• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Ana Carolina Gargaro Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Velasco, Tonicarlo Rodrigues (Presidente)
Ana, Lauro Wichert
Bianchin, Marino Muxfeldt
Fernandes, Regina Maria Franca
Teixeira, Ivanda de Souza Silva Tudesco
Título em português
Cirurgia de epilepsia em pacientes com epilepsia do lobo temporal associada a esclerose hipocampal: uma comparação do prognóstico cognitivo com e sem ressecção do polo temporal
Palavras-chave em português
Avaliação neuropsicológica
Cirurgia de epilepsia
Epilepsia do lobo temporal
Esclerose hipocampal
Memória
Nomeação
Polo temporal
Resumo em português
Sabe-se que a epilepsia do lobo temporal associada à esclerose hipocampal (ELT-EH) é uma síndrome epiléptica frequente e de difícil controle medicamentoso. Além disso, esta condição acarreta em uma série de prejuízos cognitivos aos seus portadores antes e após a cirurgia para tratamento das crisesrefratárias. Alguns trabalhos mostram que o prognóstico cognitivo pode mudar dependendo da abordagem cirúrgica realizada. Dessa forma, este trabalho teve como objetivo verificar qual o papel do polo temporal no funcionamento cognitivo. Para isso, foi realizada uma análise retrospectiva dos prontuários médicos de 146 pacientes adultos com ELT-EH esquerda, destros, avaliados no Centro de Cirurgia de Epilepsia (CIREP) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP) - Universidade de São Paulo (USP). Os resultados mostraram um melhor desempenho na tarefa de nomeação por confronto visual nos pacientes que passaram por lobectomia temporal esquerda sem ressecção do polo (p=0.007). Quando realizada da análise do índicede mudança confiável (RCI) para verificar a relevância clínica dos achados, 39,4% dos pacientes que passaram pela cirurgia com ressecção do polo temporal mostraram uma piora significativa de desempenho no teste de nomeação por confronto visual no Boston Naming Test (BNT), enquanto apenas 16% dos que passaram pela cirurgia sem ressecção do polo mostraram piora significativa no mesmo teste (p=0.015). No entanto, este mesmo grupo mostrou um pior prognóstico de controle de crises quando comparado ao grupo com ressecção do polo (p=0.018). Assim, esses dadosindicam que o polo temporal pode estar envolvido em habilidades de nomeação. Nossos resultados sugerem, portanto, que a cirurgia para o tratamento das crises refratárias nos pacientes com ELT-EH esquerda poderiam considerar as diferenças individuais para decidir a melhor abordagem cirúrgica para cada paciente
Título em inglês
Epilepsy surgery in temporal lobe epilepsy associated with left hippocampal sclerosis: a comparison of cognitive outcome with or without temporal pole resection
Palavras-chave em inglês
Epilepsy surgery
Hippocampal sclerosis
Naming
Neuropsychological assessment
Temporal lobe epilepsy , Memory
Temporal pole
Resumo em inglês
It is known that the temporal lobe epilepsy (TLE) associated with hippocampal sclerosis (HS) is a frequent epileptic syndrome with difficult medication control. In addition, this condition leads to a series of cognitive impairments to patients before and after surgery for the treatment of refractory crises. Studies shown that cognitive prognosis may change depending on the surgical approach. Thus, this study aimed to verify the role of temporal pole in cognitive functions. A retrospective analysis of medical records from 146 adult patients with left-sided TLE-HS - evaluated at the Center for Epilepsy Surgery (CIREP) of the Clinical Hospital from Ribeirão Preto Medical School was performed. The results showed a higherperformance on visual confrontation namingtests - according to the Boston Naming Test (BNT) - in patients submitted to left temporal lobectomy without pole resection (p=0.007). Reliable change index (RCI)analysis, for clinical relevance,revealed that 39.4% of the patients submitted to temporal pole resectionshowed significantly worse performance on visual confrontation naming and only 16% of the patients without pole resection were significantly worse in the same test (p=0.015). However, this same group showed a worse prognosis of crisis control when compared to the group with pole resection (p=0.018). Altogether, the present study suggest that the temporal pole may be involved in naming skills. Our results suggest that surgery for left TLE-HS should be performed considering individual differences to decide the best surgical approach for each patient
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-09-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.