• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.17.2016.tde-06012016-181445
Documento
Autor
Nombre completo
Letícia Ferro Leal
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Ribeirão Preto, 2011
Director
Tribunal
Antonini, Sonir Roberto Rauber (Presidente)
Almeida, Madson Queiroz de
Scrideli, Carlos Alberto
Título en portugués
Via Wnt/?-catenina em tumores adrenocorticais pediátricos
Palabras clave en portugués
Expressão gênica
Genes CTNNB1 e TP53
Tumorigênese adrenocortical
Via Wnt-- catenina
Resumen en portugués
Introdução: Em crianças das regiões Sul e Sudeste do Brasil há uma incidência elevada de tumores adrenocorticais (TAC). Anormalidades da ?-catenina tem sido encontradas em TAC em adultos e sugerem a ativação da via Wnt/ -catenina nestes tumores. No entanto, não há estudos avaliando o papel desta via em casuísticas de TAC pediátricos. Objetivos: Avaliar o papel da via Wnt/catenina e mutações do gene CTNNB1 na tumorigênese adrenocortical pediátrica. Indivíduos, Material e Métodos: Foram avaliados 62 pacientes pediátricos com TAC oriundos de dois centros de referência. Controles: córtex adrenal de indivíduos jovens com morte acidental. Avaliou-se a presença de mutação nos genes TP53 e CTNNB1. A expressão de genes da via Wnt (CTNNB1, o ligante WNT4, os inibidores SFRP1, DKK3 e AXIN1, o fator de transcrição TCF7 e os genes-alvo MYC e WISP2) foi avaliada por qPCR, utilizando-se o método de 2-Ct. Adicionalmente, a expressão de proteínas da via Wnt/-catenina e P53 foi avaliada por imunoistoquímica. Avaliou-se a relação entre possíveis anormalidades moleculares com o fenótipo clínico e o desfecho. Resultados: A sobrevida geral foi maior em pacientes menores que 5 anos de idade (p<0.0001) e em pacientes com estágios tumorais menos avançados (p<0.0001). A mutação P53 p.R337H foi encontrada em 87% dos pacientes e não se associou com características clinicopatológicas ou desfecho. Mutações do gene CTNNB1 foram encontradas em 4/62 (6%) TAC, todos carreadores da mutação P53 p.R337H. Houve associação entre óbito e presença de mutações do gene CTNNB1 (p=0,02). Acúmulo difuso da -catenina foi observado em 71% dos TAC, a maioria sem mutações do CTNNB1. Comparados a adrenais normais, os TAC apresentaram aumento da expressão do RNAm de CTNNB1 (p=0.008) e diminuição da expressão de genes inibidores da via Wnt: DKK3 (p<0.0001), SFRP1 (p=0.05) e AXIN1 (p=0.04). Com relação aos genes-alvo da via Wnt/-catenina, TAC apresentaram expressão aumentada de WISP2 e baixa expressão de MYC. Maior sobrevida geral foi associada à expressão baixa de SFRP1 (p=0.01), WNT4 (p=0.004) e TCF7 (p<0.01). Conclusões: Em TAC pediátricos, mutações somáticas ativadoras do gene CTNNB1 são pouco freqüentes e parecem estar associadas à maior ocorrência de óbito. Mesmo na ausência de mutações do gene CTNNB1, estes tumores apresentaram acúmulo de -catenina e do gene-alvo WISP2 e expressão reduzida de inibidores da via Wnt (DKK3, SFRP1 e AXIN1). Estes dados demonstram evidências de anormalidades na via Wnt/-catenina em TAC pediátricos, mesmo na ausência de mutações do gene CTNNB1. É provável que outros eventos genéticos afetando a via Wnt/-catenina estejam envolvidos na tumorigênese adrenocortical pediátrica
Título en inglés
Wnt/?-catenin signaling pathway in childhood adrenocortical tumors
Palabras clave en inglés
Adrenocortical tumorigenesis
CTNNB1 and TP53 genes
Gene expression
Wnt/-catenin signaling pathway
Resumen en inglés
Context: CTNNB1 mutations and activation of Wnt/-catenin pathway are frequent in adult adrenocortical tumors (ACTs) but data on childhood ACTs are lacking. Objective: To investigate Wnt/-catenin pathway abnormalities and CTNNB1 mutations in childhood ACTs. Patients and Methods: Clinicopathological findings and outcome of 62 childhood ACTs patients were analyzed regarding to CTNNB1/ -catenin mutations and to the expression of Wnt-related genes (CTNNB1, a Wnt ligand: WNT4, Wnt inhibitors: SFRP1, DKK3 and AXIN1, a transcription factor: TCF7, and target genes: MYC and WISP2) by qPCR and immunohistochemistry. Results: Overall survival (OS) was higher in patients younger than 5 years (p<0.0001) and associated with less advanced tumoral stage (p<0.0001). The p.R337H P53 mutation, found in 87% of the patients, was not associated with clinicopathological findings or outcome. CTNNB1 activating mutations were found in only 4/62 ACTs (6%), all of them harboring TP53 mutation. There was association between the presence of CTNNB1 mutation and death (p=0.02). Diffuse -catenin accumulation was found in 71% of ACTs, most of them without CTNNB1 mutation. CTNNB1 mutated ACTs presented weak/moderate -catenin accumulation. Compared to normal adrenals, ACTs presented increased expression of CTNNB1 (p=0.008) and underexpression of Wnt inhibitor genes: DKK3 (p<0.0001), SFRP1 (p=0.05) and AXIN1 (p=0.04). With regards to Wnt/-catenin target genes, ACTs presented lower expression of MYC but increased expression of WISP2. Higher overall survival was associated with underexpression of SFRP1 (p=0.01), WNT4 (p=0.004) and TCF7 (p<0.01). Conclusions: In childhood ACTs, CTNNB1 mutations are rare and appear to be associated with poor prognosis. Regardless of CTNNB1 mutations, these tumors presented reduced expression of Wnt inhibitor genes (DKK3, SFRP1 and AXIN1) and increased expression of CTNNB1 and a target gene, WISP2. Thus, besides CTNNB1 mutations, additional genetic events affecting the Wnt/-catenin pathway may be involved in childhood adrenocortical tumorigenesis.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2016-01-12
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.