• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.17.2021.tde-05112021-113015
Documento
Autor
Nome completo
Santiago Noe Vasco Morales
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2021
Orientador
Banca examinadora
Júnior, Pérsio Roxo (Presidente)
Ferri, Walusa Assad Gonçalves
Riccetto, Adriana Gut Lopes
Simão, Hélio Miguel Lopes
Título em espanhol
Asociación entre lesiones neurológicas de origen neonatal con dermatitis atópica y el nivel de IgE
Palavras-chave em espanhol
Dermatitis atópica
IgE
Lactantes
Lesión cerebral
Resumo em espanhol
La neuroinmunología estudia cómo el sistema inmunológico y el sistema nervioso interactúan y se modulan entre sí. Está demostrado que las lesiones cerebrales afectan la inmunidad, la presencia de dermatitis atópica y los niveles de IgE. Objetivo: identificar si los pacientes con lesiones neurológicas provocadas por asfixia o hemorragias intraventriculares originadas en el periodo neonatal presentan niveles más altos IgE asociados con dermatitis atópica. Se realizó un estudio de cohorte con la participación de lactantes que al nacer sufrieron: a) asfixia leve y/o hemorragia intraventricular grado I; b) asfixia moderada o grave y/o hemorragia intraventricular grado II, III o IV. Los pacientes fueron acompañados durante su primer año y sus padres firmaron el consentimiento informado. Se calculó el riesgo relativo (RR) y también se realizó un análisis estadístico bayesiano, mediante el uso del programa estadístico R v 3.3.6. Resultados: la dermatitis atópica se asocia con neurodesarrollo alterado: RR 3,3 (1,9: 5,9); con lesión estructural del sistema nervioso central detectado por ecografía transfontanelar: RR 3,6 (1,5:8,3); con irritantes ambientales: RR 3,3 (1,5:5) y con niveles de IgE superiores a 15 UI/mL. Conclusiones: los lactantes con alteraciones neurológicas tienen mayor riesgo de presentar dermatitis atópica con niveles de IgE total más altos, comparados con los pacientes que no presentaron alteraciones neurológicas. La interacción con irritantes ambientales es un importante estímulo para la presencia de dermatitis atópica mediada por IgE.
Título em português
Associação entre lesões neurológicas de origem neonatal com dermatite atópica e o nível de IgE. Quito, Ecuador
Palavras-chave em português
Dermatite atópica
IgE
Lactente
Lesão cerebral
Resumo em português
A neuroimunologia estuda como o sistema imunológico e o sistema nervoso interagem e se modulam. Foi demonstrado que as lesões cerebrais afetam a imunidade, a presença de dermatite atópica e os níveis de IgE. Objetivo: identificar se pacientes com lesões neurológicas por asfixia ou hemorragia intraventricular originada no período neonatal apresentam níveis mais elevados de IgE associados à dermatite atópica. Foi realizado um estudo de coorte com a participação de lactentes que sofreram ao nascimento: a) asfixia leve e / ou hemorragia intraventricular grau I; b) asfixia moderada ou grave e / ou hemorragia intraventricular grau II, III ou IV. Os pacientes foram acompanhados durante o primeiro ano e seus pais assinaram o termo de consentimento livre e esclarecido. Calculou-se o risco relativo (RR) e realizouse também a análise estatística bayesiana, por meio do programa estatístico R v 3.3.6. Resultados: a dermatite atópica está associada a alterações no neurodesenvolvimento: RR 3,3 (1,9: 5,9); com lesão estrutural do sistema nervoso central detectada pela ultrassonografia transfontanelar: RR 3,6 (1,5: 8,3); com irritantes ambientais: RR 3,3 (1,5: 5) e com níveis de IgE maiores que 15 UI/mL. Conclusões: lactentes com alterações neurológicas apresentam maior risco de apresentar dermatite atópica com maiores níveis de IgE total, em comparação com pacientes sem alterações neurológicas. A interação com irritantes ambientais é um estímulo importante para a presença de dermatite atópica mediada por IgE.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-11-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.