• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Vania Tognon Miguel
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2014
Orientador
Banca examinadora
Barreira, Amilton Antunes (Presidente)
Lopes, Luiza da Silva
Oliveira Neto, Fausto Viterbo de
Título em português
Plasticidade das fibras amielínicas na tubulização látero-terminal
Palavras-chave em português
Fibras amielínicas
Plasticidade de nervo
Tubulização látero-terminal
Resumo em português
A tubulização representa uma possível alternativa para reparo de lesões de nervos periféricos, por permitir a aplicação local de fatores de crescimento e neurorregenerativos assim como por facilitar o estudo dos mecanismos de ação relacionados à regeneração das fibras nervosas. O objetivo do presente estudo foi verificar se há crescimento de fibras amielínicas no nervo fibular comum de ratas Wistar adultas após a tubulização látero-terminal (TLT) sem a utilização de indutores de crescimento, através de análise morfológica e morfométrica das referidas fibras. Para tanto, o nervo fibular comum direito foi seccionado a 3 mm da sua emergência, o coto proximal sepultado e suturado na musculatura adjacente e um tubo de silicone (6 mm) interposto entre o coto distal do fibular e a lateral do nervo tibial (grupo TLT). O controle usado foi o segmento distal esquerdo do nervo fibular (grupo GN). Setenta dias após, foram realizados cortes semifinos e ultrafinos para análise de aspectos morfológicos e morfométricos através de microscopia de luz e microscopia eletrônica de transmissão (MET). Houve evidente brotamento axonal de fibras amielínicas, que cresceram a partir do nervo tibial intacto no grupo TLT em comparação ao grupo GN, sendo que o número total de axônios amielínicos foi similar nos dois grupos. Estudo morfométrico evidenciou diferenças significativas (p<=0,05) em relação à maior densidade de axônios amielínicos regenerados e em relação ao diâmetro mínimo axonal. No presente estudo os axônios amielínicos no nervo receptor, usando o modelo da TLT, foram quantificados. Esse modelo poderá ser útil e importante para estudo da plasticidade do sistema nervoso periférico.
Título em inglês
Plasticity of unmyelinated fibers using side-to-end tubulisation
Palavras-chave em inglês
Nerve plasticity
Side-to-end tubulisation
Unmyelinated fibers
Resumo em inglês
Side-to-end tubulisation is a model recently developed in our laboratory to study nerve plasticity. In this model, collateral sprouting of fibers grow from intact donor nerve fibers to the distal stump of a receptor nerve. The objective of the present study was to study unmyelinated fibers using this model. Adults female Wistar rats were used and morphological and morphometric analysis were done. The fibular common nerve was sectioned 3 mm from its origin. The proximal stump was buried and sutured in the adjacent musculature. A silicone tube (6 mm) was fixed on the adjacent lateral portion of the intact tibial nerve and the fibular common nerve distal stump was sutured in the other extremity of the tube (SET group). The left fibular common nerve distal segment was used as control. Semithin and ultrathin sections were obtained and studied using light and transmission electron microscopy. Seventy days after, there was profuse axonal sprouting of unmyelinated fibers that grew from the nerve tibial, reaching the same number of axons when compared with the controls. In the present study unmyelinated axons in the receptor nerve using SET were quantified. SET is an important tool to study plasticity of peripheral nerve fibers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
vaniatognon.pdf (2.25 Mbytes)
Data de Publicação
2019-08-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.