• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.17.2020.tde-18122019-153810
Documento
Autor
Nome completo
Robertta Kelly Marques Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Sawamura, Regina (Presidente)
Cardoso, Viviane Cunha
Ribeiro, Antonio Fernando
Troncon, Luiz Ernesto de Almeida
Título em português
Inflamação intestinal em crianças com fibrose cística
Palavras-chave em português
Calprotectina fecal
Crianças
Fibrose cística
Inflamação intestinal
Resumo em português
A fibrose cística (FC) é uma doença autossômica recessiva, com acometimento de múltiplos órgãos e sistemas. Evidências de inflamação intestinal vêm sendo demonstradas nessa doença e a etiologia parece ser multifatorial. A calprotectina fecal (CLP) é um biomarcador de inflamação intestinal e os estudos vêm mostrando seu aumento em pacientes com FC. O objetivo do estudo foi comparar os valores de CLP entre crianças com fibrose cística e indivíduos saudáveis, avaliar se há diferença dos níveis desse marcador de acordo com a faixa etária (<= 4 anos e > 4 anos) e investigar a relação entre a CLP e as características clínicas dos pacientes com FC. Foi realizado um estudo transversal. Foram avaliadas 30 crianças com FC, detectadas pelo teste de triagem neonatal e 39 saudáveis, com médias de idade (DP) de 47,63 (27,60) e 43,64 (25,93) meses. A CLP foi determinada por um teste de ELISA. Para a comparação das médias dos valores de calprotectina entre os grupos FC e saudáveis e para avaliar associação entre a CLP e as características clínicas dos pacientes com FC, foram utilizados modelos de regressão linear, simples e múltiplos (ajustado por tipo de parto e dieta). A relação entre duas variáveis quantitativas foi avaliada pelo coeficiente de correlação de Spearman. O nível de significância foi de 5%. Houve uma correlação negativa entre os níveis de calprotectina fecal e a idade, tanto nos saudáveis como nos fibrocísticos. Observou-se uma ampla variabilidade dos valores de CLP nos pacientes com FC com idade <= 4 anos, com aumento significativo em relação aos saudáveis (p = 0,03). Nas crianças acima de 4 anos, não houve diferença da CLP entre os grupos (p = 0,74). Para os maiores de 4 anos, ao usar um ponto de corte de 50 mg/kg, notou-se elevação de CLP em 92,86% das crianças com FC e em 70,59% dos saudáveis (p = 0,18). Utilizando um ponto de corte de 100 mg/kg, observou-se aumento em 64,29% e 47,06%, respectivamente (p = 0,47). Nas crianças com FC, houve associação entre CLP e ocorrência de síndrome de pseudo-Bartter (p = 0,01). Não houve relação desse marcador com outras características presentes na FC como anemia hipoalbuminêmica (p = 0,24), insuficiência pancreática (p = 0,49), tipo de infecção respiratória por Pseudomonas aeruginosa (p = 0,19), estado nutricional (p = 0,12), uso de inibidor de bomba de prótons (p = 0,34), número de ciclos de antibióticos (p = 0,51) ou de hospitalizações durante a vida (0,17). Em conclusão, os níveis de calprotectina fecal nas crianças com FC se diferem das saudáveis, sugerindo alteração do ambiente intestinal desde os primeiros anos de vida. Há uma tendência à redução desse marcador com a progressão da idade.
Título em inglês
Intestinal inflammation in children with cystic fibrosis
Palavras-chave em inglês
Children
Cystic fibrosis
Fecal calprotectin
Intestinal inflammation
Resumo em inglês
Cystic fibrosis (CF) is an autosomal recessive disease, involving multiple organs and systems. Evidence of intestinal inflammation has been demonstrated in this disease and the etiology seems to be multifactorial. Fecal calprotectin (CLP) is a biomarker of intestinal inflammation and studies have been showing its increase in CF patients. The aim of the study was to compare CLP values among children with cystic fibrosis and healthy individuals, to evaluate whether there are differences in levels of this marker according to the age range (<= 4 years and > 4 years) and to investigate the relationship between CLP and the clinical characteristics of CF patients. A cross-sectional study was carried out. We evaluated 30 children with CF, detected by the neonatal screening test and 39 healthy, mean age (SD) of 47.63 (27.60) and 43.64 (25.93) months. CLP was determined by an ELISA test. In order to compare the mean values of calprotectin between the CF and healthy groups and to evaluate the association between CLP and the clinical characteristics of CF patients, linear and simple regression models were used (adjusted by type of delivery and diet). The relationship between two quantitative variables was evaluated by the Spearman correlation coefficient. The level of significance was 5%. There was a negative correlation between fecal calprotectin levels and age in both healthy and fibrocystic patients. A wide variability of CLP values was observed in CF patients aged <= 4 years, with a significant increase in relation to the healthy ones (p = 0.03). In children older than 4 years, there was no difference in CLP between groups (p = 0.74). For those over 4 years of age, when using a cut-off point of 50 mg/kg, CLP was elevated in 92.86% of the children with CF and in 70.59% of the healthy ones (p = 0.18). Using a cut-off point of 100 mg/kg, an increase was observed in 64.29% and 47.06%, respectively (p = 0.47). In children with CF, there was an association between CLP and the occurrence of pseudo-Bartter syndrome (p = 0.01). There was no relation of this marker with other characteristics present in CF such as hypoalbuminemic anemia (p = 0.24), pancreatic insufficiency (p = 0.49), type of respiratory infection by Pseudomonas aeruginosa (p = 0.19), nutritional status (p = 0.12), proton pump inhibitor use (p = 0.34), number of antibiotic cycles (p = 0.51) or lifetime hospitalizations (0.17). In conclusion, the levels of fecal calprotectin in children with CF differ from healthy ones, suggesting a change in the intestinal environment from the first years of life. There is a tendency to reduce this marker with the progression of age.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-01-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.