• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Rafael de Menezes Reis
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Barbosa, Marcello Henrique Nogueira (Presidente)
Pagnano, Rodrigo Gonçalves
Carneiro, Antonio Adilton Oliveira
Garcia, Flávio Luís
Riberto, Marcelo
Título em português
Associação entre os parâmetros espinopélvicos e a composição dos discos intervertebrais lombares avaliada por meio da ressonância magnética: estudo em adultos jovens assintomáticos
Palavras-chave em português
Coluna Vertebral
Disco intervertebral
Imagem por Ressonância Magnética
Postura
Radiografia
Resumo em português
Introdução: Os discos intervertebrais são estruturas importantes para a manutenção da saúde da coluna vertebral. Sua integridade pode ser afetada quando há desequilíbrio sagital ou alterações nos parâmetros espinopélvicos da coluna vertebral. Propósito: Avaliar potencial associação entre os parâmetros espinopélvicos da coluna vertebral e os componentes bioquímicos dos discos intervertebrais lombares em indivíduos adultos jovens assintomáticos utilizando técnicas quantitativas em ressonância magnética. Métodos: Nosso grupo de estudo foi composto por 93 voluntários assintomáticos com idade entre 20 e 40 anos (49 mulheres e 44 homens). Imagens ponderadas em T2, relaxometria T2 e relaxometria T1? no plano sagital da coluna lombar foram adquiridas por meio de um aparelho de ressonância magnética de 1.5T. Os parâmetros espinopélvicos analizados incluíram inclinação sacral (IS), versão pélvica (VP), incidência pélvica (IP), lordose lombar (LL), cifose torácica (CT), alinhamento toracolombar (TL), eixo sagital vertical (SVA), ângulo espinossacral (SSA), comprimento de T1 a S1 e L1 a S1, estes mensurados em uma radiografia panorâmica da coluna. Os voluntários também foram subdividos dentro dos quatro subtipos posturais de Roussouly para verificar a incidência de discos degenerados entre estes subgrupos. Resultados: A LL correlacionou com os tempos de relaxação T2 em todos níveis discais (L1L2: R=0,28; L2L3: R=0,25; L3L4: R=0,22; L4L5: R=0,24; L5S1: R=0,31). Observou-se uma correlação similar entre CT e a relaxometria T2 em L4L5 (R=0,25) e L5S1 (R=0,29) e também entre TL e o tempo de relaxação de L5S1 (R=0,21). Apenas a VP correlacionou-se com a relaxometria T1? nos níveis de L3L4 (R= -0,24) e L4L5 (R= -0,26). O volume dos discos correlacionou com o comprimento de T1S1 em todos níveis (L1L2: R=0,61, L2L3: R=0,66, L3L4: R=0,64, L4L5: R=0,61, L5S1: R=0,47). O Tipo 2 de Roussouly apresentou uma frequência maior de discos degenerados em L4L5 que o Tipo 4 (P < 0,05). Conclusão: A baixa magnitude de alguns parâmetros espinoélvicos como LL, CT, TL e VP apresentam uma discreta associação com a redução conteúdo hídrico e de proteoglicanos dos discos lombares. Os demais parâmetros espinopélvicos não apresentaram correlação com a composição do disco em indivíduos jovens assintomáticos.
Título em inglês
Association between spinopelvic parameters and biochemical composition on lumbar discs evaluated by magnetic resonance: a study on aymptomatic young adults
Palavras-chave em inglês
Intervertebral disc
Magnetic Resonance Imaging
Posture
Radiography
Spine
Resumo em inglês
Introduction: Intervertebral discs (IVD) are important structures for the spine health. Its integrity may be affected when there is sagittal imbalance or changes in spinopelvic parameters. Purpose: To evaluate potential associations between spinopelvic parameters and the biochemical composition of lumbar intervertebral discs using quantitative magnetic resonance imaging in asymptomatic young adults. Methods: Our study group comprised 93 asymptomatic volunteers aged 20-40 years (49 women and 44 men). Lumbar spine T2- weighted images, T2 relaxometry and T1? relaxometry were acquired on a 1.5T MRI scanner. Spinopelvic parameters including sacral slope (SS), pelvic tilt (PT), pelvic incidence (PI), lumbar lordosis (LL), thoracic kyphosis (TK), thoracolumbar alignment (TL), sagittal vertical axis (SVA), spinosacral angle (SSA), C2 pelvic angle (CPA), and T1S1 and L1S1 length were measured on panoramic spine radiographs. The volunteers were also subdivided into the four postural subtypes of Roussouly. Results: LL correlated with T2 relaxation at all IVD levels (L1L2: R=0.28; L2L3: R=0.25; L3L4: R=0.22; L4L5: R=0.24; L5S1: R=0.31). We observed a similar correlation between TK and T2 relaxometry at L4L5 (R=0.25) and L5S1 (R=0.29) and between TL and L5S1 (R=0.21). Only PT correlated with T1? relaxometry at the levels of L3L4 (R = -0.24) and L4L5 (R = -0.26). IVD volume correlated with T1S1 length at all levels (L1L2: R=0.61, L2L3: R=0.66, L3L4: R=0.64, L4L5: R=0.61, L5S1: R=0.47). Roussouly Type 2 presented a higher frequency of degenerated discs in L4L5 than Type 4 (P <0.05). Conclusion: The low magnitude of some spinopelvic parameters such as LL, TK, TL and PT present a discrete association with the reduction of water content and proteoglycans of the lumbar discs. The other spinopelvic parameters had no correlation with the disc composition in asymptomatic young individuals.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-07-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.