• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2010.tde-26082010-152600
Documento
Autor
Nome completo
Eric Almeida Xavier
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2010
Orientador
Banca examinadora
Quintana, Victor Hugo Aquino (Presidente)
Silva, João Santana da
Toledo, Karina Alves de
Título em português
Avaliação de um modelo animal para estudo da infecção pelo vírus da dengue
Palavras-chave em português
Adaptação do Dengue Tipo 1 (DENV-1)
Aumento da virulência
Cinética da virulência
Flavivirus
Resumo em português
A dengue é a arbovirose (doença viral transmitida por artrópodes) mais difundida em países tropicais e subtropicais. Segundo a Organização Mundial da Saúde, estima-se que mais de 100 milhões de casos ocorrem anualmente em todo o mundo. Com base em testes sorológicos, os vírus da dengue são classificados em quatro sorotipos antigenicamente distintos (DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4). A infecção de humanos com qualquer um dos quatro sorotipos de dengue pode levar ao desenvolvimento de três formas clínicas principais; doença febril indiferenciada, febre clássica da dengue (FD) e dengue hemorrágica com ou sem choque (DHF/DSS). Trabalhos anteriores ao usarem a linhagem de camundongos C57black/6 obtiveram resultados como hemorragia intraperitoneal e injuria ao fígado dos animais infectados, portanto foi de interesse estudar como se desenvolve a infecção por DENV-1 nestes animais. Então o objetivo principal foi estudar a infecção pelo DENV-1 em camundongos C57BL/6 inoculados via intraperitoneal. Foi analisada a presença do vírus DENV-1 em diferentes órgãos cérebro, Baco, fígado e rim além do soro dos animais C57 Black/6 imunologicamente competentes, pois trabalhos realizados anteriormente por diversos grupos de pesquisa da área tem resultados controversos mostrando que a detecção posterior do DENV seria dependente de fatores como carga viral, tipo de animal infectado e principalmente da cepa viral utilizada. Como principais conclusões de nosso trabalho os animais C57BL/6 selvagem infectados com o DENV-1 mochisuki apresentaram carga viral detectável até o décimo sexto dia, alem de plaquetopenia, aumento do Hematócrito e dos níveis de IL-10, IFN- e TNF- a partir do sétimo dia de infecção. Portanto o animal C57BL/6 selvagem pode ser usado como modelo experimental para infecção com DENV. 8
Título em inglês
Evaluation of an animal model for study of dengue virus infection
Palavras-chave em inglês
Adaptation of Dengue type 1 (DENV-1)
Flavivirus
Improves virulence
virulence Cineti
Resumo em inglês
Dengue is the arbovirus (arthropod-borne viral disease) more widespread in tropical and subtropical countries. According to World Health Organization estimates that more than 100 million cases occur annually worldwide. Based on serologic tests of dengue viruses are classified into four antigenically distinct serotypes (DENV-1, DENV-2, DENV-3 and DENV-4). The infection of humans with any of the four dengue serotypes can lead to the development of three main clinical forms, undifferentiated febrile illness, classic dengue fever (DF) and dengue hemorrhagic fever with or without shock (DHF / DSS). Previous work to use the strain of mice C57black / 6 obtained results as intraperitoneal hemorrhage and injury to the liver of infected animals, so it was of interest to study how it develops the DENV-1 infection in these animals. So the main objective was to study the DENV-1 infection in C57BL / 6 mice inoculated intraperitoneally. We analyzed the presence of DENV-1 in different organs brain, spleen, liver, kidney and serum from animals C57 Black/6 immunologically competent, as previous work by several research groups in the area is controversial results showing that the subsequent detection of DENV would depend on factors such as viral load, type of infected animals and especially the viral strain used. he main conclusions of our work, the C57BL / 6 infected with DENV-1 mochisuki had detectable viral load until the sixteenth day, in addition to thrombocytopenia, increased hematocrit and levels of IL-10, IFN- and TNF - from the seventh day of infection. So the animal C57BL / 6 wild can be used as an experimental model for infection with DENV
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ERICPDFFIM.pdf (2.63 Mbytes)
Data de Publicação
2010-09-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.