• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.17.2015.tde-28072015-101016
Documento
Autor
Nome completo
Andrea Ruzzi Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2015
Orientador
Banca examinadora
Santos, Jair Licio Ferreira (Presidente)
Bava, Maria do Carmo Gullaci Guimarães Caccia
Colares, Maria de Fátima Aveiro
Matsukura, Thelma Simões
Pinto, Ana Cláudia
Título em português
Prevalência do uso de álcool e outras drogas entre escolares da rede pública de ensino de Uberaba - MG: fatores de risco e de proteção
Palavras-chave em português
Adolescente
Apoio Social
Autoestima
Drogas de Abuso
Poder familiar
Resumo em português
OBJETIVOS GERAIS: Avaliar a prevalência de problemas relacionados ao uso de álcool e outras drogas entre estudantes do 8º e 9º anos do ensino fundamental das escolas públicas municipais de Uberaba MG. OBJETIVOS ESPECÍFICOS - descrever e analisar: o estilo parental adotado pelos pais dos adolescentes, de acordo com a percepção do responsável participante; o estilo parental adotado pelos pais e mães, de acordo com a percepção dos adolescentes; a autoestima dos adolescentes; o apoio social percebido pelos adolescentes; verificar se há correlação entre estilo parental, autoestima, apoio social e problemas associados ao uso de drogas entre os adolescentes participantes da pesquisa. METODOLOGIA: Pesquisa transversal, descritiva correlacional de abordagem quantitativa. O estudo envolveu 685 participantes, sendo 347 adolescentes, de ambos os sexos, alunos do 8° e 9° anos do ensino fundamental de escolas municipais de Uberaba-MG e 338 responsáveis por esses adolescentes. A coleta de dados ocorreu em 2013, por meio dos instrumentos: DUSI - Drug Use Screening Inventory; Escala de Autoestima de Rosenberg; Escalas de Exigência e Responsividade Parental versões para adolescentes e para pais e/ou responsáveis; Critério de Classificação Econômica Brasil; e Social Support Appraisals (SSA- REDUZIDA). As variáveis dependentes são todas do tipo ordinal, sendo realizados testes e medidas de correlação do tipo Não Paramétrico. RESULTADOS: A maioria dos participantes eram meninas de 14 anos (38,62%). Os adolescentes relataram uso de várias substâncias, com maior uso de: álcool (52,9%), tabaco (10,08%), tranquilizantes (6,15%) anfetaminas (4,25%), e maconha (3,46%) nos últimos 30 dias que antecederam a pesquisa. O estilo parental predominante adotado pelos pais/responsáveis foi o autoritativo, mas a percepção que os pais têm sobre ele não tem associação com a prevalência e com os problemas relacionados ao uso de drogas. O estilo autoritativo também predominou na percepção dos filhos. O estilo parental materno tem associação com o uso de drogas pelos filhos, sendo os estilos permissivos e negligentes mais associados ao uso de álcool combinado com drogas ilícitas; o autoritário e o autoritativo tem o maior número de filhos abstêmios, mas parece associar-se ao uso de drogas ilícitas. Os pais e as mães são mais exigentes com filhos mais jovens, o que é um fator de proteção ao uso de substâncias. O apoio social de todas as fontes analisadas é percebido como muito baixo pelos participantes, sendo os professores a melhor fonte e a família a que provê menor apoio. Os adolescentes têm em sua maioria autoestima positiva, mas não há correlação entre autoestima e o risco do uso de drogas, o que sugere que adolescentes com autoestima positiva e negativa estão igualmente suscetíveis ao uso e abuso delas. CONCLUSÃO: reforça-se a necessidade de que as políticas públicas sobre drogas sejam realmente efetivadas e que haja um trabalho para compreensão de que não há quantidade segura para o uso por adolescentes; que o álcool é a droga de acesso às outras substâncias, mas por si só já é a droga que mais traz prejuízos físicos, psíquicos e sociais.
Título em inglês
Prevalence of alcohol and other drugs among students public schools of Uberaba-MG: risk and protective factors.
Palavras-chave em inglês
Adolescent
Parenting
Self Concept
Social Support
Street Drugs
Resumo em inglês
GENERAL OBJECTIVE: To evaluate the prevalence of problems related to alcohol and other drugs among students in 8th and 9th grades of elementary education of public school in Uberaba - MG. SPECIFIC OBJECTIVESTo describe and analyze: the parenting style adopted by the parents of the adolescents, according to the perception of these parents; the parenting style adopted by parents, according to the adolescents' perception; the self-esteem of adolescents; the social support perceived by the adolescents; as well as check for correlation between parenting style, self-esteem, social support and problems associated with drug use among the study adolescents participants. METHODS: Cross-sectional correlational descriptive study of quantitative approach. The study involved 685 participants, 347 adolescents of both sexes, from 8th and 9th years of elementary education at public schools in Uberaba-MG and 338 responsible for these adolescents. Data collection took place in 2013, through the instruments: DUSI - Drug Use Screening Inventory; Rosenberg Self-Esteem Scale; Scales Exigency and Responsiveness Parental versions for teenagers and parents and / or guardians; Economic Classification Criterion Brazil; and Social Support Appraisals (SSALOW). The dependent variables are all the ordinal type and tests and measures correlation were performed by nonparametric tests. RESULTS: Most of the participants were girls 14 years old (38.62%). Adolescents reported use of various substances in the 30 days preceding the survey: alcohol (52.9%), tobacco (10.08%), tranquilizers (6.15%) amphetamines (4.25%), and marijuana (3.46 %). The predominant parental style adopted by parents / guardians was authoritative, but the perception that parents have about it is not associated with the prevalence and problems related to drug use. The authoritative style also prevailed in the perception of children. The maternal parenting style is associated with drug use by children, and the permissive and neglectful styles most associated with the use of alcohol combined with illicit drugs; the authoritarian and authoritative has the largest number of abstainers children, but appears to be associated with the use of illicit drugs. Parents are more demanding with younger children, which is a protective factor against substance use. Social support is perceived as too low by the participants, the best source being teachers. Family provides the lowest support. Teenagers have mostly positive self-esteem, but there is no correlation between self-esteem and the risk of drug use, suggesting that adolescents with positive self-esteem and negative are also susceptible to the use and abuse them. CONCLUSION: it is reinforced the need for really effective public policies on drugs and the facts that there is a long path to understanding that there is no safe amount of drugs for use by adolescents; that alcohol promotes access to other substances, but by itself is the drug that brings more physical, psychological and social damage.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AndreaRuzzi.pdf (2.52 Mbytes)
Data de Publicação
2015-12-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.