção do 1º, 30º, 60º e 90º dias, seguido de follow-up após 30 dias do término do tratamento. A análise estatística foi conduzida com base na análise de intenção de tratar e testada a normalidade dos dados por meio de histogramas. O modelo linear de efeitos mistos foi aplicado às variáveis de desfecho, considerando a interação entre dois fatores: grupos e tempo para as comparações inter e intragrupos, adotando um nível de significância de 5%. O processamento dos dados foi realizado no software SPSS, versão 17.0. As magnitudes do efeito clínico das terapias propostas foram determinadas pelo d de Cohen. Os resultados mostraram que, para a variável índice de cicatrização da ferida, no momento pré vs pós-intervenção de 90 dias, foi encontrado grande efeito clínico dos G-LED V (d=1,7) e G -LED IV (d=1,6) em relação ao GC, nos quais esses grupos de intervenção geraram redução da área da ferida, em comparação ao G-C, que aumentou. O G-LED A apresentou pequeno efeito (d=0,4) em relação G-C, com aumento da ferida, no entanto, em menor proporção que o G-C. Também foi observado pequeno efeito clínico do G-LED IV, que mostrou maior redução da área em relação ao G-LED V (d=0,4) e G-LED A (d=0,3). No momento pós-intervenção de 90 dias vs 30 dias após a última intervenção, por mais que não mostrou diferenças significativas, observou-se a área das feridas dos grupos de intervenção aumentaram após cessar o tratamento. Concluiu-se com o estudo que, uso da fotobiomodulação com diodos emissores de luz (LED) nos espectros vermelho e infravermelho, aplicados individualmente, mostraram-se clinicamente eficazes no processo de cicatrização de úlceras de pé diabético, no qual geraram redução na área das feridas. No entanto, o LED infravermelho se apresentou mais eficiente que o LED vermelho. Também foi possível observar que, o tratamento não promoveu alterações de temperatura cutânea, sensibilidade e dor na região da ferida.
Título en inglés
Photobiomodulation with light emitting diodes (LED) in the red and infrared spectrum in the healing of diabetic foot ulcers: a randomized controlled clinical trial
Palabras clave en inglés
Diabetes mellitus
Diabetic foot
Photobiomodulation
Phototherapy
Wound healing
Resumen en inglés
This study aimed to evaluate the responses of the application of photobiomodulation with light emitting diodes (LED) in the red and infrared spectra in diabetic foot ulcers. This is a randomized controlled clinical trial, which included the participation of 53 volunteers with diabetes, of both genders, aged between 30 and 65 years, who sources chronic plantar ulcers grade I or II, not infected, in which they were randomized into four groups: red LED (G-LED V), infrared LED (G-LED IV), associated LED (G-LED A) and control (GC). Interventions with LED took place daily, at home, for 12 weeks, with the sample characterization assessments carried out on the 1st and 90th day, and the variables wound healing index, mean skin temperature, sensitivity, phase angle and pain in the wound region, performed before the intervention of the 1st, 30th, 60th and 90th days, followed by follow-up 30 days after the end of the treatment. Statistical analysis was conducted based on intention-to-treat analysis and data normality was tested using histograms. The linear mixed effects model was applied to the outcome variables, considering the interaction between two factors: groups and time for inter- and intra-group comparisons, adopting a significance level of 5%. Data processing was performed using SPSS software, version 17.0. The magnitudes of the clinical effect of the proposed therapies were determined by Cohen's d. The results showed that, for the variable wound healing index, in the pre- vs post-intervention period of 90 days, a great clinical effect of G-LED V (d=1.7) and G-LED IV (d= 1.6) in relation to the CG, in which these intervention groups generated a reduction in the wound area, compared to the CG, which increased. The G-LED A had a small effect (d=0.4) in relation to G-C, with an increase in the wound, however, to a lesser extent than the G-C. A small clinical effect of G-LED IV was also observed, which showed greater area reduction compared to G-LED V (d=0.4) and G-LED A (d=0.3). At the time post-intervention of 90 days vs 30 days after the last intervention, although it did not show significant differences, it was observed that the wound area of the intervention groups increased after stopping the treatment. The study concluded that the use of photobiomodulation with light emitting diodes (LED) in the red and infrared spectra, applied individually, proved to be clinically effective in the healing process of diabetic foot ulcers, which generated a reduction in the area of wounds. However, the infrared LED was more efficient than the red LED. It was also possible to observe that the treatment did not promote changes in skin temperature, sensitivity and pain in the wound region.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2021-10-01
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.