• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.17.2021.tde-08092021-111633
Documento
Autor
Nome completo
Janaina Regina Léllis
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2021
Orientador
Banca examinadora
Soares, Edson Garcia (Presidente)
Elias, Lucila Leico Kagohara
Simões, Renata Toscano
Título em português
Caracterização da expressão da MMP-9, TIMP-1 e VEGF no carcinoma papilífero da tireóide
Palavras-chave em português
Carcinoma papilífero da tireoide
Matriz extracelular
Metástase linfonodal
MMP9
TIMP1
VEGF
Resumo em português
INTRODUÇÃO: É sabido que o carcinoma papilífero de tireoide (CPT) possui bom prognóstico, entretanto, alguns casos evoluem com um comportamento agressivo, ocasionando metástase de linfonodos cervicais e aumentando a recorrência local com diminuição da sobrevida. A matriz extracelular (MEC) fornece suporte às células tumorais e às células pertencentes ao microambiente, com papel crucial durante o processo de disseminação de tumores, especialmente pelo contato célula-célula e célula-matriz. Devido a sua capacidade de degradar a MEC, a MMP-9 e o TIMP-1 estão sendo relacionados com processos de migração, invasão e desenvolvimento metastático. Além disso, a MMP-9 demonstrou possuir papel importante na angiogênese tumoral, através da estimulação do fator de crescimento vascular endotelial (VEGF). OBJETIVO: Avaliar a expressão imunoistoquímica dos marcadores MMP-9, TIMP-1 e VEGF em lesão neoplásica de CPT e lesão neoplásica de metástase (linfonodo), bem como relacionar a expressão dos marcadores com os aspectos clínico-patológicos. Tem-se ainda como objetivo correlacionar o tempo de progressão da doença com os aspectos clínico-patológicos e os marcadores de interesse. METODOLOGIA: Os 26 pacientes pertencentes aos estudos foram divididos em dois grupos nos quais avaliamos lesão neoplásica primeira (CPT) e lesão neoplásica metastática (ML). Durante a análise do laudo anatomo-patológico, observamos que 11 pacientes possuíam o diagnóstico de tireoidite de Hashimoto (HT) em associação ao CPT. Após revisão e seleção de blocos representativos, as amostras foram submetidas à técnica de imunoistoquímica. RESULTADOS: Ao analisar a expressão dos marcadores nos grupos CPT e ML, não identificamos diferenças estatísticas significativas. Entretanto, quando analisamos a expressão dos marcadores com os aspectos clínico-patológicos, encontramos diferença estatística em relação à expressão de MMP-9 e o tipo histológico (p=0,04), TIMP-1 ao sexo e recidiva (p=0,04 e p=0,05 respectivamente) e o VEGF apresentou diferença em relação a pacientes que apresentaram HT em associação ao CPT. Identificamos diferença significativa na análise de sobrevida (progressão) em relação à MMP-9 no grupo ML, no qual pacientes que expressaram marcação moderada apresentaram tempo médio de progressão menor de 4,31 anos (p=0,02), com risco de 1,25 vezes maior (p=0,03). CONCLUSÂO: Observamos que a expressão de MMP-9, TIMP-1 e VEGF não apresentaram diferenças estatísticas significantes entre os grupos. Entretanto, encontramos diferenças em relação aos marcadores quando confrontados com os parâmetros clínico-patológicos, o que poderá servir como auxílio para futuras investigações sobre a compreensão das interações do CPT e no monitoramento dos pacientes.
Título em inglês
Characterization of the expression of MMP-9, TIMP-1 and VEGF in papillary thyroid carcinoma
Palavras-chave em inglês
Extracellular matrix
Lymph node metastasis
MMP9
Thyroid papillary carcinoma
TIMP1
VEGF
Resumo em inglês
INTRODUCTION: It is known that thyroid papillary carcinoma (TPC) has a good prognosis, however, some cases evolve with an aggressive behavior, leading to cervical lymph nodes metastasis and increasing local recurrency with reduced survival. The extracellular matrix (ECM) provides support to the tumoral cells and to cells belonging to the microenvironment, with a crucial role during the process of tumor dissemination, specially through cell-to-cell and cell-to-matrix contact. Due to its capacity to degrade the ECM, the MMP-9 and the TIMP-1 are being related to migration processes, invasion, and metastatic development. Besides that, the MMP-9 demonstrated to have an important role in tumoral angiogenesis, through the stimulation of the vascular endothelial growth factor (VEGF). OBJETIVE: To evaluate the immunohistochemical expression of the markers MMP-9, TIMP-1 and VEGF in TPC neoplastic lesion and metastasis neoplastic lesion (lymph nodes) as well as to relate the markers expression with clinic-pathologic aspects. It is also an objective to correlate the time of the disease progression with the clinic-pathologic aspects and the markers of our interest. METHODOLOGY: The 26 patients from the studies were divided in two groups in which we evaluated primary neoplastic lesion (TPC) and metastatic neoplastic lesion (ML). During the analysis of the anatomo-pathological report, we observed that 11 patients had a diagnosis for Hashimoto's Thyroiditis in association to TPC. After review and selection of representative blocks, the samples were submitted to the immunohistochemical technique. RESULTS: When we analyzed the markers expression in the TPC and ML groups, we did not identify significant statistical differences. However, when we analyzed the markers expression with the clinical-pathological aspects, we found a statistical difference regarding MMP-9 expression and the histological type (p=0,04), TIMP-1 to sex and relapsing (p=0,04 and p=0,05 respectively) and the VEGF presented difference regarded to patients who presented HT in association to TPC. We identified a significant difference in the analysis of survival (progression) regarding to MMP-9 in the ML group, in which patients that expressed moderate expression presented an average progression time lower than 4,31 years (p=0,02), with a risk 1,25 times higher (p=0,03). CONCLUSION: We observed that the expression of MMP-9, TIMP-1 and VEGF did not present significant statistical differences between the groups. However, we found differences regarding the markers when confronted with the clinical-pathological parameters, which might serve as support to future investigations about the comprehension of TPC interactions and patients monitoring.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-10-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.