• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.17.2020.tde-19082020-103058
Documento
Autor
Nome completo
Tassia Aparecida Martins de Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2020
Orientador
Banca examinadora
Mello, Luane Marques (Presidente)
Peria, Fernanda Maris
Santos, Jair Licio Ferreira
Sonobe, Helena Megumi
Título em português
Ocorrência de câncer colorretal em pacientes portadores de diabetes mellitus usuários de um serviço de assistência terciária em oncologia
Palavras-chave em português
Câncer colorretal
Diabetes mellitus
Metformina
Resumo em português
Introdução: vários estudos têm mostrado associação entre diabetes mellitus e maior risco de câncer colorretal, bem como piores prognósticos para esse tipo de câncer entre pessoas com a doença. Por outro lado, metformina tem sido relacionada à redução do risco e a melhores prognósticos no câncer colorretal entre indivíduos com diabetes. Objetivo: avaliar o diabetes mellitus pré-existente como fator de risco para o desenvolvimento de câncer colorretal e sua relação com o uso de metformina, em pacientes em acompanhamento em um serviço de assistência terciária em oncologia do município de Ribeirão Preto (SP). Método: trata-se de um estudo de coorte não-concorrente em que foram avaliados, retrospectivamente, prontuários de homens e mulheres, com idade ≥40 anos, portadores de diabetes mellitus (grupo de expostos) e não-portadores (grupo de não-expostos) quanto ao risco de desenvolver câncer colorretal. Foram analisados registros médicos de usuários com diagnóstico de câncer de cólon e/ou reto em acompanhamento no Serviço de Oncologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo, no período de 01 de janeiro de 2005 a 31 de dezembro de 2015. Os participantes foram caracterizados quanto a aspectos sociodemográficos e clínico-epidemiológicos, especialmente quanto à presença de sobrepeso/obesidade e o uso de metformina pelos portadores de diabetes mellitus. Resultados: a maioria dos registros analisados foi de pessoas do sexo feminino, de cor branca, casadas ou em união estável, com ensino fundamental completo, que não exerciam atividade remunerada, não procedentes de Ribeirão Preto e com idade ≥60 anos. Observou-se que a maior parte dos prontuários analisados estava na condição de "ativo", ou seja, ainda em acompanhamento na unidade. O tipo de câncer colorretal mais encontrado neste estudo foi o de cólon e o tratamento mais realizado foi cirurgia com quimioterapia adjuvante. Ao avaliar metástase (recidiva à distância), verificou-se que a maioria das pessoas com metástase se autorreferiu como branca, era casada ou estava em união estável, com idade ≥60 anos, não exercia atividade remunerada, residia em cidades da região de Ribeirão Preto, tinha câncer de cólon, foi a óbito e o tratamento mais realizado por elas foi cirurgia com quimioterapia adjuvante. Notou-se ainda média menor de idade entre os que tiveram recidiva à distância. Observou-se que a maioria dos prontuários com relatos de recidiva local foi de homens, de pacientes com câncer de reto, de pessoas que evoluíram a óbito e de indivíduos que passaram por estomização, sendo que o tratamento mais realizado também foi a cirurgia com quimioterapia adjuvante. Com relação às comorbidades, houve associação com hipertensão arterial. Na análise do uso de metformina, entre pessoas com diabetes, não se observou associação com nenhuma das variáveis clínicas de interesse, apenas para a variável sociodemográfica estado civil, mostrando que a maior parte das pessoas que usaram metformina era casada ou estava em união estável. Conclusão: este estudo não mostrou associação entre diabetes, uso de metformina e câncer colorretal.
Título em inglês
Occurrence of colorectal cancer in patients with diabetes mellitus of a hospital oncology care service
Palavras-chave em inglês
Colorectal cancer
Diabetes mellitus
Metformin
Resumo em inglês
Introduction: Several studies relates association between diabetes mellitus and higher risk of colorectal cancer, as well as worse prognosis for this kind of cancer among people with the disease. On the other hand, metformin has been associated to lower risk and better prognosis in colorectal cancer among individuals with diabetes. Objective: To evaluate pre-existing diabetes mellitus as a risk factor for the development of colorectal cancer and its relationship with metformin use in patients who have been treated at a hospital oncology care service in Ribeirão Preto (State of São Paulo). Method: This is a non-concurrent cohort study where we retrospectively assessed medical records from men and women, aged ≥40 years, with diabetes mellitus (exposed group) and without the disease (unexposed group) concerning the risk of developing colorectal cancer. We analyzed medical histories of patients diagnosed with colon and / or rectal cancer under treatment at the Oncology Service of the General Hospital of Ribeirão Preto Medical School - University of São Paulo, from January 1st, 2005 to December 31st, 2015. Participants were characterized regarding sociodemographic and clinicalepidemiological aspects, especially regarding the presence of overweight / obesity and the use of metformin by patients with diabetes mellitus. Results: Most of the patients' records analyzed were from females, whites, marrieds or in a common-law marriage, who concluded elementary school, did not perform any paid activity, leaving in others cities that not Ribeirão Preto and aged ≥60 years. Most of the medical records analyzed were in the "active" condition, which means, still under treatment at the unit. The most common type of colorectal cancer found in this study was colon cancer and the most common treatment was surgery with adjuvant chemotherapy. When assessing metastasis (distant recurrence), it was found that most people with metastasis self-reported themselves as white, were married or in commonlaw marriage, aged ≥60 years, without paid activity, living in cities in the region of Ribeirão Preto, had colon cancer, died and their most common treatment was surgery with adjuvant chemotherapy. There was noted also lower average age among those who had distant recurrence. Most of the reports about local recurrence were from men, rectal cancer patients, people who died, and individuals who passed by ostomy. The most common treatment was also surgery with adjuvant chemotherapy. Regarding comorbidities, there was an association with hypertension. In the analysis of metformin use, among people with diabetes, there was no association with any of the clinical variables of interest, only for the marital status sociodemographic variable, showing that most people who used metformin were married or in a common-law marriage. Conclusion: This study showed no association between diabetes, metformin use and colorectal cancer.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-10-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.