• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.17.2017.tde-21072016-105418
Documento
Autor
Nome completo
Carolina Trebi Penatti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Takayanagui, Osvaldo Massaiti (Presidente)
Machado, Luis dos Ramos
Tumas, Vitor
Título em português
Avaliação do desempenho cognitivo de pacientes com Neurocisticercose
Palavras-chave em português
Cognição
Epilepsia
Manifestações neurocomportamentais
Neurocisticercose
Resumo em português
Introdução: Neurocisticercose (NCC) é a doença parasitária do sistema nervoso central (SNC) mais freqüente no mundo, afetando mais de 50 milhões de pessoas. No entanto, alguns de seus achados clínicos, tais como comprometimento cognitivo, é um aspecto pouco estudado na literatura e ainda permanece mal caracterizado. Objetivos: Avaliar o desempenho cognitivo de pacientes portadores de NCC e comparar o desempenho deste grupo em testes de avaliação cognitiva com o desempenho de indivíduos saudáveis (GC) e de indivíduos com epilepsia criptogênica (GE). O estudo objetivou também relacionar os achados com o tipo morfológico, número, localização dos cisticercos e fase de desenvolvimento do parasita. Métodos: 32 pacientes (média de idade = 45,2 ± 10,2 anos) com diagnóstico de NCC, com ou sem tratamento específico e em ambas as fases de desenvolvimento do parasita (formas ativa e inativa) foram submetidos a uma avaliação cognitiva, constituída de dez testes (memória, habilidades visuoespaciais, cálculo, abstração, praxias e gnosias e o Mini Exame do Estado Mental - MEEM), sendo comparados a 32 GC e 24 GE emparelhados por idade, gênero e nível educacional. Resultados: Pacientes com NCC apresentam prejuízo cognitivo, em comparação aos controles saudáveis em tarefas de memória visual, memória lógica imediata e recente. Pacientes com NCC e aqueles do GC apresentaram um desempenho cognitivo superior, em comparação ao GE; nos testes que envolveram a atenção e a memória operacional e na praxia reflexiva. Não houve diferença estatisticamente significativa no desempenho cognitivo nos três grupos estudados nos testes cognitivos que avaliaram a praxia construcional e ideomotora, cálculo e capacidade de abstração e julgamento. Não foi encontrada correlação entre alterações nos testes cognitivos dos pacientes com NCC e número de lesões e a fase de desenvolvimento do parasita. Em relação ao tipo morfológico, foi observado que os indivíduos que apresentavam a forma racemosa obtiveram um desempenho inferior no teste do Mini Exame do estado mental (MEEM), quando comparados aos que apresentavam a forma cística simples. Em relação à localização dos cisticercos, pode-se notar que os indivíduos com lesões de localização parenquimatosa demonstraram escores inferiores no teste de Faces Famosas e no teste de memória lógica recente, quando comparados àqueles com lesões ventriculares e no espaço subaracnóide. Conclusões: O declínio cognitivo foi uma manifestação clínica muito freqüente em nossa amostra de pacientes com NCC. Estes dados podem fornecer um conhecimento mais abrangente das manifestações clínicas presentes na NCC
Título em inglês
Assessment cognitive performance of patients with Neurocysticercosis
Palavras-chave em inglês
Cognition
Epilepsy
Neurobehavioral manifestations
Neurocysticercosis
Resumo em inglês
Introduction: Neurocysticercosis (NCC) is the most frequent parasitic disease of the central nervous system (CNS), affecting more than 50 million people. However, some its clinical findings, such as cognitive impairment, are is an aspect little studied in the literature and remain poorly characterized. Aim: Assess the cognitive performance of patients with NCC and compare the performance of this group healthy controls (HC) and cryptogenic epilepsy (CE) patients. The study also aimed to relate the findings with the morphological type, number, location of cysticerci and development phase of the parasite. Methods: thirty-two patients (mean age = 45.2 ± 10.2 years) with diagnosis of NCC, with or without specific treatment and in both stages of parasite development (active and inactive forms) underwent a cognitive evaluation, constituted of ten tests. They were then compared to HC 32 and 24 CE, matched for age, gender and educational level. Results: NCC patients presented cognitive impairment compared to healthy controls in tasks of visual memory, immediate and recent logical memory. NCC patients and the HC presented a higher cognitive performance, compared to CE, in tests involving attention, working memory and reflective praxis. There was no statistically significant difference in cognitive performance among the three groups on cognitive tests that assessed ideomotor and constructional praxis, calculation and capacity for abstraction and trial. No correlation was found between changes in cognitive tests of patients NCC and number of lesions and stage of parasite development. Regarding to the morphological type, it was observed that individuals with the racemose form a lower performance in tests of the Mini Mental State Examination (MMSE), when compared to those who had the simple cystic form. Regarding location of cysticerci, it was noted that individuals with parenchymal lesions showed lower scores in the Famous Faces Test and recent test of logical memory when compared to those with lesions in the ventricular and subarachnoid space. Conclusions: The cognitive decline was a very frequent clinical manifestation in our sample of patients NCC. This data provide a better understanding of the broader clinical manifestations in patients with NCC
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-04-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.